Não tenho com quem conversar. Sou muito tímido!

Publicado: 25/05/2012 por @peagapenalvez em Pergunte ao DQOGG
Tags:, , , , , , , , ,

Meninos, sei que vocês recebem muitos elogios ao blog, mas n é a toa. Vocês são a luz no fim do tunel. Um site completo, destinado aos gays mais noobs até os mais baladeiros. ESTÃO DE PARABENS! A net é meu único contato com esse mundo colorido, e vocês são os únicos q correspondem. MTO OBRIGADO. Ja perguntei outras coisas no blog de vocês e preciso de mais uns conselhos.

Meu nome é B e tenho 16 anos. Sou bonito e moro numa cidade pequena com minha mãe e vó, e ninguém sabe que sou gay mas se eu me assumisse pros meus amigos ningém ia se espantar. Não sou efeminado mas brinco muito com isso, e até já falei que beijei um menino e eles nem se importaram. Só que eles ainda acham que eu gosto de mulher.

Eu era apaixonado por um cara lindo e gostoso, e era correspondido, mas nunca ficamos porque o tempo foi passando e nos tornamos amigos e ele continuava no armário. Para somar, a vergonha me impedia de chamá-lo para sair. Hoje nos falamos pouco e me arrependo de não ter acontecido nada entre nós.

E agora ta acontecendo de novo… Conheci um cara há um tempo atrás, lindo, mas um pouco efeminado [fala um pouco mais fino, essas coisas]. Não que eu não goste de caras assim, até curto, mas se alguém me ver com ele já vão pensar entende? Outra coisa: Ele mora sozinho, trabalha… e eu no ensino médio. Ele me chama para sair, mas eu fico com medo.

Queria sua ajuda: O que eu faço para acabar com essa vergonha? Sei que sou gay, mas morro de medo de me relacionar com outro menino. Sem falar no medo de minha mãe saber, ou melhor, ter certeza, porque ela até sabe. Ela joga algumas indiretas para contar, mas não pretendo contar tão cedo.

Minha intenção era ficar de boas esse ano [estou no 3º ano, vestibular pela frente] e quando fosse morar fora começava a minha ‘vida gay’ longe da família e conhecidos. 

Amo o blog de vcs, continuem assim.

B, 16 anos – Via e-mail

Oi B. Sabe que me emocionei com seu e-mail? Sério mesmo!!! Sei um pouco como é se sentir ‘sozinho’ e esconder que é gay. Passei um pouco por isso. Era rodeado de amigos na minha adolescência, mas não vivia plenamente porque sempre achei que precisava esconder minha sexualidade deles. Até conheci alguns gays no extinto clube Massivo. Aí comecei a me sentir mais aceito, mais feliz… e claro, descobri o mundo gay [com suas maravilhas e podridões]. Relaxa que as coisas acontecem na hora certa, e logo você viverá uma vida intensa no universo gay, mas lembre-se de todas as dicas que damos aqui. CUIDADO SEMPRE!!!

– Quanto ao carinha que você está afim:
Tá esperando o que menino??? Poxa, já deixou passar uma oportunidade com o outro cara, e deixará passar mais essa??? Não importa se ele é efeminado ou não, as pessoas sempre falarão das outras. Ou talvez nem comentem nada, vai saber. Isso é próprio de viver em sociedade, e não acho que isso deva te incomodar tanto assim. Até porque se sua mãe já desconfia e joga indiretas, não será nenhuma novidade para ela ter certeza que você é gay. Quem sabe isso não te dê um empurrãozinho para desabafar com ela?

– Mudança de cidade:
Não sei se você sabe, mas muitos gays e lésbicas mudam até de país para viver sua vida [e sexualidade] com liberdade plena, sem entraves com família e conhecidos. Quando era mais novo dizia a mim mesmo que ‘ninguém nunca saberá que sou gay‘, ou, ‘casarei com uma mulher mesmo que viva infeliz para sempre‘. Acho que você percebeu que tudo que falei não se concretizou, né? Sou ~TENTO~ ser um ativista dos direitos LGBTs, tenho um blog e até apresentei namorados para meu pai [minha mãe já morreu, mas soube que eu era gay]. Viu como as coisas mudam?

– Acabar com a vergonha:
Primeiramente você precisa compreender que não tem nada do que se envergonhar. Nem por ser gay, nem por qualquer outro motivo. Trabalhar um pouco sua auto estima é fundamental para superar a vergonha.
Sempre sugiro para as pessoas tímidas um ‘trabalho de casa’. Anote em um papel 5 coisas que você gostaria de mudar em si, mas também anote em um papel 10 qualidades. Pegue um dia mais calmo, e leia atentamente cada uma das mudanças e reflita se esses ‘defeitos’ são realmente verdadeiros. O papel das qualidades deve andar com você sempre, e quando se sentir envergonhado com algo releia o papel e refresque sua memória das coisas que você é bom!!! Isso é um santo remédio para sua estima, e outra, ninguém ganha nada sendo tímido, né?

Espero ter ajudado e fique sempre ligado em nosso blog!

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s