Posts com Tag ‘prazer’

Oi pessoal! Descobri o blog de vocês pesquisando na net sobre como deveria fazer para conseguir conquistar um carinha por quem estou apaixonado. Para que vocês entendam melhor, vou contar um pouco da minha história.

Já na infância tive vontade de ter contatos homo afetivos com alguns amigos. Na adolescência tive um amigo muito próximo com quem sempre tive algumas “insinuações” mas nenhum contato físico. Nesse ínterim, nunca deixei de gostar e namorar garotas. Só que hoje, aos 24 anos, encontrei um cara por quem me arrisquei e começamos a ficar.

Esse cara é, de fato, o primeiro homem com quem me relaciono (até o presente momento temos ficado algumas vezes e tiramos apenas sarros, nada de sexo gay). O problema é que estou completamente apaixonado por ele. Infelizmente ele é do tipo que gosta de estar livre para ficar com “quem” quiser e “quando” quiser e preciso admitir que isso tem me machucado muito porque, não vou mentir, estou amando o cara. Como não estou acostumado ao universo gay, tenho lido muito e pesquisado sobre como são os relacionamentos homo afetivos e o que posso fazer para conquistá-lo.

Como só tinha ficado com mulheres, muitas vezes (quase sempre) não sei como devo tocá-lo, de que forma pegá-lo, como provocar prazer nele. E é por essa imperícia que creio não conseguir conquistá-lo.

Ele é um cara de 23 anos, experiente no universo gay e passivo.

Eu, um cara bissexual e que topo fazer qualquer coisa com ele.

A ajuda que eu quero é:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;

2º Do que os gays gostam nos outros homens?;

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo.

Obrigado!

Casa Nova, 24 anos – Recife/Pe

COnquistando o boy Magia gays Gostam

Oi, Casa Nova! Meu primeiro impulso, ao ler sua história, foi escrever: FOGE, MENINO, FOGE! Essa coisa de se apaixonar por quem quer ficar livre para saltitar pela vida é uma roubada. É sempre muito cômodo pro cara saber que alguém o ama e que ele terá sempre alguém que vai topar tudo o que ele quiser.

Mas, vou responder o que perguntou:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;
Resposta: Homens não são ETs. Você é homem, basicamente, o que você curte, ele também curtirá. Mas no sentido romântico de conquista… não sei. Se ele não quer um relacionamento sério, pode te achar meloso demais… se você mandar flores, por exemplo. E se disser “Eu Te Amo” pra esse boy, ele pode sumir… Então, melhor é demonstrar interesse, mas não muito. Não se entregue de bandeja.

2º Do que os gay’s gostam nos outros homens?;
O que me faz gostar de homem é a postura de homem, pegada forte. Então, muita delicadeza me brocha. Não, não gosto de apanhar, apenas me refiro ao toque, pele… é diferente, mulher é mais delicadinha. Então, gays gostam de macho. Agora no sexo… cada um gosta de uma coisa… o melhor é ir percebendo o que faz esse boy gemer mais alto… o que lhe dá mais prazer..

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?
Ai. Que ponto G? Você quer dizer o ponto O de Olho do Koo, né?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;
Como disse, isso difere de ser humano pra ser humano! Eu fico doido se mordiscam milha orelha, tem gente que pira se lambem e mordiscam seus  mamilos dos peitos.. tem quem goste que o parceiro brinque de “dedinhos da Eliana” no ponto O… o jeito é ver o que surte mais efeito nele.

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo“.
Casa Nova, seu lindo! Se prepare para tomar um SHOCK DE REALIDADE: Não é o fato de você mandar bem ou mal que fará o boy querer te namorar. Se ele quer no momento saltitar de cama em cama, tenha em mente que o NÃO prum relacionamento com ele você já tem. Então, curta. Sem neuras. Sem endeusar o boy. Sem se menosprezar e se colocar pressão demais pra segurá-lo contigo.
Tudo na vida passa, meu filho. E tudo serve de aprendizado. Aproveita enquanto dura. Se ele não quiser mesmo ser teu namorado, azar o dele.

Beijas, L^^e!))).

Dia do Sexo - Gays Gostam

Não que seja preciso um dia para comemorar o Dia do Sexo, mas sinceramente é bom ter um dia no ano onde possamos não apenas transar mas pensar um pouco em como levamos nossa vida sexual. A data foi escolhida por conta de umas das mais famosas posições sexuais, o  69 que remete ao dia de hoje 6/9.

Não estou aqui para julgar ninguém, até porque não sou santo e meu passado me condena mas não é gostoso repensar em nossas atitudes nos último tempos com relação  ao sexo? Você já parou para pensar sobre o assunto, ou apenas deixa o instinto te levar?

Dia do Sexo - Gays Gostam

Alguns pontos que todos devemos [re]pensar:

– Uso da camisinha em TODAS as relações sexuais, inclusive sexo oral.
O HIV e outras DSTs estão aí, contagiando e matando milhares de pessoas pelo mundo e cada vez mais o uso da camisinha é essencial em todas as transas! Você trocaria poucos minutos de prazer pela incerteza dessas doenças?

– Ativo? Passivo?
Não seria mais justo se deixássemos nossos próprios preconceitos e nos libertássemos desse rótulo? Falo isso porque acredito que  durante muitos anos deixei de fazer sexo como passivo por conta do meu preconceito internalizado. Sou ativo, porque curto sentir prazer dessa forma, mas não elimino possibilidades na minha vida. Vai que aparece um boy magia na minha vida que me faz mudar de opinião? Nunca se sabe!

– Tipos Físicos são importantes mesmo?
Há pessoas que só transam com bombados, outros apenas com gordinhos/bear, barbudos, etc… Cada um tem um gosto único e peculiar, mas será que os tipos físicos são realmente importantes na hora da transar? Na hora H não é melhor um cara bacana que te faça gozar gostoso do que um cara que faz o seu tipo físico mas não te faz sentir tesão nenhum?

– Tamanho é documento?
O que vale mais? Um grandão bobão ou um pequeno esperto? A maioria das bees ficam LOUCAS e MOLHADAS quando veem um pau grande, mas algumas vezes o cara não sabe trabalhar com o material que tem e a transa se torna uma grande decepção. Acorda Alice!

– Sexo Casual. UI!
Sexo Casual é uma delícia. ter a liberdade de transar com quem quiser a qualquer hora é muito bom, conquistamos essa liberdade, mas as vezes acho que a maioria confunde essa liberdade com libertinagem e perde um pouco a mão. falo por experiência própria: Transar com quem se ama é a melhor experiência sexual que pode-se ter na vida!

Esses são apenas alguns pontos que penso e repenso na minha vida. Topa pensar um pouco neles?

Dia do Sexo - Transe com Responsabilidade - Gays Gostam

Pê, meu querido! Tenho essa pergunta para lhe fazer, mas não quero emitir minha opinião, pois não estou capacitada para responder. Seria leviano de minha parte responder de maneira  pessoal!

Tenho um amigo que quer saber: Se dois amigos heterossexuais transam, e curtir a transar, mas afirmam não ser gays! Podemos afirmar que: Que dois homens podem transar sem assumir que são gays? Ter relações anais é exclusividade dos gays?

Para você entender o motivo da pergunta: Esse garoto transou com um amigo, ambos dizem ser heterossexuais, mas um deles estava carente, bebeu, mas não ficou alcoolizado, estava lúcido, mas aceitou as carícias do amigo, beijou e acabou transando. Ele me contou tudo, que foi algo incrível e que gostou. Embora não estejam negando, mas não querem acreditar que são gays!

Amigo da Ritinha, via e-mail

Peagá Peñalvez responde:

Minha querida e maravilhosa Ritinha, como sempre dando a maior força para o DQOGG. Olha avisa seu amigo que não mordemos, aliás, adoramos responder as perguntas de nossos leitores por isso criei o blog e quando ele tiver alguma dúvida pode mandar um e-mail diretamente para nós, que responderemos da mesma forma.

Querido, sei que você vai ler o nosso ponto de vista, por isso se segura.

Oi??? Como assim você transa com um cara, trocam carícias, beijos, carinhos e ainda não se considera no MÍNIMO bissexual??? Hello??? Planeta Terra chamando Amigo da Ritinha. 

Significado de Homossexual

adj. Relativo a afinidades ou atos sexuais entre pessoas do mesmo sexo. / Pessoa que pratica tais atos.

Ou seja, SIGNIFICA! A própria definição da palavra homossexual já diz tudo querido. Pessoas que transam com o mesmo sexo, e no seu caso ainda tem um pequeno agravante, vocês realmente gostaram de transar. Não sou daqueles caras que fala que TODO mundo é gay, e que o mundo é bissexual. Seria perfeito para nós que fosse assim, mas Deus em sua infinita sabedoria fez o ser humano da forma que é, então deve ter um bom motivo para isso.

O prazer anal não é exclusividade gay, muitos homens heteros também gostam e até pedem para suAS namoradAS o famoso ‘fio terra’, porque é de conhecimento geral da nação [ou deveria] que a região do anus é uma ULTRA BLASTER zona erógena para os homens, por conta da próstata quando estimulada dá muito prazer ao homem. Maaaaaaaaas, no caso que citei quem estimula é uma mulher com o dedo/vibrador não um penis, e no caso era uma mulher. Entendeu a diferença???

Ele afirma que não estavam tão alcoolizados, e nem tem como desculpa dizer que a culpa é da bebida, porque mesmo não seria. Não importa o quão bêbado EU esteja, você não me verá NUNCA transando com uma mulher, NEM EM COMA ALCÓOLICO. Portanto está na hora se perguntar, E SER SINCERO, se realmente não gosta de homem também.

Assista ao vídeo do Ronnie Von, falando sobre esse mesmo assunto

Ou clique AQUI

Os relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo tendem por natureza durarem pouco tempo de modo geral.  Porém, alguns conseguem bater a marca de 10, 15 anos.  São raras as histórias de casais homossexuais que passam praticamente uma vida inteira juntos.

Sinto inveja dessas pessoas, mas por outro lado o que vejo, nos poucos casos dos quais tenho conhecimento, é que em determinado momento ambos começam a reclamar um do outro no que se refere a sexo.  É quase unânime, todos reclamam que o sexo não é mais o mesmo e que a freqüência não é mais a mesma.    Mas por quê?

Ambos reclamam, mas nenhum deles faz nada para mudar!  É exatamente assim que vejo.

Eles se acomodam, se conformam com o que tem.  Desse jeito não há vida sexual que resista.

Passar muitos anos juntos faz com que os casais tornem o sexo uma rotina, uma obrigação a ser cumprida.  E não é bem assim que funciona.

No começo é só alegria.  O prazer de estarem juntos, o tesão que ambos sentem um pelo outro, a novidade de explorar  o corpo um do outro, a fogueira da paixão ainda está acesa, os hormônios à flor da pele…  enfim… tudo é muito bom e prazeroso.

Com o tempo o tesão diminui, não existe mais novidade alguma, a paixão se transformou em amor, companheirismo, os hormônios se acalmaram…

Surge então o  “sexo de manutenção”.  Periodicamente fazem sexo e não variam muito.  É sempre a mesma coisa.  Torna-se sem graça.

É nessa hora que um deles, ou ambos, começam a prestar atenção em outras pessoas.  A olhar para fora do relacionamento, pois o que eles tem já não agrada mais como antes.

Existem duas opções:

1ª – Terminar o relacionamento e partir para um novo;

2ª – Tentar reavivar a fogueira da paixão.

Sou mais a 2ª alternativa.  Se estão juntos há tanto tempo, é porque se gostam e tem muitas coisas em comum.  Já viveram bastante tempo juntos e alguma coisa deve ter de bom nesse relacionamento.

Acho que a palavra que cabe aqui é “RECONQUISTA”.  Sim, reconquistar seu parceiro todos os dias.  Não deixar que caia na rotina, na monotonia.  Como?  Aí cabe a cada um decidir.  Depois de tantos anos juntos é impossível que ambos não saibam o que o outro gosta.  Impossível não saber até onde se pode “inovar” no sexo.

Recorrer ao SexShop e comprar uns brinquedinhos para serem usados a dois? Talvez.  Variar os lugares?  Talvez.

Tudo vai depender da intimidade e da vontade de cada um em fazer diferente e agradar ao outro.

Acredito que para se manter um relacionamento, a reconquista tem que ser diária.

Super mega beijo a todos.

Max Castro.

Depois que postamos o texto sobre a chuca (Fazendo a Chuca Express), dois de nossos leitores deixaram algumas dúvidas no mesmo dia. Diante disso vamos tirar as dúvidas em mais um post.

1º Leitor:
Estou com uma dúvida: meu cu é meio apertado, daí só colocar na entrada não adianta.. eu tenho que enfiar um pouco. tem algum problema?

Filipe

2º Leitor:
Repetindo oq perguntei no outro tópico sobre sexo anal:
Ser passivo com muita frequência pode mudar o formato do ânus? Afinal se vou ter um relacionamento gay, não vou transar só uma ou duas vezes por mês né.
E como fazer o namorado entender isso, não quero ficar estourado mas tb não quero perder o namorado.

Rodrigo.

 

Max Castro responde:

Filipe,
Cada caso é um caso. Existem pessoas que tem grande facilidade em fazer a chuca e não veem problemas na hora de encostar o chuveirinho na entrada no ânus. Se colocar um pouco dentro não te incomoda e nem te machuca, não vejo problema algum. Mas tudo é questão de prática. Com o tempo você vai perceber que ficar mais simples e fácil de fazer.

Rodrigo,
A entrada do ânus é composta de um músculo voluntário, o esfínter. Se você fizer muito sexo anal com frequência, ele pode ficar maior e mais flácido. Mas isso não é uma coisa que acontece da noite para o dia. Isso leva muitos anos pra acontecer, e não é um rombo. Reza a lenda que contrações voluntárias periódicas durante o dia ajudam a fortalecer a musculatura, mas se isso realmente é verdade é uma dúvida que eu também tenho. Na dúvida contraia esse cu o dia inteiro. rs… Mas deixando as brincadeiras de lado, na hora do sexo anal, sempre se preocupe em usar gel lubrificante a base de água e camisinha. Caso sinta desconforto ou dor durante a penetração interrompa o ato, você pode se machucar e causar problemas mais sérios à sua saúde. Convenhamos que sexo não é pra sentir dor e sim prazer, muito prazer. Seu namorado tem que entender que sexo não é única e exclusivamente penetração. Existem muitas formas de se sentir prazer a dois. Abuse das preliminares e dos acessórios na hora da transa.

Gatos, camisinha sempre. Nunca se esqueçam disso. Não podemos brincar com as nossas vidas, ela não vale uma gozada.

Super mega beijo à todos.

Max Castro.