Posts com Tag ‘Claudio Nanti’

Vexame on the Dance Floor

Hoje rola a festa mais badalo de São Paulo, Vexame on the Dance Floor no Code Club em São Paulo. Nem preciso dizer que sou fã da festa e adoro as produções do Claudio Nanti, um dos caras mais badalados, carismáticos e profissionais que conheço no universo gay.

No line up o som bapho do Wandy Telles, residente da festa e ainda tem os DJs Alexx Berrios, Jr Loppez, e Montino Acosta, e para alegrar ainda mais a festa: pole dance, Labirinto, Open-Air, Gogo-Dancers, e a Kombi mais famosa da cidade!

Recebendo o povo na porta, a hostess que mais amo, Dani Glamourosa, que inclusive já foi matéria aqui no blog quando falamos sobre mulher bicha. E ela não estará sozinha, Jota Luciano, o lindo, gostoso e querido também receberá a todos com seu sorriso e simpatia.

Vexame on the dance Floor

Na Hora do Vexame, Claudio Nanti escolhe a bee mais vexaminosa, que ganhará uma camiseta exclusiva da festa, boné e CD. Quem estiver com uma camiseta da Vexame pode entrar no Camarote, mas se você não tem e quiser comprar, basta se jogar aqui na Loja Da Pinta!

Vai pagar quanto?
VIP OO até 01h00 com nome na lista. Cadastre-se pelos sites: Vexame SuperFestas e Code Club.

| SERVIÇO | VEXAME ON THE DANCE FLOOR
| ONDE | CONDE CLUB – Av. Prof. Francisco Morato, 3507 – São Paulo
| QUANDO | 24 de agosto
| GRUPO | FANPAGE \ TWITTER

Tá afim de começar a ferver agora mesmo? Que tal o novo set do Wandy? Só clicar aqui e se jogar, bee!

Vexame on the dance floor

Sempre falamos da festa mais babado e confusão de São Paulo aqui no blog, a Vexame On The Dancefloor, que terá uma edição em Mogi das Cruzes hoje, às 23h na Super Star!!

No lineup os Djs Wandy Telles (Res. Vexame), Eduardo Brava (Res. Super Star) e o Dj Teen Kaio Charles. Pra completar vai rolar a Hora do Vexame, aquele momento gostoso que quem der mais vexame ganha Camiseta + CD Exclusivo da festa. E tem mais, Special Performance da absurda Robytt Moon e muitas surpresas estão reservadas para este fervo digno!

Tá afim de entrar na lista de desconto??? Cadastre os nomes completos clicando aqui.

Por Peagá Peñalvez

 It’s Friday, Friday... como diria Rebecca Black, por isso você tem as melhores dicas do que rolará no fim de semana aqui no DQOGG.

Em especial gostaria de indicar a festa VEXAME Edição Matiné, do meu querido amigo Claudio Nanti e do foférrimo Wandy Telles, uma festa onde o carão que vemos em outros lugares é deixado de lado e dá lugar a diversão.

No line up, Wandy Telles, Gui Montilares, Ricardo Rosa e Maclaud Castro, deixando a festa animada com cada música.

O agito começa logo na porta com Ivan Hot e a queridíssima Glamurosaaaa recebendo as bees, sempre com muita alegria.

Nos vemos no fervo.

|SERVIÇO| Vexame on the Dance Floor

|Data| 26 de novembro | 16h
|LOCAL| Bubba | Rua Henrique Schaumann, 794

Ola meninos,tudo bom?

Como vocês sabem me assumi faz dois meses, minhas duas irmãs me aceitaram de boa, meu pai depois de alguns dias ficou meio depressivo e até chorou falando para minha irmã mais velha que tudo era sua culpa e minha mãe está meio relutante, fica ressaltando toda hora que me ama pelo homem que sou.

Pensei que depois que me assumisse os “fantasmas” do auto preconceito que rondaram minha mente durante esses anos desapareceriam, só que ocorreu o oposto, ficaram mais fortes, depois de duas semnas que me assumi entrei numa crise depressiva. Não tinha um dia que não chorasse, ocorreu o mesmo quando me assumi para uma amiga de infância

O fato é que fico me questionando se serei feliz sendo gay,eu sei que não existe um guia que diz:”siga-o e aprenda como se auto aceitar”,mas que dica vocês me dão para me ajudar?Outra duvida,vocês acham possível mudar a posição exercida em uma relação homossexual,pois mesmo sendo virgem creio que sou passivo e com a doença que eu tenho [um problema intestinal] fica fora de cogitação exercer tal função. O que fazer? Beijos

Carloz, Via E-mail

Claudio Nanti responde:

Antes de responder a sua pergunta eu gostaria que você refletisse sobre outras questões: Como você pode ter se assumido para sua família sem ter se aceitado

Afinal, chegar diante de seus pais e afirmar “Sou gay” é necessário que se tenha certeza daquilo que está se dizendo. Não é como dizer que prefere torta de morango ao invés de pudim de leite. É uma questão que antes de chegar a ter a coragem que você teve, foi preciso uma longa análise pessoal para chegar a esta conclusão. Correto?

Pois bem, acredito que você já tenha chegado a esta conclusão. Agora eu lhe pergunto: O que o levou a assumir-se para a família antes mesmo de sentir-se a vontade com o fato de “descobrir-se” gay?

Será que foi uma tentativa desesperada de encontrar um ponto onde apoiar-se para chegar a auto-aceitação? Será que você realmente se sente a vontade com o fato de ser gay? Parece que não! 

Estas perguntas são apenas diretrizes para que possamos chegar na raiz do problema. Perante a isto eu lhe faço outra pergunta: Por que não se aceitar?

Analise bem o mundo ao seu redor e você perceberá que não tem motivo para isso. Muitas pessoas enfrentam crises intensas de auto-aceitação e muitas delas não estão relacionadas a sexualidade. Infelizmente vivemos numa sociedade que a cada dia cria fórmulas para nos torturar cada vez mais. Mulheres que não se aceitam por se sentirem gordas ou muito magras, homens que não se aceitam

por serem muito baixos ou muito altos, pessoas que não aceitam por julgar-se pobres ou indignos de qualquer sorte nessa vida. Nos prendemos a valores que nos são impostos pelo mundo exterior, ao invés de buscarmos nosso crescimento de dentro pra fora. Dignidade e amor-próprio são itens fundamentais na formação humana, à partir daí é que criamos e formamos nosso caráter. São nestes pontos que você tem que buscar apoio para seguir em frente. 

Acreditar que os héteros são mais felizes que os gays, apenas pelo fato de fazerem parte do grupo considerado “normal” é um erro que cometemos. Conhece aquele ditado que diz que “a grama do vizinho é sempre mais verde”? Pois é bem por aí, mas nós não sabemos o trabalho que deu para mantê-la tão “aparentemente” mais verde. Além do mais, o que é normal para uns pode não ser para os outros.

Ser diferente dos outros não é motivo de vergonha, creio que seu maior obstáculo em auto aceitar-se seja o medo do que vem pela frente, esteja ciente que as dificuldades que a vida e o mundo nos reserva independem do que fazemos na cama, com homem e/ou mulher, seja como ativo ou passivo.

O primeiro passo para superar isso, e não se desesperar, viver um dia de cada de cada vez, sem desespero. Respire fundo, olhe-se no espelho e você vai perceber o ser humano incrível tem dentro de si, que está louco de vontade de conhecer o mundo que o espera lá fora de braços abertos.

Esteja pronto para este abraço, vá sem medo e jamais se envergonhe do que você é e do que você carrega dentro de si.

Acesse o blog do Claudio Nanti

Claudio Nanti é uma dos principais promoters e produtor de festas da cidade de São Paulo, é dele juntamente com o Luiz Netto as festas Selection Party e Vexame, que sempre vamos. Aliás, vocês lembram da entrevista que fiz com ele aqui??? relembre clicando AQUI.

Depois do sucesso absoluto da MEGA DAY PARTY que comemorou os 6 ANOS da SELECTION PARTY em 12 de Outubro, preparamos mais uma super day party, desta vez OPEN AIR!

Venha curtir uma tarde inesquecível!

LISTA VIP LIMITADA 
Para fazer parte de minha LISTA VIP (válida até 18h00), acesse:

CLIQUE AQUI
Lista VIP válida para Homens e Mulheres até 18h00. Após 18h00: R$ 35,00
(entrada) ou R$ 60,00 (consumo).

Assista o vídeo da galera fervendo pencas:


Não basta se divertir, tem que dar VEXAME! Mais do que um slogan, para muitos é um estilo de vida! Chegando em sua 8ª Edição a festa  mais polêmica de Sampa continua causando burburinho e surpreendendo o seu público fiel, que a cada edição abraça ainda maisa idéia de que “beber é uma arte, dar Vexame faz parte“.

VEXAME On The Dance-Floor reune uma galera doida mas super do bem, ligada em redes sociais e antenada no que há de mais divertido no quesito musical. Destaque para o Momento VEXAME, hora em que todos são convidados a dar VEXAME e aquele que der mais é premiado com CD da festa e/ou Camisetas.

Sua 8ª edição será realizada no próximo dia 29 de Outubro, SÁBADO, no Constantine Lounge, à partir das 23h00, sendo ainda toda focada ao Off-Carão, Off-Etiquetas ou qualquer outro tipo de rotulações. Lembrando que os 50 primeiros pagantes ganham uma CHUPETA (Já pensou besteira né? rs).

Comandando as pick-up´s os Djs:
PATRICK SANDIM (Special Guest), FELIPE MARQUES (Guest), WANDY TELLES (resid. Vexame) e ISAAC CAMILO (resid. Constantine).

Dando Vexame: CONVIDADA SURPRESA! [Adoro as surpresas do Claudio]

Camarote: TIC TAC PARTY  (Com eles o DESMANTELO está garantido)

Para te ajudar a dar Vexame: DOUBLE bons DRINK #Vexame | Gogo-Delicious-Dancers | Pole-Dance | Momento Vexame e outras surpresas

Recebendo o povo: Dani Glamourosa & Ivan Hot [ESSES LINDOS VEXAMINOSOS]

Vamos nos jogar JUNTOS na valeta???

Eike o VEXAME vai ser GERAL. Nesta Sexta, rola a 4ª edição da festa mais polêmica da cidade: VEXAME On The Dance-Floor! Afinal, Não basta se divertir, tem que dar VEXAME.

Tacando fogo no nas pikups o Dj PAULO PRINGLES (Special B-Day), Dj MAFIOSA (Set F.R.I.T.A), @EuSouRyca (Trash/Pop) & Dj ISAAC CAMILO (Constantine).

Que mais?

DOUBLE bons DRINK Vexame| GOGO-DANCERS | POLE-DANCE
Caricatices by Stefany Di Bourbon & Cicety Caroline.
Muita perturbação e como sempre, surpresinhas!

Colocando a fila em “ordem alfabética: Kátia Miranda & Dani Glamourosa

.:: Lista VIP OO ::.
Organize sua caravana e se joga na LISTA válida para homens, mulheres, cachorro, gato, sogra, cunhado, amigo, inimigo, torneiro mecânico, maquinista, anão, gigantes… enfim, TODO MUNDO É BEM-VINDO NESSE FERVO! Cadastre-se: CLICANDO AQUI (Lista disponível na entrada até 01h00 | Após esse horário a gente faz um bem bolado)

Prefere fazer a RYCA?
Lista da “RYCA”: R$ 20 entrada ou R$ 40 consumo! Envie os nomes para: lista.vexame@gmail.com
(Os 100 primeiros que “fizerem a Ryca” ganham 01 PAÇOCA)

Assista ao vídeo da festa:

Peagá Entrevista Claudio Nanti

Publicado: 27/02/2011 por @peagapenalvez em Diversão
Tags:, , , , , , , ,

Claudio Nanti é uma grande personalidade na noite paulistana, ex-promoter e atual produtor de festas, está nessa vida faz um bom tempo, alcançando SUCESSO atrás de SUCESSO.

Uma das figuras da noite gay que eu mais gosto. Nem sei há quanto tempo nos conhecemos, só sei que faz muuuuuuito tempo.

Como você começou a trabalhar com a noite LGBT?
Foi em 1.999, tudo foi muito por acaso, comecei dando uma força pra um amigo meu que divulgava a MAD QUEEN lá no autorama, o Daniel Martins, você deve lembrar dele né? ( risos ) Pois então, ele acabou curtindo o jeito despojado com que eu falava com as pessoas e me colocou pra divulgar oficialmente a balada. A data oficial é 07 de Setembro de 1.999. Não me esquecerei nunca desse dia ( risos ).

Você é um dos mais antigos promoters de São Paulo, e consequentemente o mais conhecido. Como é lidar com essa popularidade? São festas todos os dias da semana?
Não sei dizer se sou o mais conhecido, pois ainda temos aí no mercado o Cássio Sampaio e, é claro, o Roví, mas acredito que a grande diferença entre nós 3 é que faço questão de sempre manter contato direto com o público, acredito que só assim eu poderei saber exatamente o que as pessoas querem e procuram no que diz respeito a baladas. E além do mais, meu foco agora é deixar de ser um promoter para me tornar um Produtor de Festas, pois existe diferença entre um e outro sim ( risos ). Quanto a popularidade, bem, tem seus prós e contras, os prós é receber o carinho das pessoas sempre. O “contra” é o público achar que eu vivo em constante clima de festa, o que não é verdade. Também tenho minhas crises de depressão, também acordo de mal humor, tem dias que não quero ver ninguém… etc etc. Mas por respeito as pessoas que prestigiam o meu trabalho, me predisponho a sempre responder com alegria, simpatia e carinho a todos, SEM DISTINÇÃO.
Quanto a festas todos os dias, nem me jogo tanto quanto antes, dificilmente vou a uma balada pra me divertir, se me encontrar em uma balada, com certeza é para avaliar algo. Seja o set de um Dj, o público, como é o funcionamento do bar, o atendimento, a rotatividade das pessoas, que horas a galera começa a dispersar, enfim, vários pontos e detalhes que devem ser observados numa balada que muitas vezes a passam desapercebidas por muitas pessoas e até mesmo outros produtores.

Fiquei sabendo que você vai tirar uma férias de uma semana. Podemos saber para onde vai?
Ah foi uma delícia! Passei 07 dias completamente OFFLINE de tudo e de todos. Não acessei internet, não ouvi música, não assisti televisão enfim, fora de tudo. Para mim foi como um “retiro espiritual ( risos ). Agora, onde eu me escondi é segredo ( risos ).

Quais as casas noturnas que você já trabalhou?
Eita, muitas mesmos, entre casas noturnas e label parties (festas) foram mais de 35. Dá uma olhadinha na lista completa ( risos )

CASAS NOTURNAS que eu já promovi: Mad Queen, Camaleão litoral, E.MALE Club, MASSIVO, ULTRALOUNGE,  Level Club, Puerto Livre, G Club, Redj, Bubu Lounge, Sogo Mix Club, Freak Club, Shelter Club, MAIS Club, Shoock Lounge, FIFTH Club, REVERT @ Aloca Club, ULTRA Diesel, Cantho Club e Flexx Club.

FESTAS que já promoví: Carnaval do Basfond, HYST3RIA @ Ultralounge, SUMMER POOL PARTY, CLUB COOL,  MONDAY PARTY,, After-Hour * UltraDiesel, MEGGA Flexx, Carnaval É MARA @ FLEX, CANDY Party, JUNGLE Party, I love RIO @ Flexx Club, MONDAY PARTY, CODE After @ Code Club, EJECT @ Nefertitti e LE BLANC.

Você tem uma festa em sociedade com o Luiz Netto, que também é um grande produtor de festas. Como vocês se conheceram? Como surgiu a idéia da Selection Party?
Eu e o Luiz Netto nos conhecemos na FREAK Club, onde ambos éramos divulgadores. Aos poucos fomos nos aproximando, demorou um pouco porque eu morria de preguiça dele ( risos ). A Selection Party já tinha um ano de vida, e ele que idealizou a festa, inclusive a festa do 1º ano de vida do selo foi na Freak, e foi a primeira Selection Party que eu promoví.

Com o tempo fomos nos tornando mais que colegas de trabalho, ou patrão e empregado, já que por 3 anos seguintes eu fui contratado por ele para promover/divulgar a Selection Party que um tempo depois passou a ser também assinado pelo Eddy Bebiano. Com o falecimento dele, o Luiz Netto passou mais um tempo assinando sozinho, e apenas em 2009 eu comecei a ter uma porcentagem na festa que foi aumentando conforme meu trabalho dava resultados. Até que na 2ª edição de 2009 realizada no Club ICE, foi oficializada a sociedade e eu passei também a assinar os flyers como “convida”.

À partir daí a Selection passou por várias reformulações no seu formato, a principal delas foi que não teríamos mais “temas” e sim “conceitos de festas”, como por exemplo o “Feel The Vibe”. A festa cresceu e hoje é o que é. Acredito que a sociedade Luiz Netto & Cláudio Nanti é um círculo que se completa, ele atinge uma tipo especifico de público eu atinjo outro e assim os 2 agregam cada um a sua maneira para que a engrenagem funcione.

O que é a Selection Party?
A Selection Party é uma label party ( selo de festas ) itinerante, ou seja, não tem local fixo para acontecer, ela já passou e vai passar por diversas casas noturnas de São Paulo. Ela não procura atingir um público especifico em si, nós buscamos sim com a festa levar diversão e a melhor vibe para quem estiver disposto a sentir. Cada edição é cuidadosamente pensada para atiçar determinadas reações do público, e esse trabalho gira em torno de tudo: flyer, lineup, show, local da festa, decoração etc. Até porque, tanto pra mim quanto para o Luiz Netto produzir uma festa vai além de pegar um local, colocar um dj de casa noturna conhecida e um flyer com um boy semi-nu. Ser produtor é muito mais que isso.

Para mim a Selection Party é a realização de um sonho. Por anos desejei fazer as coisas jeito que eu acreditava ser o correto, pois vi muitas casas noturnas e produtores fazendo festas e noites cada vez mais erradas, pensando apenas no lucro ou até mesmo no seu gosto musical. Desculpa, não é assim que funciona, fazemos festa para o público e para nós. Minha maior preocupação sempre é e sempre será agradar e tratar cada vez melhor o público que prestigia a Selection Party. Afinal, é ele que sustenta a empresa Selection Party, que possui pessoas que dependem dela ( djs, promoters, divulgadores, gogo-dancers, designers, e todo o staff que está sempre ao nosso lado.) portanto, respeito é o primeiro item que eu e o Luiz Netto levamos em conta ao criar um nova edição.

Há pouco tempo o dono de uma casa noturna que você trabalhou barrou a sua entrada na mesma. Conte-nos o que aconteceu.
Ah, este é um assunto que eu gostaria de esquecer pois fiquei bastante chateado com a proporção que as coisas tomaram. Minha intensão nunca foi prejudicar ninguém ou casa alguma, acredito que cada um direito ao seu espaço. E não acho que as pessoas deveriam deixar de frequentar a Flexx Club só porque não estou mais lá, cada um deve ir onde se senti bem recebido ou onde acha que a vibe é melhor. A escolha sempre deve ficar a critério do público.

De quais outro projetos você participa? Tem algum projeto futuro em mente?
Como minha intensão é ser cada vez menos promoter e cada vez mais produtor, atualmente me dedico a promover a TOTS, matinê da Bubu lounge que é uma noite que eu adoro pois me sinto em casa e principalmente à SELECTION Party que no ano de 2011 se torna um GRUPO que administra vários outros projetos, como o TWIST After, a 2gether e outros que estão por vir.

Quanto a projetos futuros, bem, solidificar ainda mais a marca Selection Party é o principal deles, para que daqui a 2 ou 3 anos eu possa finalmente me aposentar, afinal, já são quase 12 anos nessa vida ( risos ).

Já pensou em organizar Pool Parties?
Já pensei sim, mas este tipo de festa demanda um imenso investimento financeiro pois o produtor tem que entrar com absolutamente tudo. Equipamento de som, iluminação, infra-estrutura total. E para mim, atualmente o mercado da cena gls não está tão garantido assim para que se invista altos valores em uma Pool Party. Não acho que seja a hora para Pool Parties. Me contendo produzindo edições Day Parties da Selection ( risos ).

Responda. Do Que Os Gays Gostam?
Os Gays gostam de serem tratados com o respeito, a consideração e o carinho que todo ser humano merece. Os Gays gostam de tudo que denote alegria e bem estar. Os Gays gostam de se sentirem amados e queridos, pois acredito que amam com muito mais intensidade que os outros e merecem receber o mesmo. Tudo na vida tem que ser recíproco e respeito a nossa condição sexual é o principal no que diz respeito a reciprocidade.

Leia mais sobre o Claudio Nanti AQUI em seu blog. Sigam NOW @claudionanti