Posts com Tag ‘homens’

Dica Cultural: Amigas, pero no mucho

Publicado: 26/10/2012 por @peagapenalvez em Dica Cultural
Tags:, , , ,

Teatro Amigas pero no mucho

Essa semana nosso blog foi convidado a assistir a peça Amigas, pero no mucho e quer saber da verdade? É simplesmente demais! De forma descontraída a apresentação mostra a vida de 4 amigas que se amam e odeiam ao mesmo tempo, mostrando que o mundo das amizades também é repleto de conflito e competição em uma relação afetuoso e ao mesmo tempo complicada de amizade.

As meninas são interpretadas perfeitamente por 4 homens, Elias Andreato, Norival Rizzo, Nilton Bicudo, Alex Gruli em um texto cheio de humor caustico, com direito a lavar a roupa suja, brigas, traições e muito mais!

Teatro Amigas pero no muchoNorival Rizzo é Debora, 40 anos – Divorciada, sem filhos. Inteligente, perspicaz, irônica, mas tipo dona da verdade. Sempre tem uma consideração a fazer, tentando que sua opinião prevaleça. Idealiza o amor. Come compulsivamente.

Elias Andreato é Fram, 50 anos – Divorciada, dois filhos que moram com o pai. É a mais velha das quatro amigas. Já passou dos 50 anos, mas quer parecer 30. Ninfomaníaca. Fala muito palavrão quando está sozinha, em público jamais. Faz meditação, mas quando está com raiva, tem tiques nervosos.

Nilton Bicudo é Olívia, 40 anos – Casada com filhos. Foi rica, não é mais. Tem que dirigir sua VAN que leva crianças para a escola. Julga-se sempre perseguida. Está sempre perguntando: O que vocês estão falando de mim? Exalta o marido, Alfredo, para as amigas.

Alex Gruli é Sara, 35 anos – Solteira. Executiva. A mais reservada. Parece ser fria, mas esconde grande esperança. Fuma descontroladamente. Não perdoa as amigas, mas pouco se importa com a opinião dos outros. Desconfiada. Odeia as hipocrisias de Fram.

Aposto que você verá muitas amigas e parentes personificadas nessas adoráveis personagens. Eu mesmo identifiquei muitas, e porque não muitos, amigos e parentes nessas personagens.

Que tal sair um pouco do circuíto baladas e correr para o teatro? Você não irá se arrepender!

| Serviço | Amigas, pero no mucho
| Onde? | Teatro Frei Caneca – São Paulo
| Quando? | Terca-feira – 21 h
| Quanto? | R$ 50 inteira

Rainbow Links #23

Publicado: 26/10/2012 por @peagapenalvez em Rainbow Links
Tags:, , , , , , ,

Essa semana foi muito importante para nós do DQOGG, completamos 4 anos de blogay! Teve até post de comemoração do aniversário, promoção e muitos posts, mas separamos textos de outros blogs bem bacanas. Curta ae!

Tem Graça ou Não – Como tomar leite sem perigo de morte

Thiago Marzano – Ensaio com o gostoso do @lebart

SaiDaqui – Intensos de cama

Feed By Frames – Feministas: mais que uma questão de pílulas

Apimente.me – Porque homens gostam de seio?

Sapatômica – Lésbica de 61 anos consegue direito inédito

Divora – Traí o movimento das gordinhas?

Sorvenxaqueca – Tumblr que é muito amor e enxaquecas!

Sexo & Rock n’ Roll – Noite no Bilhar

Como assim, Vanessa? – O gato do metro

Puro Veneno – Como um homem e uma mulher veem um banheiro

Vitrolla – I’m Zombie and I Know it!

Grupo Freedom – Amai-vos uns aos outros

Bezeweels – Tenso, muito tenso!

Correndo atrás do boy magia

Publicado: 12/10/2012 por @peagapenalvez em Pergunte ao DQOGG
Tags:, , , , , ,

Oi pessoal do DQOGG, primeiramente queria dizer que adoro o trabalho de vocês e que acho muito legal vocês se disponibilizarem a nos ajudar, já que temos tantas dúvidas sobre esse mundo “colorido” em que vivemos.

Eu tenho 18 anos, e há pouco tempo (2 meses) eu comecei a me relacionar com um cara de 20 anos. Eu o conheço há 1 ano e logo que o conheci falei da minha sexualidade e aos poucos fomos ficando amigos. Depois de um tempo nos falando, acabamos virando amigos e ele me confidenciou que nunca havia ficado com homens, mas que eu estava despertando isso nele. Aos poucos fomos ficando mais próximos, mas nada da gente ficar.

À medida que o tempo ia passando, ele ia ficando mais grudento, querendo me ver direto e tal, mas eu já não queria mais nada com ele, por ele ter virado muito chiclete. (e olhe que nem tínhamos ficado ainda). Comecei a dar foras e mais foras até que ele parou com as mensagens, ligações, e até se afastou de mim um pouco. Nesse ano começamos a fazer faculdade na mesma universidade, porém em cursos diferentes, e passamos a nos ver todos os dias, e a amizade foi voltando.

Voltou tanto que eu comecei a ficar a fim dele de novo. Eu chamei ele para vir aqui em casa um dia, quando estava só, e falei tudo o que sentia por ele, e pedi desculpas por ter percebido isso tão tarde. A gente acabou dando o primeiro beijo… E pra minha surpresa, o beijo foi maravilhoso! E eu me vi ali, totalmente apaixonado por um cara que eu passei um ano esnobando. Depois desse dia, ficamos conversando por mensagens direto, parecíamos até um casal mesmo.

Mas essa felicidade não durou muito. A gente parou com as mensagens e eu estava começando a sentí-lo mais distante. Até que teve um dia que nós ficamos de novo, mas ele veio conversar comigo depois, dizendo que eu não precisava me prender e que a gente tava só ficando. Ele ainda sentia algo pelo ex. (Quando a gente se afastou no ano passado, ele conheceu um cara e namorou com ele, mas o cara morava longe, em outra cidade e não deu certo o namoro).

Aquilo foi um baque pra mim, porque eu realmente estava gostando dele. Mas me fiz de forte e disse que tava tudo bem. A gente continua ficando, e é maravilhoso quando estamos juntos, eu sinto que ele realmente gosta de estar comigo.

O problema é depois, que sinto ele muito distante. Não sei se ele tá preocupado que eu ache que ele esteja sendo grudento de novo, por isso está mais distante dessa vez, ou se ele não gosta tanto assim de mim, só quer ficar mesmo.

Thiago Souza, 18 anos

Correndo atrás do boy magia

Olá Thiago, realmente é uma situação complicada. No começo você não queria e até esnobou o cara e agora você quer mas quem é esnobado [de uma certa forma] é você. Quem nunca passou por isso, né?

O que piorou tudo foi que nesse meio tempo em que você se afastou ele conheceu um outro cara. Isso pode acontecer sempre que deixamos alguém de lado por qualquer motivo. Eu mesmo passei por algo parecido no fim do ano passado.

Conheci um cara através de uma amiga, o cara é bonito e super bacana mas acabei deixando-o na ‘geladeira‘ porque estava numa fase que precisava resolver um monte de problemas e seria complicado alguém na minha vida exatamente nessa fase. Continuamos conversando normalmente. Um certo dia resolvi conhecê-lo. Fiquei com ele, foi bacana, maaaaaaaaas durante a semana comentei alguma coisa no Instagram dele e do nada aparece um cara dizendo que era namorado dele. Levei um baque porque não sabia que ele namorava e ~NÃO FICO~ com caras comprometidos. Não sou apaixonado por ele, mas sei que ele é um cara super bacana isso seria questão de tempo.

Sabe o que eu fiz? Continuei sendo amigo dele, conversando normalmente e se um dia ele terminar o namoro quem sabe não role alguma coisa? Se eu estiver solteiro e ele também nada nos impede. Sei que o erro nisso tudo foi meu por isso tenho que arcar com as consequências deles.

A forma do seu boy magia agir agora, mais distante, pode ser um reflexo da sua atitude no passado. Ele pode ter se magoado com seu distanciamento e agora tenta se preservar. Isso nada mais é do que uma proteção para que ele não se machuque novamente. As vezes ele até gosta de você mas agora vai com mais calma.

Separei o video de uma música que ADORO. Preste atenção na letra

Dê tempo ao tempo e tente reconquistá-lo aos poucos. Mostre-se um pouco mais presente e corra atrás daquilo que você deixou pra trás. Nunca é tarde!

O site de relacionamento ParPerfeito realizou uma pesquisa com 35 mil usuários de seus serviços e pode comprovar que a idade revela o que homens esperam de um relacionamento, inclusive os gays que também usam o site.

Durante a enquete o site pediu que seus usuários escolhessem uma frase mais sentido para eles e ao analisar os resultados por faixa etária e expressão escolhida é possível verificar como a fase vivida em cada idade influencia na busca por um relacionamento sério e duradouro.

Entre o público de 18 a 24 anos a expressão ‘vamos nos divertir sem pensar no amanhã‘ foi a campeã com 37% dos votos e a frase ‘e viveram felizes para sempre‘ faz mais sentido para os homens com idade entre 25 e 35 anos. Agora os usuários mais maduros [entre 36 e 46 anos] escolheram ‘que seja eterno enquanto dure‘.

Acredito que essa pesquisa esteja próximo da realidade, apesar de que há exceções em todas as idades. Jovens realmente preferem curtir a vida livremente, enquanto aqueles um pouco mais velhos que já se divertiram pensam em algo mais sério e por último os mais velhos não tentam criar expectativas porque já se ferraram bastante quando acreditavam em contos de fadas e pensavam que ‘e viveram felizes para sempre‘ era algo que acontecia na vida real.

Sexta-feira! \o/

[Post da Semana: Maria Purpurina – Elas gostam de gays]

Manual das Encalhadas – [ Vídeo] Saiba a diferença entre canalhas e cafajestes

Bacon Frito – Estreias da Semana – 24/08

Nova Cerveja – Ja curtiu?

A Verdade Nua e Crua – Gozando de um bom livro

Feed By Frames – Instacube: muito mais que um porta-retrato digital

Thiago Marzano – Ensaio @mistika ganhadora do #lingerieday

Sai Daqui! – 101 sites mais uteis da internet

Os Profanos – Revolução no Escritório

Muita Gordice – Hoje é dia de churrasco, bebê!

Cintura Larga – Fashion Weekend Plus Size

Sexo e Rock ‘N Roll – Pink Floyd para fãs

Divora – 50 tons de cinza

Vida de Solteiro – O Segredo da Cabana

As Biritas – Um solteiro nas Biritas

Tem Graça ou Não!?

Espero que curtam os links mais baphônicos que separamos essa semana! Se joga!

[Inspiração: Android é a marca favorita de gays e lésbicas]

Manual das Encalhadas – Sinais femininos que homens não entendem

A Verdade Nua e Crua – Sorria! Você está sendo manipulado!

Thiago Marzano – Dica de Filme: Bluray / DVD ‘Os Vingadores’

Sai Daqui – Um chuveiro, um amigo antigo e muito tesão acumulado

Cintura Larga – Máquina de enrolar sushi

Fedd by Frames – Festival Varilux de Cinema Francês 2012

Nova Cerveja – O que é felicidade?

Bacon Frito – Estreias da Semana

Meu Vestido Preto – Dress Code #4 – Black Tie

“olá, gostei d+ do blog, parabéns.
Bom, sou um adolescente de 13 anos,sou virgem, ou quase… kkk, bem, até hj, dei o toba só pro meu cachorro, é muito bom, e niguém sabe q sou quase gay.
Adoro mulheres,fico, bj, e mais. Mas sinto atração por homens, são lindos, com aqueles paus durinhos, u, q vontade de chupar…kkkk, minha família e minha igreja (sou católico), são contra o mundo GAY, se souberem q já fiz isso, hum, sabe-se lá o q vão fazer comigo, minha religiao fala q “é coisa do Diabo”.

Agora a pergunta: Dá algum problema no toba se eu dá pro cachorro? Como evitar um confronto familiar por causa de eu ser gay? É normal gostar de homens na adolescência?
obrg… adoro vcs… e o q é cunete? e chuca? e qual as melhores posições para iniciantes.. flw, bj na boca :)”.

Samumu

Tenso responder seu e-mail, Samumu. Seguinte, se você existe mesmo e tem 13 anos de fato, o mundo ta perdido. Mas vou encarar seu e-mail como sendo sério e não como gozação de um desocupado da internet.

Se você, novinho, não percebeu ainda, humanos são animais “evoluídos” e se diferem do resto dos animais porque desenvolvem o raciocínio… PENSAM. O seu cachorrinho não sabe que é errado comer o teu toba juvenil, mas você deveria saber que dar o toba pra ele é bizarro.

Fazer sexo com animais é chamado de Zoofilia. NÃO PRATIQUE.

 Existem pessoas que AMAM transar com animais, tipo, cavalo, galinha, cabras, cachorros etc… MAS OS POBRES ANIMAIZINHOS NÃO FORAM FEITOS PRA ISSO. Sem enrolar, com seu toba não acontece nada além de perder as pregas se você o der pra quem quer que seja. (espero que você não faça mais sexo com o seu cachorro e, se fizer, que o pênis dele fique grudado no teu rabo até seus pais chegarem para ver essa cena deplorável). AH, ME DESCULPA, MAS TE JULGUEI MESMO. Sexo é bom, quase todo mundo gosta, mas peraí, não é porque sou gay e sou considerado uma aberração pela grande maioria da humanidade que vou passar a mão na sua cabeça.

Tem mais, se você machucar seu cachorro fazendo essa putaria, o demônio vai puxar teu pé de noite. O bicho papão vai sair de dentro do seu armário pra te pegar e você vai ter pesadêlos com o Freddy Krueger. Quer descobrir sua sexualidade? Se masturbe no banheiro vendo revistas pornô. Depois que se sentir confiante, faça sexo com um ser humano, usando preservativos e gel lubrificante.

))) Qual a melhor posição para iniciantes? Isso varia de pessoa pra pessoa…

))) Como evitar um confronto familiar ao se assumir? Acho muito cedo pra pensar nisso. Você nem sabe se é gay… “ser quase gay” não existe, então, nem pense em contar nada pra sua família por enquanto. Mas os confrontos sempre vão existir, simplesmente porque demora até que nossa família nos veja e respeite como adultos capazes de expressar o que somos e sentimos. Com 13 anos sua família vai é te botar de castigo se souber que você transa com cachorros e pensa ser gay.

))) Se é normal sentir atração por homens na adolescência? Não sei… ser normal é muito subjetivo. Mas se você sente atração é um indício de que no mínimo é bissexual. Mas o melhor é não se pressionar, nem se rotular, apenas viver. Vá ser feliz e cuide do corpo e da mente, sem violar nenhum ser humano OU BICHO para sentir prazer. 

))) No mais: Cunete é o sexo oral no ânus. Chuca é a limpeza do ânus feita antes do ato sexual, por quem vai “dar o toba”, como você diz.

Uma dica pra ti em especial: vai ler um livro ou revista, ver filme, jogue video-game e deixe seu cachorro em paz. Se sentir vontade de continuar transando com bichos e não com gente, procure um psiquiatra, ele saberá como te ajudar.

Beijas,

L^^e!))).