“Melhor ser ditador do que gay”, diz presidente da Bielorrússia

Publicado: 06/03/2012 por Leandro Lan em Política
Tags:, ,

))) Bafão: o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, criticou a políticos europeus, no domingo passado (04/03), dizendo que era “melhor ser ditador do que gay”, isso para responder a acusações de autoritarismo por parte da Europa.

Contextualizando: “É histeria absoluta. Como você pode ver, existem dois tipos de políticos hoje em dia”, afirmou ele. “Um vive em Varsóvia e o outro em Berlim. Bem, temos o de Berlim, com o apoio de lésbicas e gays, gritando sobre a ditadura em Varsóvia… Quando eu ouvi aquilo, pensei: ‘melhor ser um ditador do que ser gay’”.

Esse bigode do Alexander Lukashenko te lembra alguém? Por onde anda Hitler? Beijas, Hitler! (not). (Foto: Sergei Supinsky/AFP)

O pior foi que Lukashenko respondeu dessa maneira às críticas feitas contra seu governo por diversos políticos, entre eles, o ministro das Relações Exteriores alemão, Guido Westerwelle, que se assumiu gay recentemente. Inclusive, em fevereiro de 2011, o presidente Bielorrusso, já havia dito ao ministro alemão que não gosta de “bichas” e o aconselhou, “olho no olho”, a levar uma ”vida normal”.

Foda, né? E sabe o que me deixa mais passado ainda? O tal Alexander Lukashenko foi reeleito presidente em 2010 com mais de 80% dos votos. A Bielorrússia é homofóbica, sim ou com certeza?

Só pra constar: SER GAY É MELHOR DO QUE SER DITADOR. Beijas.

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s