Posts com Tag ‘universo gay’

Promoção DQOGG 4 anos 'Eu quero um PicoBong'

Nem parece que tanto tempo se passou, mas foram 4 anos de muito trabalho e alegrias no blogay. Aprendemos muito com vocês leitores, não apenas sobre o universo gay, mas sobre nós mesmos e ficamos felizes que nesse tempo todo de DQOGG ajudamos e informamos milhares e milhares de pessoas. Até prêmio ganhamos do YouPix ganhamos no ano passado! Eike Rykeza!

Para comemorar isso criamos a promoção ‘Eu quero um PicoBong‘, em parceria com a Pico Bong Brasil que produz os melhores e mais bonitos vibradores do mercado erótico. Sim, é isso mesmo que você leu: Daremos a um de nossos leitores o poderoso e potente Tano Plug Vibe!

Aposto que você está ‘piscando’ de tanta emoção e louco para participar. É fácil, vem comigo.

– Primeiramente você deve seguir o perfil do @DQOGG e do @PicoBong_Brasil.

 

– Depois deverá tuitar a seguinte frase: Sigo o @dqogg e  @PicoBong_Brasil e concorro a um vibrador TANO PLUG VIBE Leia e RT para concorrer http://kingo.to/1clv

Pronto, você já está concorrendo! Lembramos que também rola uma promoção na fanpage do DQOGG! Corre que ainda dá tempo!

A promoção é válida a todas as pessoas físicas residentes em território nacional, que sigam ambos os perfis. É importante salientar que o vencedor será informado através de Direct Message no Twitter e deverá passar seus dados para o envio do prêmio. O sorteio será realizado às 22h do dia 24/10/12 através do Sorteie.me.

Boa Sorte a todos e parabéns a todos nós, colaboradores, leitores, amigos e empresas que durante esses 4 anos apoiaram nosso trabalho.

Oi pessoal! Descobri o blog de vocês pesquisando na net sobre como deveria fazer para conseguir conquistar um carinha por quem estou apaixonado. Para que vocês entendam melhor, vou contar um pouco da minha história.

Já na infância tive vontade de ter contatos homo afetivos com alguns amigos. Na adolescência tive um amigo muito próximo com quem sempre tive algumas “insinuações” mas nenhum contato físico. Nesse ínterim, nunca deixei de gostar e namorar garotas. Só que hoje, aos 24 anos, encontrei um cara por quem me arrisquei e começamos a ficar.

Esse cara é, de fato, o primeiro homem com quem me relaciono (até o presente momento temos ficado algumas vezes e tiramos apenas sarros, nada de sexo gay). O problema é que estou completamente apaixonado por ele. Infelizmente ele é do tipo que gosta de estar livre para ficar com “quem” quiser e “quando” quiser e preciso admitir que isso tem me machucado muito porque, não vou mentir, estou amando o cara. Como não estou acostumado ao universo gay, tenho lido muito e pesquisado sobre como são os relacionamentos homo afetivos e o que posso fazer para conquistá-lo.

Como só tinha ficado com mulheres, muitas vezes (quase sempre) não sei como devo tocá-lo, de que forma pegá-lo, como provocar prazer nele. E é por essa imperícia que creio não conseguir conquistá-lo.

Ele é um cara de 23 anos, experiente no universo gay e passivo.

Eu, um cara bissexual e que topo fazer qualquer coisa com ele.

A ajuda que eu quero é:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;

2º Do que os gays gostam nos outros homens?;

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo.

Obrigado!

Casa Nova, 24 anos – Recife/Pe

COnquistando o boy Magia gays Gostam

Oi, Casa Nova! Meu primeiro impulso, ao ler sua história, foi escrever: FOGE, MENINO, FOGE! Essa coisa de se apaixonar por quem quer ficar livre para saltitar pela vida é uma roubada. É sempre muito cômodo pro cara saber que alguém o ama e que ele terá sempre alguém que vai topar tudo o que ele quiser.

Mas, vou responder o que perguntou:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;
Resposta: Homens não são ETs. Você é homem, basicamente, o que você curte, ele também curtirá. Mas no sentido romântico de conquista… não sei. Se ele não quer um relacionamento sério, pode te achar meloso demais… se você mandar flores, por exemplo. E se disser “Eu Te Amo” pra esse boy, ele pode sumir… Então, melhor é demonstrar interesse, mas não muito. Não se entregue de bandeja.

2º Do que os gay’s gostam nos outros homens?;
O que me faz gostar de homem é a postura de homem, pegada forte. Então, muita delicadeza me brocha. Não, não gosto de apanhar, apenas me refiro ao toque, pele… é diferente, mulher é mais delicadinha. Então, gays gostam de macho. Agora no sexo… cada um gosta de uma coisa… o melhor é ir percebendo o que faz esse boy gemer mais alto… o que lhe dá mais prazer..

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?
Ai. Que ponto G? Você quer dizer o ponto O de Olho do Koo, né?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;
Como disse, isso difere de ser humano pra ser humano! Eu fico doido se mordiscam milha orelha, tem gente que pira se lambem e mordiscam seus  mamilos dos peitos.. tem quem goste que o parceiro brinque de “dedinhos da Eliana” no ponto O… o jeito é ver o que surte mais efeito nele.

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo“.
Casa Nova, seu lindo! Se prepare para tomar um SHOCK DE REALIDADE: Não é o fato de você mandar bem ou mal que fará o boy querer te namorar. Se ele quer no momento saltitar de cama em cama, tenha em mente que o NÃO prum relacionamento com ele você já tem. Então, curta. Sem neuras. Sem endeusar o boy. Sem se menosprezar e se colocar pressão demais pra segurá-lo contigo.
Tudo na vida passa, meu filho. E tudo serve de aprendizado. Aproveita enquanto dura. Se ele não quiser mesmo ser teu namorado, azar o dele.

Beijas, L^^e!))).

Empresa de viagens lança video emocionante sobre casamento gay

Enquanto no Brasil poucas marcas investem em campanhas publicitárias para o universo gay, nos Estados Unidos a coisa é diferente! A Expedia, empresa voltada para o mercado de viagens lança vídeo emocionante sobre casamento gay entre duas mulheres. Gays Gostam de empresas que nos respeitam!

A história começa com um senhor, o pai de uma delas, falando sobre sua filha. A infância, adolescência… Ele se prepara para o casamento dela e atravessa o país para comparecer o casamento da filha.

É incrível quando vemos empresas que investem no Pink Money, não porque buscam apenas mais um mercado para seus produtos, mas porque respeitam o indivíduo. Quem sabe as empresas brasileiras [e agências] tenham um pouco de coragem de investir no universo gay?

Sempre há esperança das coisas mudarem, até porque algumas pesquisas mostram que gays e lésbicas viajam 5 VEZES MAIS que heteros, e não pense que são viagens para o litoral no fim de semana, são viagens a locais paradisíacos, internacionais e caros!

Nem comentarei sobre esse povo que não tem louça pra lavar e comenta asneiras lá no vídeo. Nem darei IBOPE a esse povinho com visão limitada da vida.

Assista e emocione-se:

[Sugestão da @AnaVanolli do Sexo And Rock ‘n Roll]

Lembra que falamos sobre o casamento gay coletivo que acontecerá? Então, a data está chegando! 28 de setembro está logo ai e a cerimônia contará com a ilustre presença de muitos conhecidos do universo gay. Esse casamento é organizado pelo Centro de Tradições Nordestinas, no Bairro do Limão.

A irreverente Silvetty Montilla, a pastora Lanna Holder, o DJ Mauro Borges, Jéssica Angell, Sandra Bull e o reverendo Cristiano Valério.

Todos podem comparecer, o convite é aberto a toda comunidade paulistana, inclusive heteros que queiram ver que toda forma de amor é natural e normal.

Estarei lá para comemorar mais alguns casamentos gays, e quem sabe não ache um convidados dos noivos e noivas para casar da próxima vez que eles realizarem? Nunca se sabe, né? Se você quer me pedir em casamento essa é uma ótima oportunidade!

|Local| Centro de Tradições Nordestinas
|End| Rua Jacofér, 615 – Bairro do Limão

Vexame on the Dance Floor

Hoje rola a festa mais badalo de São Paulo, Vexame on the Dance Floor no Code Club em São Paulo. Nem preciso dizer que sou fã da festa e adoro as produções do Claudio Nanti, um dos caras mais badalados, carismáticos e profissionais que conheço no universo gay.

No line up o som bapho do Wandy Telles, residente da festa e ainda tem os DJs Alexx Berrios, Jr Loppez, e Montino Acosta, e para alegrar ainda mais a festa: pole dance, Labirinto, Open-Air, Gogo-Dancers, e a Kombi mais famosa da cidade!

Recebendo o povo na porta, a hostess que mais amo, Dani Glamourosa, que inclusive já foi matéria aqui no blog quando falamos sobre mulher bicha. E ela não estará sozinha, Jota Luciano, o lindo, gostoso e querido também receberá a todos com seu sorriso e simpatia.

Vexame on the dance Floor

Na Hora do Vexame, Claudio Nanti escolhe a bee mais vexaminosa, que ganhará uma camiseta exclusiva da festa, boné e CD. Quem estiver com uma camiseta da Vexame pode entrar no Camarote, mas se você não tem e quiser comprar, basta se jogar aqui na Loja Da Pinta!

Vai pagar quanto?
VIP OO até 01h00 com nome na lista. Cadastre-se pelos sites: Vexame SuperFestas e Code Club.

| SERVIÇO | VEXAME ON THE DANCE FLOOR
| ONDE | CONDE CLUB – Av. Prof. Francisco Morato, 3507 – São Paulo
| QUANDO | 24 de agosto
| GRUPO | FANPAGE \ TWITTER

Tá afim de começar a ferver agora mesmo? Que tal o novo set do Wandy? Só clicar aqui e se jogar, bee!

Vexame on the dance floor

Feira do Livro LGBT - Gays Gostam

Dia 25 de agosto na Casa das Rosas na Avenida Paulista acontece a Feira do Livro LGBT e Sarau, promovido pela Editora Brejeira Malagueta, voltada para as meninas que amam meninas. O evento tem apoio da Secretaria do Estado da Cultura e Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias e faz parte da comemoração de 4 anos da editora.

A feira abre espaço para participação de poetas e escritores que queiram ler trechos de seus trabalhos. Serão mais de trinta escritores e poetas gayslésbicasbissexuais simpatizantes que falarão sobre suas obras, que estarão à venda nos salões da Casa das Rosas. Nomes como: Vange Leonel, Rita Moreira, Anna Roxo, Bertha Solares, Lara Lunna, Karina Dias, Drikka Silva, Léa Carvalho estão entre as mulheres que participarão.

Outras editoras independentes também confirmaram presença, entre elas: Não Editora, Fábrica de Leitura, Azougue, Cassará, Apicuri, Terceiro Nome, Livro Falante e Tarja Editorial, e ainda haverá venda de livros de editoras especializadas no público gay: Metanoia, Edições GLS e Escândalo. A cantora Érica Pinna terminará o dia com um pocket show!

Essa pauta foi sugerida por Sergio Viula, autor do livro Em Busca de Mim Mesmo que conta um pouco da sua história e como enfrentou a ‘reversão sexual‘ ou ‘cura gay’. O autor estudou teologia, foi pastor batista, missionário e professor de seminário, casou-se e teve 2 filhos mas percebeu o quanto é complicado viver uma vida que não é sua. Separou-se, deixou de ser pastor, assumiu sua homossexualidade e escreveu esse livro para contar suas experiências. Quer ler o livro dele? Passa no stand da Editora Malagueta que lá terá! Tô pronto para comprar um pra mim! \o/

Sou um leitor voraz de diversos assuntos, entre eles publicações voltadas para o universo gay, já que tenho um blogay o ~mínimo~ que tenho que fazer é ler a respeito, né? Encontro vocês lá!

|SERVIÇOFeira do Livro LGBT e Sarau das Brejeiras
|Quando| 25 de agosto – 14h às 22h
|Onde| Casa das Rosas – Avenida Paulista, 37, São Paulo

Joelma Homofobica

Se já não bastasse a Claudia Milk e Isabeli Fontana falando baboseiras, chegou a vez da cantora Joelma do Calypso, que disse a um fã para virar homem para dar alegria aos pais. O fã até tenta dizer que adotará uma criança e que dá orgulho para seus pais, mas acho que a cantora não o escutou, né?

Ele não é homem apenas por ser gay? Ou não dá orgulho a seus pais por conta da sua homossexualidade?
Não entendo como algumas pessoas ainda dizem que gays precisam virar homem e ter filhos para dar orgulho para alguém. Será que a nossa sexualidade é tão relevante para a formação de nosso carater e hombridade? E ter filho é sinal de carater? Deve ser por isso que há tantas crianças em orfanatos…

A sociedade é diversa, e dentro do universo gay a diversidade também é grande. Seja fisicamente ou emocionalmente não somos um grupo homogêneo e padronizado. Amém que não somos, por isso que há tanta nuances bacanas dentro do mundo gay.

Vi esse vídeo no Ela tá de Xico.