Posts com Tag ‘homem’

Oi pessoal! Descobri o blog de vocês pesquisando na net sobre como deveria fazer para conseguir conquistar um carinha por quem estou apaixonado. Para que vocês entendam melhor, vou contar um pouco da minha história.

Já na infância tive vontade de ter contatos homo afetivos com alguns amigos. Na adolescência tive um amigo muito próximo com quem sempre tive algumas “insinuações” mas nenhum contato físico. Nesse ínterim, nunca deixei de gostar e namorar garotas. Só que hoje, aos 24 anos, encontrei um cara por quem me arrisquei e começamos a ficar.

Esse cara é, de fato, o primeiro homem com quem me relaciono (até o presente momento temos ficado algumas vezes e tiramos apenas sarros, nada de sexo gay). O problema é que estou completamente apaixonado por ele. Infelizmente ele é do tipo que gosta de estar livre para ficar com “quem” quiser e “quando” quiser e preciso admitir que isso tem me machucado muito porque, não vou mentir, estou amando o cara. Como não estou acostumado ao universo gay, tenho lido muito e pesquisado sobre como são os relacionamentos homo afetivos e o que posso fazer para conquistá-lo.

Como só tinha ficado com mulheres, muitas vezes (quase sempre) não sei como devo tocá-lo, de que forma pegá-lo, como provocar prazer nele. E é por essa imperícia que creio não conseguir conquistá-lo.

Ele é um cara de 23 anos, experiente no universo gay e passivo.

Eu, um cara bissexual e que topo fazer qualquer coisa com ele.

A ajuda que eu quero é:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;

2º Do que os gays gostam nos outros homens?;

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo.

Obrigado!

Casa Nova, 24 anos – Recife/Pe

COnquistando o boy Magia gays Gostam

Oi, Casa Nova! Meu primeiro impulso, ao ler sua história, foi escrever: FOGE, MENINO, FOGE! Essa coisa de se apaixonar por quem quer ficar livre para saltitar pela vida é uma roubada. É sempre muito cômodo pro cara saber que alguém o ama e que ele terá sempre alguém que vai topar tudo o que ele quiser.

Mas, vou responder o que perguntou:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;
Resposta: Homens não são ETs. Você é homem, basicamente, o que você curte, ele também curtirá. Mas no sentido romântico de conquista… não sei. Se ele não quer um relacionamento sério, pode te achar meloso demais… se você mandar flores, por exemplo. E se disser “Eu Te Amo” pra esse boy, ele pode sumir… Então, melhor é demonstrar interesse, mas não muito. Não se entregue de bandeja.

2º Do que os gay’s gostam nos outros homens?;
O que me faz gostar de homem é a postura de homem, pegada forte. Então, muita delicadeza me brocha. Não, não gosto de apanhar, apenas me refiro ao toque, pele… é diferente, mulher é mais delicadinha. Então, gays gostam de macho. Agora no sexo… cada um gosta de uma coisa… o melhor é ir percebendo o que faz esse boy gemer mais alto… o que lhe dá mais prazer..

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?
Ai. Que ponto G? Você quer dizer o ponto O de Olho do Koo, né?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;
Como disse, isso difere de ser humano pra ser humano! Eu fico doido se mordiscam milha orelha, tem gente que pira se lambem e mordiscam seus  mamilos dos peitos.. tem quem goste que o parceiro brinque de “dedinhos da Eliana” no ponto O… o jeito é ver o que surte mais efeito nele.

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo“.
Casa Nova, seu lindo! Se prepare para tomar um SHOCK DE REALIDADE: Não é o fato de você mandar bem ou mal que fará o boy querer te namorar. Se ele quer no momento saltitar de cama em cama, tenha em mente que o NÃO prum relacionamento com ele você já tem. Então, curta. Sem neuras. Sem endeusar o boy. Sem se menosprezar e se colocar pressão demais pra segurá-lo contigo.
Tudo na vida passa, meu filho. E tudo serve de aprendizado. Aproveita enquanto dura. Se ele não quiser mesmo ser teu namorado, azar o dele.

Beijas, L^^e!))).

Sexta-feira é dia de que? Links da Semana! Nossa 11ª edição vem com muita coisa bacana, portanto divirta-se com o que separamos de interessante entre os principais blogs.

[Inspiração das imagens – Escócia planeja liberar o casamento gay]

Escocia Sexy Kilt Gays Gostam

Thiago Marzano – Veja todos os ensaios especiais para o #lingerieday 2012

Bacon Frito – Estréias da semana – 27/07

Feed by frames – Além da Liberdade: sensibilidade, razão e persistência

Cintura Larga – Unhas gostosas

Muita Gordice – Café da manhã de sexta-feira

Escocia Sexy Kilt Gays Gostam

Muita Pimenta – Lingerie Day suas putarias e os Chápeus do Lobão

Santa Igreja da Onifodência – E nasce a Igreja mais Promíscua da história!

Nova Cerveja – Never Mind the Anabolics: A cerveja dopante para as olimpiadas!

Sai Daqui! – Super heróis profissionais

Meu Vestido Preto – Ai que ressaca

Escocia Sexy Kilt Gays Gostam

Apimente.me – Barbie Frustrada

MauoÊ – Pegadinhas de Sexta

Dá Um Post! – Batman em um boquete com o Bruce Wayne

As Biritas – As desculpas deles!

Divora – Literatura Homoafetiva?

Vitrolla – Uma cópia de Countdown da Beyoncé [MUITO FODA]

Vida Se Solteiro – O homem contra a relação

FailWars – A Verdade sobre Pikachu

Igaum – Blueberries a vontade!

Gay Brasil – Grupo do Facebook

Tem Graça ou não? O Fechamento do Canal 😦

“Olá!! Parabéns pelo blog pessoal, descobri ele ao acaso, e hoje visito sempre pra ler e refletir diversas situações da vida, uma coisa que quero fazer agora.

Me apaixonei por alguém a pouco tempo, que mesmo sabendo disso, não me corresponde.

Sempre temos umas conversas legais, trocas de elogios mútuas, presentes, e até rolou uma declaração (minha).

Só que até então, só venho recebendo “bolo” nos passeios, até mesmo os mais simples..

Não sei se por motivos pessoais, ou por estar sendo evitado mesmo.

Sou meio complexado (e por esse motivo não sou grudento) e sempre penso em dois lados da situação, o melhor e o pior. 

Nesse caso o pior ta fazendo mais sentido. O que você acha que pode tar acontecendo?”

Anônimo

)))Então, como te respondi por e-mail, acho que você já até esqueceu desse homem de tanto tempo que passou até chegar sua vez de ler tua pergunta aqui! rs

Mesmo assim, não vou te poupar: acho que deve pensar no lado pior da situação. #TeamBad.

Nunda dê seu coração de bandeja! Antes de se declarar, favor verificar se  é amor ou é apenas um sentimento fruto da carência que sente.

A matemática de qualquer relacionamento é simples: Quando um não quer dois não fazem (a não ser qdo coagido).

Se o cara quisesse estar contigo, estaria. Qualquer desculpa que ele invente pra não saírem juntos é porque deve pensar “ele me ama”, “ele me quer” e algo dentro daquela cabeça (de cima) o adverte de que se sair contigo vc ficará mais apaixonado e terá mais esperanças de ficar com ele no fim do filme…digo…da vida. (a gente sabe que tem até fundamento esse pensar, mas dá uma raiva mesmo assim, né? Te entendo!).

Ele deve estar com “pena” de te dar um fora, te trata “bem”, mas não quer nada mais. Então deixa isso pra lá, vem pra cá, o que é que tem? Eu não tô fazendo nada e você também… huahauhuaa

Enfim, chato esperar tanto tempo pra ler isso… ao mesmo tempo deve ser um alívio. O fato de ter escrito confirmando sua tese do “lado ruim” comprova que você não está louco… só apaixonado por alguém que não te merece e que só vai te dar valor quando você aparecer com um boy magya, de aliança dourada e 5 poodles toy rosas a tiracolo.

Beijas,

L^^e!))).

Para quem não conhece, a marca Andrew Christian, voltada para moda masculina bomba lá fora!!! Seus produtos são de bom gosto, e suas campanhas para as mídias sociais são pra lá de quentes!!!

O último vídeo mostra alguns jogadores de futebol na lavanderia… Ai, melhor parar de falar e mostrar pra vocês.

Delirem!!!

 [PS: Se alguém conhecer uma lavanderia tão bem frequentada, POR FAVOR ME AVISE!!!]

“Meninos, é verdade que os homens só pensam em sexo? Acho tão estranha essa afirmação.”

Gabriela, 16 anos. SP.

Leandro Lan Responde:

)))Então, Gaby. É sim.

Diversas pesquisas dizem o mesmo. Uma delas, realizada pelo site gringo ‘OnePoll.com’, revelou que nós homens, independente de gays ou héteros, pensamos naquilo pelo menos 13 vezes por dia! (Isso é uma média, tem homem que pode pensar mais ou menos do que isso).

Você acha estranho? Eu não. Estranho seria se fizéssemos sexo sempre que pensamos em fazer…Aliás, não seria estranho! Seria uma BENÇÃO! E haja pele em carne viva, né?!

Brincadeira feita por conta da fama de tarados dos homens. (Imagem: Blog do Bolaa)

A tal pesquisa afirma que, vocês, mulheres, pensam no tema apenas cinco vezes por dia.

Brincadeira feita com o cérebro da mulher, tadinhas! (Imagem: Blog Do Bolaa)

Já o site “Live Science” publicou uma pesquisa afirmando que, enquanto mulheres têm sonhos tensos, os homens sonham com sexo na maior parte das vezes. Ou seja, até dormindo os machos pensam em TRANSAR! Mas tem estudioso que discorda, até porque, afirmar isso levaria a discussão de outro tema: pensar tanto em sexo faria o homem ser infiel?

Tem quem diga que sim, tem quem diga que não. Mas, cada cabeça uma sentença, uma consideração e vários chifres… (To engraçadinho hoje!).

E por que diabos existem essas diferenças entre os sexos? A resposta é a clássica: Por conta de aptidões do cérebro, na maioria das vezes, as mulheres associam sexo com sentimento, enquanto os homens, atraídos pela visão, tendem a não dar tanto valor a isso.

Tem mais, muitos pesquisadores concordam que, com certeza, o sexo é mais importante para os homens do que para as mulheres, em geral. O que não significa que a mulher não se importe ou não goste de fazer sexo, mas indica que se a mulher tiver que escolher entre: entrar numa loja em liquidação relâmpago ou fazer sexo, ela deixará pra transar depois e sairá cheia de sacolas da loja. Já para o homem não tem essa coisa de opção, minha filha. Se pudéssemos, viveríamos pelados fazendo coisinhas em tudo o que é canto. (Claro, existem exceções. Tem homem que nem gosta de sexo, mas esse daí é só porque ainda não me conhece. Brincadeira!).

Bjuxxx,

L^^e!))).

Ou clique AQUI

Tenho uma pergunta pra vcs.

Ontem conheci um gatinho, fui na casa dele, ficamos e foi uma delícia. Tava afim de mandar flores, mas não sei se flores são o melhor presente para um homem, o que você acha?

 Anônimo, via –mail

Peagá Peñalvez responde:

Oi Anônimo, tudo beleza???

Eu já passei por uma situação dessas, e foi TENSA a história. Vou te contar…

Fui casado com um cara, e certo dia ao sair do trabalho passei em frente a uma floricultura, e nessa hora lembrei dele. Entrei, comprei uma rosa vermelha e fui para casa. Comprei não porque era um dia especial, mas sim porque lembrei dele justamente nessa hora. Sabe aquela coisa gostosa de você lembrar da pessoa, e resolver do nada fazer um agrado. Então, foi isso.

Chegando em casa, ele já estava e entreguei a flor para ele. Ainda disse: ‘Puxa, lembrei de você‘. Eu todo no love, S2 S2 S2 S2 Do nada ele me vira e fala: ‘EU ODEIO RECEBER FLORES.

Nossa, minha cara veio ao chão nessa hora. Me senti a pior das pessoas, mesmo sabendo que não havia feito nada de errado. A atitude dele que foi errada. Ele que em uma OUTRA oportunidade me dissesse que não curti flor, não NAQUELA hora.

Como eu também não sou nenhuma ‘flor que se cheire‘, peguei a flor, despetalei INTEIRA na frente dele e finalizei com uma: ‘Pronto, agora não tem mais flor para você odiar‘. Virei as costas e fui para nosso quarto.

Nem preciso dizer que ele sofreu UMA SEMANA sem sexo, né??? Fiz greve MESMO, por ele ter sido escroto na forma de agir. Ele vinha de noite me abraçando, e eu sempre dava a famosa desculpa: ‘Estou com dor de cabeça, amor‘.

Contei uma parte da história que vivi em minha vida e não foi muito boa, mas nunca se sabe o que pode acontecer. Vai que ele curte receber esse tipo de lembranças??? Nem todo mundo é como esse meu ex. Alguns caras gostam.

Só que eu acho mais acertado você comprar outro tipo de coisas, ainda mais que vocês ficaram apenas uma vez. Por mais que tenha rolado uma química entre vocês ainda acho um pouco cedo para ESSE tipo de agrado para o boy. Tente coisas um pouco mais neutras, como: um chocolate, um cartão, coisas mais simples… Agora se a sua intenção for um pouco mais HOT, tente uma champagne com duas taças, ele vai entender o recado.

Ou clique AQUI

Heey Peagá, tudo bem contigo? Quero começar a escrever te parabenizando pelo blog. Tu não faz ideia de o quanto ele já me ajudou. Eu o conheci a pouco tempo e me tornei fã. É uma honra e um prazer poder abrir o meu navegador e ler o que tu publica lá.

Meu nome é Wagner, tenho 19 anos. Sou paulista, mas atualmente moro sozinho no Rio. Sempre fui gay e sempre tive isso muito claro desde meus 11 anos de idade. Eu sou uma pessoa tranquila, adoro meus amigos, gosto de sair, de ver filmes, … Enfim, sou uma pessoa como qualquer outra.

Venho me decepcionando muito com o campo amoroso. Noto que as coisas hoje caminham para um lado diferente que eu gostaria que fosse. Me arrisco a dizer que o amor está acabando e é essa a minha maior frustração. Eu sou um cara romântico com a necessidade de demonstrar as pessoas o quanto eu gosto delas, mas parece que isso é um defeito em mim. As pessoas se assustam, se afastam. Já namorei algumas vezes e eu sempre sofri muito por conta disso. Dizem que em algum relacionamento, seja ele qual for, uma parte sempre vai amar mais que a outra. Acontece que a parte que ama mais sempre sou eu. As vezes me pego pensando se as coisas seriam diferentes se eu fosse menos passional, sabe? Será que eu sofreria menos?

Ser romântico nunca me ajudou muito. Hoje olho o meio que estou inserido e me vejo como um estranho. Em um lugar em que todos gostam de ir a baladas e “encher a cara“, usar drogas e transar com todo mundo, eu prefiro ficar sozinho em casa assistindo algum filme ou conversando com algum amigo.

O problema sou eu? Sou carente de amigos gays (apesar de todos os meus amigos saberem sobre a minha condição sexual) e não tenho como trocar experiências, tirar dúvidas ou até mesmo conversar. Se vou no bate papo e encontro alguém bacana em poucos minutos de conversa aparecem as perguntas “qual é o tamnaho do seu pau” ou “passivo e ativo“. Não gosto disso. Sexo por sexo, digo, sexo mecânico não funciona pra mim. O que eu tenho que mudar?

Gostaria que você lesse as linhas que eu escrevi aqui em cima e me desse uma opinião sincera sobre a maneira que eu conduzo as coisas em minha vida. Agradecido desde já e contando com sua ajuda.

Fique com um abraço bem apertado e quente do maior fã do blog.

Wagner, 19 anos – Via E-mail

Peagá Peñalvez responde:

Olá Wagner, fiquei muito feliz em receber um e-mail com tanto elogios ao blog. Sério mesmo. Ainda acho que faço tão pouco pelos gays aqui. Gostaria de ajudar ainda mais, mas tudo ao seu tempo, né???

Sinceramente não acredito que o AMOR está acabando, mas sim, que as pessoas dão prioridades a outras coisas menos importantes, ainda mais dentro do meio gay onde muita futilidade rola solta. Infelizmente esse é o mundo onde vivemos, mas mesmo dentro dele AINDA EXISTEM pessoas como eu e você, o problema é apenas encontrar pessoas como nós.

Não acho errado você ser romântico [pode não parecer, mas também sou], só acho que antes de se dedicar exclusivamente para alguém, você precisa se amar mais, e dar mais valor para si. Geralmente as pessoas não dão tanto valor assim quando percebem que estão com total controle sobre o relacionamento. Passei por isso e aprendi MUITO bem a lição.

Uma ótima forma de entender bem como deve ser uma relação é com o seguinte exemplo: O namoro é como um cavalo e seu cavaleiro. Uma hora devemos ser o cavalo e abrir mão de determinadas coisas, assim como também ter a oportunidade de ser o cavaleiro. Só que a maioria das pessoas só querem comandar, ainda mais quando sentem que a outra pessoa é passional.

Ultimamente também tenho saído tão pouco para ferver nas baladas, e prefiro assim como você, ficar em casa assistindo um filme ou me encontrando com amigos para programas mais lights. Balada sempre cansa minha paciência, porque é sempre a mesma coisa. Pior: Também não curto muito essa ‘cultura do fast foda’ que reina na comunidade gay. Poxa, não quero sair por ai transando enlouquecidamente. Sem falar que é sempre a mesma coisa quando nos encontramos com caras oriundos da internet: De onde tc??? Tem foto??? Ativo ou Passivo??? Mora sozinho??? Qual o tamanho do seu pau???

Isso me cansa, e quando o cara começa com toda essa baboseira, já perco o tesão de conhece-lo pessoalmente. Não que eu seja hipócrita, mas não estou em busca de sexo rápido e fácil. Também procuro um relacionamento com alguém que vale a pena.

Não mude a forma de pensar, continue se respeitando. O problema não é você, mas a forma com as pessoas com quem se relaciona interpretam o mundo e o amor. Nunca perca a esperança de encontrar um amor, uma hora Deus há de olhar por nós e aproximar a pessoa certa.

Ou clique AQUI