#Homofobia: Beijo em restaurante causa confusão em Pernambuco

Publicado: 19/03/2012 por @peagapenalvez em Homofobia
Tags:, , , , , , ,

Socaldinho Homofobia

Socaldinho, uma restaurante que fica em Boa Viagem, na cidade de Recife/Pernambuco irá responder por dois Boletins de Ocorrência sobre discriminação. O caso é que as namoradas, que frequentavam o bar foram discriminadas por conta da troca de afeto pelo maitre da casa.

O maitre e responsável pela gerência no turno da manhã abordou o casal dizendo que as estudantes não poderiam se beijar ali. Prontamente uma delas pergunta o motivo e o responsável alega que o bar é um ambiente familiar [Ooooi?] e se alguma criança aparecer poderia pegar mal para o estabelecimento.

Em seguida as estudantes questionam se um casal hetero seria tratado da mesma forma e se elas estavam desrespeitando algum cliente. O maitre afirmou que elas não seriam um casal ‘normal’.Questionei se ele teria o mesmo tipo de atitude com um casal ‘normal’. A decisão foi irreversível, ou seja, elas foram proibidas de qualquer troca de afeto em público.

As estudantes prestarão depoimentos hoje, e o maitre e responsável pelo estabelecimento também será convocado para depor. O delegado registrou o B.O. e se tudo se confirmar eles o restaurante pode ser processado por injúria ou constrangimento ilegal, já que ainda não existe o ‘crime de injúria qualificada para situações de homofobia, como existe para o racismo’, disse o delegado Erivaldo Guerra.

O dono do Socaldinho, o senhor Fabrício de Brito disse que o maitre também registrou boletim de ocorrência do fato, alegando que as estudantes criaram uma situação que passou dos limites, e ainda afirma que não há preconceito em seu estabelecimento.

Se um estabelecimento trata de uma forma seus clientes heteros, e de outra seus clientes gays/lésbicas, É CLARO QUE É PRECONCEITO!!! Abrindo o capítulo da Constituição Federal (CF) brasileira de 1988 que trata dos Direitos e Garantias Fundamentais, ao estabelecer, no caput do artigo 5º:

Todos são iguais perante a lei, sem distinção de QUALQUER NATUREZA, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade‘.

Caso típico de homofobia!!! Acredito que casos assim devem ser levados até as últimas consequências. Devemos correr atrás dos nossos direitos, e deixar casos assim como exemplo para tantos outros estabelecimentos que tratam de forma diferente seus clientes.

Ae galera de Recife, que tal organizar um beijaço na frente do Socaldinho para eles aprenderem a tratar seus clientes LGBTs???

comentários
  1. thiagonit disse:

    Acho muito complicado, isso, de nós, que não estávamos lá, julgar o restaurante, o dono, o maître ou as meninas. Não sabemos a posição real dos funcionários nem a atitude das duas. Existem coisas meio chatas. Já presenciei um casal gay passando dos limites em um restaurante quando eu estava com minha avó, e não foi legal. Da mesma forma, o mesmo aconteceu com um casal hétero. As duas vezes aconteceram no mesmo restaurante aqui de Niterói. E a atitude foi a mesma: pediram para os casais maneirarem um pouco pois estavam exagerando “um pouco” e os outros estavam se sentindo incomodados. O casal gay alegou preconceito, o casal hétero pediu desculpas.

  2. Thiago, a partir do momento que há regras diferentes para ‘heteros’ e ‘homos’ está comprovado o preconceito.
    Pq se heteros tem o direito de qualquer troca de afeto em público, pq nós gays não teríamos o mesmo direito?
    A própria constituição diz que TODOS devem ser tratados igualmente, e se um estabelecimento comercial trata clientes de formas diferentes, alguma coisa está errada, né???

  3. É, vendo por esse lado melhor aguardar o julgamento da Justiça qto ao caso.

  4. thiagonit disse:

    Então… Mas e quando o tratamento é o mesmo e a reação da ‘clientela’ é diferente? Já cansei de ver casal hétero sendo chamado atenção em n situações e nunca vai parar em TV, internet e blá. O problema é que os homossexuais (e não estou me excluindo), estão com a mesma ‘mania’ de alguns negros, principalmente americanos: achar que TUDO é preconceito. O que acontece, Pê – e foi mal aê a intimidade -, é mais ou menos o que acontece nesse vídeo ( http://www.youtube.com/watch?v=8N-fTV_EmjM ). Eu mesmo me pego pensando coisas do tipo. Enfim, o jeito é aguardar.

  5. Esse vídeo é um pouco extremista, apesar de achar provável que algumas pessoas possam usar de sua sexualidade para ‘criar caso’ em alguns lugares.
    Algumas vezes paro e penso sobre esse assunto qdo vejo algumas notícias: até q ponto as pessoas estavam desrespeitando as outras por apenas um beijo, ou se estava dando uns malhos pesados e de forma realmente desrespeitosa.
    Aqui em São Paulo, o Shopping Frei Caneca foi culpado por homofobia pq um casal gay se beijou lá. Um segurança disse q não podiam fazer isso, enqto com outros casais heteros trocavam carícias normalmente em público, e o segurança não fez nada.
    Cada caso é um caso, mas acredito que nós gays realmente somos perseguidos em diversos locais, e sabe aquele ditado: Gato escaldado tem medo de água fria? Se aplica bem nesses casos.

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s