Posts com Tag ‘direitos humanos’

Atriz Sally Field fala sobre seu filho gay

A atriz Sally Field ficou conhecida conhecida por seus inúmeros papéis em filmes e séries, e agora vem a público falar sobre sua experiência de ser mãe de Sam, seu filho gay.

Orgulhosa, foi ao jantar da campanha de Direitos Humanos com seu filho e falou o quanto é inaceitável que mães e pais coloquem seus filhos pra fora de casa ou de seus corações por serem gays e completa em um lindo agradecimento: ‘Vocês todos têm lutado por meu filho, de uma forma como se vocês fossem um dos pais. Vocês mudaram e mudam a vida de meninos e meninas com seus trabalhos‘.

Sally apoio muito Sam durante sua jornada para sair do armário e ser feliz. Esse é o papel fundamental de uma mãe, apoiar seu filho no caminho que ele precisa seguir para se tornar um adulto saudável não apenas fisicamente, mas emocionalmente.

É quando chegam relatos de gays e lésbicas que sofrem abusos em casa por parte de seus pais. O que me deixa mais feliz é que há um aumento significativo nos contatos que recebemos de mães e pais que buscam mais informações sobre a homossexualidade de seus filhos e isso me alegra, porque o intuito de nosso blogay também é informá-los.

Assista Sally Field falando sobre o assunto: [Em inglês]

Foto: AllOut

Sergey  Kondrashov, hetero, casado há 16 anos, foi preso na Rússia por defender a amiga lésbica usando um cartaz como forma de protesto em São Petesburgo [segunda maior cidade do país] com os seguintes dizeres: ‘Uma querida amiga é lésbica.A minha esposa e eu a amamos e a respeitamos,e a família dela é exatamente igual a nossa‘.

Isso tudo se deve a legislação russa, que impede qualquer tipo de manifestação sobre a homossexualidade, porque afirma que ser ‘propaganda gay‘. Tanto que as autoridades do país buscam ampliar ainda mais a liberdade de expressão para os LGBTs.

Quase a mesma coisa que o nosso dePUTAdo Jair Homofóbico Bolsonaro fala sobre o kit anti homofobia aqui no Brasil. Os russo alegam que é uma forma de defender as crianças de qualquer tipo de influência, mas esquecem [não sabem ou fingem não saber] que a homossexualidade faz parte da pessoa e não pode ser adquirida ou ensinado.

O ápice do problema será se a lei for aprovada pelo DUMA [Corpo Legislativo Federal] tornando esse abuso algo nacional, ferindo diversos tratados internacionais de direitos humanos que a Rússia assinou.

O Ouvidor de Direitos Humanos da Rússia e o Conselho Presidencial de Direitos Humanos luta para que essa lei não seja aprovada, e cada vez mais pessoas estão levantando sua voz para dizer a Rússia como esta lei é uma violação descarada dos direitos humanos. Ela está sendo contestada nos tribunais, e está perdendo popularidade, pois remete a uma parte obscura da nossa história, quando as pessoas foram silenciadas – ou pior – foram impedidas de falar o que pensavam.

Quer ajudar??? Basta assinar esse abaixo assinado: 

Por Peagá Peñalvez

Conferência Estadual LGBT

A II Conferência Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais acontecerá nos dias 28, 29 e 30 de outubro, o tema debatido será: Por um Estado sem discriminação: Respeito à cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais’, algo que realmente precisamos não apenas no estado de São Paulo, mas em todo país. Confira a lista dos selecionados para o debate AQUI.

Diversos outras discussões e debates ocorreram em diversas localidades, como: Santos, Ribeirão Preto, Taubaté, São José do Rio Preto, Piracicaba, Bauru e, claro, São Paulo. Entre as propostas sistematizadas nos encontros regionais, destacam-se: a garantia do tratamento pelo pré-nome social de travestis e transexuais; a promoção da Lei Estadual 10.948, que prevê a penalização à prática de discriminação em razão de orientação sexual, e outros instrumentos normativos; o apoio a eventos culturais, como passeatas LGBT; a garantia de direitos em uniões homoafetivas em consonância com as uniões heterossexuais

De acordo com o Censo de 2010, São Paulo é o estado com mais casais homo afetivos, 16872 [sem falar aqueles que não falam abertamente, né???] e realmente precisamos discutir tais assuntos, levando em conta a quantidade de agressões homofóbicas na cidade de São Paulo ainda falta muito a conquistar.

Desde o ano de 2011 foram 50 processos por discriminação homofóbica. Outro canal de denúncia, o Disque Direitos Humanos [DISQUE 100], registrou 134 ocorrências de homofobia no Estado de São Paulo entre janeiro e setembro deste ano.

Integram a comissão organizadora o Fórum Paulista LGBT, o Fórum Paulista de Travestis e Transexuais, o Fórum Paulista da Juventude e a Conexão Paulista LGBT, além de outras instituições como OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil), CRP-SP (Conselho Regional de Psicologia) e Condepe (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana).

A união faz a força. Precismos realmente nos unir e deixar de nos preocupar apenas com as futilidades de sempre e ajudar a avançar na luta por nossos direitos. Aguardamos apenas o aval para o credenciamento de nosso blog para participar do debate.

|Serviço|

II Conferência Estadual LGBT
|Data| 28, 29 e 30 de outubro, a partir das 8h
|Local| Novo Hotel Jaraguá – Rua Martins Fontes, nº 71 – Centro

|PROGRAMAÇÃO|

28/10 Sexta-feira 
15h Abertura do credenciamento para delegadas/os, convidadas/os e observadores 
18h Abertura Oficial 
19h30 Palestra Magna com a Profª. Drª Debora Diniz da Universidade de Brasília 
20h30 Show com a cantora Fabiana Cozza 
22h Jantar 

29/10 SÁBADO 
8h Credenciamento 
10h Credenciamento de eventuais vagas remanescentes 
9h às 12h30 Leitura e aprovação Regimento Interno 
12h30 Almoço 
14h Grupos de trabalho (07 eixos) 
16h Café 
16h às 19h Grupos de Trabalho 
19h30 Jantar 

30/10 DOMINGO 
9h Eleição para delegadas/delegados para a Conferência Nacional 
13h Almoço 
14h Plenária para aprovação e encaminhamento das propostas 
18h Referendo em Plenária das Delegadas/os para Conferência Nacional 
19h30 Encerramento da II Conferência Estadual LGBT 
19h às 21h00 Jantar 

Homofobia em Uganda

Publicado: 21/10/2010 por @peagapenalvez em sexo, Sexualidade
Tags:, , , , ,

Tabloide de Uganda publica nomes, fotos e endereços de cem homossexuais e um pedido: “Enforquem-nos!”

Não serve nem para limpar a bunda este jornal!!!

UGANDA – O tabloide Rolling Stone, que circula em Kampala – capital de Uganda – foi denunciado pelo presidente das Minorias Sexuais do Uganda (MSU) Frank Mugisha por desrespeito aos direitos humanos. O tabloide publicou, no último dia 09, uma lista com cem nomes, fotos e endereços de homossexuais.

Com o título 100 figuras homossexuais Ugandesas, a lista era clara com a homofobia: “Enforquem-nos!”, dizia. Após a circulação do periódico, pelo menos quatro pessoas da lista foram agredidas. Outras pessoas listadas tiveram que se esconder em outros endereços para não serem atacadas.

Além de expor os cem homossexuais, o tabloide diz que a homossexualidade é “uma doença desconhecida, mas mortal, está a afetar os homossexuais no Uganda e estes, fazem incursões nas escolas, na tentativa de recrutar um milhão de crianças”.

Leia a matéria na íntegra AQUI.

Fonte: MundoMais

Peagá Peñalvez comenta:

Como assim??? Ainda to passado em ler esta matéria!!! O papel de um veiculo de comunicação é ESCLARECER a população de assuntos diversos, mostrar as notícias do país e por ai vai… mas publicar este tipo de informações é além de tudo DESUMANO!!!

Poxa, já tem gente que foi agredida, e tantas outras tiveram de se mudar para não serem agredidas ou algo pior, cade as autoridades deste país para dar um jeito nisso??? Cade os Direitos Humanos nesta hora??? Estão defendendo os presos nas cadeias por maus tratos ao invés de proteger gente de bem que é usurpada em seus direitos!!!