Posts com Tag ‘doqgg’

Olá, garotos! Tenho uma perguntinha para vcs. Conheci um garoto bem legal (interessante e bonito) na balada. Rolou uma pegação básica (ótimo beijo), e descobrimos que somos da mesma universidade, apenas de cursos diferentes, mas temos alguns amigos em comum.

Daí que o convidei pra ir no cinema, mas ele quer que esses amigos (que inclusive estavam na balada) vão também. Juro que não entendi. O bom de programar um encontro não é estar só com a outra pessoa? Me pergunto se isso não tem a ver com idade (já estou quase formando, 22 anos; ele, calouro, deve ter 18) e talvez uma insegurança, sei lá. Vcs já passaram por algo parecido?? Que que vcs acham?

Three is a crowd, Rio de Janeiro

Peagá Peñalvez responde:

Olá querido, realmente quando se marca um segundo encontro o que você menos quer é que um grupo de amigos vá juntos.

Um ex-namorado me disse em nosso segundo encontro: Esse é encontro é mais importante que o primeiro, porque será nesse que iremos realmente começar a nos conhecer. Ele tinha razão, porque quando nos conhecemos não conversamos sobre diversos assuntos, que no segundo realmente tocamos. Depois de um tempo começamos a namorar.

Sinceramente não há nenhuma relação com idade, pode apostar. Inclusive, a diferença entre vocês é tão pequena, 4 anos não são nada. Sobre você ser um formando, isso não tem influência nenhuma.

Duas possibilidades:

1 – Ele ficou com você, curtiu mas não se interessou em continuar algo. Foi bom? Foi, mas ele talvez não esteja em uma fase para se prender a ninguém. Como têm amigos em comum, resolveu continuar tudo como uma amizade, o que também é bem válido. Já fiquei com carinhas e depois nos tornamos amigos. Super normal.

2- Ele curtiu muito. Quer tentar algo, porém é tímido demais para sair com você sozinho e resolveu se escorar nos amigos em comum da faculdade para se sentir mais seguro caso fique aquele silêncio. Cabe a você então, deixar o carinha mais sossegado e investir também.

Se você curtiu MESMO o cara, invista nele. Use sua experiência de como se sentiu quando tinha 18 anos e saia com os caras. Se coloque no lugar dele e faça tudo aquilo que achar correto.

Boa Sorte e um grande beijo.

Ou clique AQUI

Eduardo [Rodrigo Andrade] assumiu ontem para a amiga Alice [Paloma Bernardi] que sente atração por homens, e recebe grande apoio da amiga.

Logo depois, a novela mostra uma cena onde Xicão [Wendell Bendelack] conta para dona do quiosque gay Sueli [Louise Cardoso] que um amigo sofreu agressões por ser gay: ‘Mandíbula fraturada, três dentes quebrados, cheio de hematoma, escapou de traumatismo craniano por pouco. Meu amigo tava saindo de um bar, sozinho, apareceu um grupo de pitboys, do nada, eles saíram batendo no cara, uma covardia! Ele podia ter morrido‘.

Assista a cena em que Eduardo sai do armário:

“Meu tio sempre foi independente, um dia ele foi morar no Apê com um amigo. Ao mostrar o lar para a família as pessoas observaram que só tinha uma cama e desconfiaram. Fez diversos concursos e teve que mudar para várias cidades e o amigo sempre junto. Eles têm uma cachorrinha e a tratam aos mimos, como uma filha.

Mas a questão é que eu tenho duvidas de como é viver com um homem, ter uma relação seria, estar casado sabe? E ainda acho que ser gay seja uma fase e que meu futuro é aquele comercial de margarina, mas não quero viver pros outros e sim pra mim. Acho que ele seria uma boa pessoa pra conversar, já que quer o meu bem. Mas ele nunca falou do relacionamento dele pra família. Será que eu devo perguntar sobre isso a ele e depois dizer que sou gay também? Ele está vindo passar o réveillon conosco.”

PS: SOU TEU FÃ LÊ!

Abraços.

Marcelo Luan

)))Leandro Madness Responde:

)))Ai que riqueza! Eu tenho um fã! Depois te mando aquele dinheiro mensal que combinamos pra vc me mandar e-mails dizendo que é meu fã. (Brinks).

)))Marcelo, é normal que seu tio não tenha assumido pra família e preferido viver na “discrição”. Ele no mínimo pensa que a esta altura a família inteira já se tocou, mas não fala sobre o assunto na presença dele.

Se você tem intimidade com ele, se é teu amigo, confidente, abra o jogo, mas não comente sobre a vida dele. Peça conselhos sobre a sua. E assim dará espaço pra ele comentar sobre o cotidiano dele com o marido e a cadelinha rica, se ele quiser.

Tanto faz se sua família será como num comercial de Margarina! O que importa é lambusar a baguete! (Com os devidos cuidados)

No mais, pelo que entendi você acha que sua sexualidade está numa fase gay e não se vê casado com um homem, é isso?

Olha. Que eu saiba ser gay não é coisa passageira. Se fosse assim, eu já teria abandonado essa vida e virado HT, por opção.

Mas você é dono da sua vida, tem todo direito de experimentar transar com homens e mulheres. Desde que se cuide (use camisinha) e que não iluda, nem engane ninguém… Ta valendo.

Pelo que sei você é novinho, então ainda tem muito chão pela frente… Ao invés de ficar imaginando se sua vida será como um comercial de margarina Hétero, ou gay, VIVA o presente. Dê valor as experiências que vive HOJE.

Nada dura pra sempre, por isso é preciso aproveitar. Não se apegue a conceitos construídos pela sociedade.

Se você sente atração por homens e não curte mulheres, é gay. Mas é mais do que isso, é um ser humano. E não deve esquentar a cabeça com isso de se preocupar se sua família será constituída por um outro homem e um cachorrinho mimado, ou por mulher, filhos, papagaios, peixes dourados e cachorros…

Boa sorte.

Bjuxxx,
L^^e!))).

Ou clique AQUI

Publicação homofóbica (parte 2)

Publicado: 03/11/2010 por @peagapenalvez em gay
Tags:, , , ,

Pela segunda vez, jornal homofóbico de Uganda publica lista com nomes e fotos de homossexuais


UGANDA – Pela segunda vez, o tabloide Rolling Stone, de Uganda, publica uma lista de nomes, fotos e endereços de homossexuais para serem perseguidos naquele país. Mais Rostos de Homossexuais Expostos, diz a manchete do tabloide, com o subtítulo Homens de Vergonha Parte II.

No último dia 09 de outubro, o jornal havia publicado fotos e endereços de 100 Figuras Homossexuais Ugandesas, conclamando ao povo que os enforcassem. Na publicação deste mês, o tabloide diz, entre outras coisas, que “a homossexualidade aumenta os casos de HIV/Aids, gonorreia e sífilis”.

As imagens foram capturadas de sites de relacionamento e o jornal diz que o “alvo” destes anúncios são as crianças. “Os homossexuais dizem que pretendem fazer amor com interessados homens, pelo menos, abaixo da idade de 99 anos. Isto implica que os reformados até 90 anos de idade são bem-vindas para o sexo”, diz o texto.

Em nome das crianças – De acordo com a publicação, os homossexuais de Uganda pretendem “recrutar 1 milhão de crianças para a homossexualidade até 2012”. Por sua vez, a matéria coloca os gays como tarados sadomasoquistas. “A homossexualidade envolve “fisting” onde enfia a mão no reto e pode acabar por destrui-lo, causando ferimentos fatais, inflamação e transmissão do HIV”, diz o texto.

Leia o texto na íntegra AQUI.

Fonte: MundoMais

Peagá Peñalvez comenta:

Não sei se vocês lembram, mas a algum tempo publicamos aqui em nosso site uma matéria falando sobre este mesmo jornal, que publicou o nome de 100 gays de Uganda, e muitos deles tiveram de sair de suas casas para não serem mortos.

O que não entendo é como a ONU não faz nada quanto a isso. PelAmorDiDeus, alguma coisa tem que ser feita antes que pessoas sejam mortas. O mais terrível é eles dizerem na matérias que “recrutamos” crianças, para que elas sejam “ensinadas” a serem gays. Tenha a santa paciência, como assim jornaleco de quinta???

Estão ensinando a população de Uganda a ODIAR os gays, e vocês podem certeza que desta matéria muitos frutos ruins ainda vão surgir, não apenas para agora, mas futuramente. Por isso tem que acabar com esta palhaçada toda AGORA.

Organizada por duas associações de moradores, 1ª Parada Gay da Rocinha reuniu 50 mil pessoas neste domingo

RIO DE JANEIRO – A 1ª Parada Gay da Rocinha aconteceu na tarde de domingo, 24. A manifestação reuniu 50 mil pessoas e foi organizada pelas duas associações de moradores do local, a União Pró-Melhoramentos dos Moradores da Rocinha (UPMMR) e Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Barcellos (Amabb).

A manifestação foi animada apenas por um caminhão de som. A madrinha da parada da Rocinha foi a drag Suzy Brasil. Já a rainha foi a Mulher Maçã, e o posto de princesa coube ao bailarino Lacraia. Música eletrônica e funk deram o tom da festa.

Fonte: MundoMais

Peagá Peñalvez comenta:

Ficamos felizes em saber que há mais um local que organizar uma Parada Gay!!! Parabéns às duas associações que devem ter batalhado muito para realizar esta Parada, que esperamos ser a primeira de muitas!!!

É importante concientizar as pessoas sobre a homossexualidade, quem sabe assim um dia não haverá mais preconceito???

Este é um grande exemplo para todas as comunidades do Brasil!!!

Pegar mulher??? Sai de mim!!!

Publicado: 30/08/2010 por @peagapenalvez em gay
Tags:, , , , , , ,

Oi pessoal! Bem, não faz muito tempo eu mandei uma perguntinha para vocês, mas novamente preciso de ajuda. Não sei se vocês vão lembrar, eu sou o garoto de 20 anos do Rio de Janeiro que namora o de 25 de Brasília, eu tinha pedido ajuda sobre o meu namorado que estava com receios de transar comigo. Enfim, esse e-mail não tem nada com isso.

O problema agora é com meu pai. Para resumir a história, eu tive uma briga muito feia com ele e ele disse que ia me tirar da faculdade e me prender em casa pra eu não ir para o estágio. Nessa hora eu estava na casa da minha avó, porquê é mais perto da faculdade (ela sabe que eu sou gay e me aceita muito bem). Depois dessa briga eu entrei em desespero e ia fugir pra morar com meu namorado em Brasília. Arrumei as malas, comprei passagem e meu namorado até arrumou emprego pra mim lá, isso tudo em uma noite, já estava tudo certo e eu ia no dia seguinte. Bem, eu não podia simplesmente desaparecer, então de manhã eu chamei minha mãe para conversar e contei tudo pra ela. Contei pra ela que sou gay, contei que não aguentava mais meu pai e contei que ia embora.

Quando eu não estava perto, ela ligou para o meu pai, e ele foi até lá, minha mãe contou pra ele e brigamos muito. Eu e meu pai gritando um com o outro. Depois que passou a briga, ele disse que não estava com raiva porque eu era gay, mas sim porque eu estava disposto a largar tudo, minha família e faculdade e trabalho. Disse que ele e minha mãe me amavam de qualquer jeito, não importava o que eu fosse. Até aqui tudo bem, continuei na faculdade e no estágio, ele me trata normalmente e minha mãe me trata até mais carinhosamente. O problema é que meu pai quer que eu mude, ele quer que eu termine com meu namorado e que eu tente ficar com uma garota, mas eu já sei que não gosto de mulher. Não sei como falar isso pra ele, ele não quer me escutar quando eu tento dizer que não vou e nem quero mudar. Como eu falo isso pra ele?

Muitos beijos para todos, são todos lindos, por fora e por dentro, por ajudarem pessoas como eu, que não tem a quem recorrer.

Pedro, 20 anos, Rio de Janeiro

Peagá Peñalvez responde:

Olá Pedro, ficamos felizes quando nossos leitores nos mandam mais de uma pergunta, isso mostra que acertamos na outra, né???

Para alguns pais é complicado aceitar a homossexualidade dos filhos. Alguns fazem como o seu pai que quer que você fique com uma mulher para “testar”, porém quando temos a certeza de nossa sexualidade, não adianta tentar fazer algo que é contra a sua natureza. O importante é tentar explicar para ele que isso é contra a sua natureza.

As vezes quando alguém me pergunta como é ser gay, ser homem e gostar de outro homem, eu falo o seguinte: “É a mesma coisa que ser hetero. O mesmo sentimento que você sente por pessoas do outro sexo, eu sinto por pessoas do mesmo sexo. Igual a você, os mesmos sentimentos”. Dê o seguinte exemplo para o seu pai: “Imagina pai se eu forçasse você a ficar com um homem. Como você se sentiria”??? Acredito que se ele pensar, e se colocar no seu lugar ele vai entender que forçar você a ficar com uma mulher não vai resolver o seu problema e, além do mais, vai te deixar triste.

Os pais nos querem ver felizes. Para cada pessoa, a felicidade é uma coisa, é mostrar para o seu pai que a sua felicidade é apenas diferente da dele.

Beijo e espero ter ajudado!!!

Ou clique AQUI