Posts com Tag ‘adolescentes’

Bullying Homofóbico - Do Que Os Gays Gostam

DENUNCIE ESSA COVARDIA!!!

Muito se fala em bullying nos dias atuais, mas alguns de nós passam por um problema um pouco mais complicado, o bullying homofóbico. Aí você pensa: ‘Poxa Peagá, mas bullying não é tudo igual???‘ Talvez, mas você já parou para pensar em alguns agravantes que os gays passam???

Muitos adolescentes sofrem bullying homofóbico em suas escolas. São chamados de ‘viadinho‘, ‘bichinha‘, ‘bichona‘ e seus derivados, e em muitos casos acontecem as agressões físicas, que agravam ainda mais o quadro de medo, baixa estima e problemas psicológicos.

Já adianto que não quero defender que sofremos mais com o bullying, mas que no caso de adolescentes gays, há problemas que muitas pessoas não param para pensar.

Adolescentes gays passam por um problema a mais no caso de agressões e ‘brincadeirinhas‘ de mau gosto. Muitos não são assumidos para família e amigos, e realmente não tem a quem recorrer nesses casos. Como chegar em casa e dizer para seus pais: ‘Mãe. Pai. Sou agredido na escola porque sou gay‘.

Se os héteros já tem medo/vergonha de dizer para os pais que sofrem bullying, imagina um adolescente gay que não é aceito pelo grupo e se sente diferente do resto da galera??? Não é fácil!!!

Pesquisas recentes, como o estudo Discriminação em razão da Orientação Sexual e da Identidade de Gênero na Europa, do Conselho da Europa, identificaram que como resultado do estigma e da discriminação na escola, jovens submetidos ao assédio homofóbico são mais propensos a abandonar os estudos. Também são mais predispostos a contemplar a automutilação, cometer suicídio e se engajar em atividades ou comportamentos que apresentam risco à saúde

As vezes paro e penso em como tive sorte por não passar por isso na escola. Publicamos alguns relatos aqui e leio em outros lugares. Realmente sofro junto com eles. Tento me colocar no lugar de cada um e imaginar o quanto se sentem sozinhos nessas horas. Quer saber??? Dói mesmo que não seja eu, imaginou neles.

Nosso blog é lido por muita gente, alguns estudantes [heteros inclusive] portanto, se você ver alguma caso de bullying [seja homofóbico ou não] vá na direção da unidade de ensino e fale. Vamos abrir a boca e tentar mudar esse quadro.

Em todo caso o e-mail do blog está aqui. Sei que não posso fazer muito, mas me disponibilizo a ajudar. Você sofre com bullying??? Mande um e-mail para nós que tentaremos te ajudar. Sei que não posso ir para o Oiapoque mas posso ajudar se for perto de São Paulo. Não custa pegar um ônibus e ir na sua escola para conversar um pouco sobre bullying com sua direção e alunos.

Richard Leon Finkbiner, 39 anos, morador de Indiana, EUA, foi preso sexta-feira passada. O Americano é acusado de coagir dois adolescentes de 14 anos a realizar sexo on line para ele, sob a ameaça de que postaria, em sites gays, os vídeos que  já tinha obtido secretamente de cada um dos garotos em momentos íntimos.

Mug shot de Finkbiner

Investigadores  tentam identificar centenas de possíveis vítimas cujas fotos foram encontradas no computador apreendido do acusado. As autoridades divulgaram o mug shot de Finkbiner na esperança de que isso ajude a fazer com que suas outras vítimas prestem queixa contra ele.

De acordo com o advogado do Estado americano, o acusado tinha em seu computador mais fotos de rapazes pelados do que de meninas, “Mr. Finkbiner preferia abordar rapazes entre os 14 e 16 anos de idade”, disse.

As acusações afirmam que ele hackeou o computador dos dois garotos que prestaram queixa, acessou suas webcams e gravou vídeos deles se expondo em chats com cam, para depois ameaçá-los.

Para um dos garotos, Firkbiner fez ameaças do tipo: “Então, quer brincar comigo ou quer se tornar um  ator pornô gay famoso?”. Ao que o rapaz teria respondido ser menor de idade , que o ato era contra a lei e o acusado poderia ser preso por conta disso. E alega ter obtido como resposta: “Sim, é ilegal, mas não me preocupo com isso. Não serei pego, sou um hacker e cobri meus rastros”.

A polícia não sabe se o Firkbiner compartilhou as imagens e vídeos com mais alguém. Mas afirma que existem sites que oferecem conselhos sobre como extorquir pessoas sexualmente e onde postar as imagens adquiridas.

))) ATENÇÃO:  a extorsão sexual virtual é um crime que está crescendo, os predadores procuram por pessoas em momentos embaraçosos on line e ameaçam expó-las se não cooperarem enviando fotos ou vídeos com conteúdo sexual. A maneira mais comum de fazer isso é hackear computadores para ativar remotamente a cam das pessoas, sem o conhecimento delas.

A recomendação dada pela polícia é que se algum adolescente for ameaçado desta maneira, deve contar a um adulto imediatamente, seja este um parente, professor, não importa. A única maneira de fazer com que a extorsão termine é envolvendo algum adulto responsável.