O passado que vivi do universo gay

Publicado: 07/02/2012 por @peagapenalvez em Jukebox
Tags:, , , , , , ,

O universo gay não é algo nem aqui em São Paulo, nem em qualquer outro lugar. Muitas cidades tem sua cena gay, umas maiores e outras menores. Eu vivi MUITO do universo gay de uns 13 anos atrás, e olha era gostoso pra caramba e as vezes dá uma saudade daqueles tempos…

Pra começar não tínhamos super boates como a The Week, Megga, Bubu ou Flexx. Nossas opções eram poucas e até um pouco limitadas. Uma das primeiras baladas que entrei foi o B.A.S.E., que depois se tornou DIESEL/BASE, ficava na Brigadeiro Luis Antônio, perto da atual igreja.

O B.A.S.E. era A melhor casa noturna da época, e a única que competia com ele de igual para igual era o Massivo e aquela gaiola maravilhosa. Se você já assistiu a série Queer As Folk terá uma leve vislumbre do que era essa balada, que tinha até uma piscina de bolinhas, e claro não faltava um dark room. Povo animado e descolado. Produtores de moda, barbies e drags queens compunham a cena, e os clubbers reinavam absolutos. Eu era clubber e não tenho vergonha de admitir.

O MASSIVO era mais alternativo, em sua maioria clubbers. Frequentado por muitos heteros [assim como hoje] que adoravam uma balada gay para pegar mulheres lindas, e as vezes até uns caras. Morria de medo de encontrar meu irmão lá, que era habitué. 1° lugar, eu era menor de idade e entrava com RG falso, e 2° ninguém sabia da minha sexualidade.

Havia também o Mad Queen e Corintos e infelizmente não cheguei a conhecer essas casas, mas pelo escutava eram tão boas quanto o BASE e Massivo, e seus shows eram muito formulados. Seria a versão Blue Space da atualidade.

As músicas que tocavam na época diferiam um pouco das atuais. Eram muito mais bate cabelo e a diversão era garantida. O vocal feminino e gritos estridentes eram presentes em TODAS as músicas e shows de drags eram regra em todos os lugares.

Separei algumas músicas para quem viveu essa época relembrar e quem não viveu conhecer um pouco dos anos 90 das baladas gays de São Paulo.

Desculpa por não colocar nenhuma foto, mas não achei NENHUMA para ilustrar como eram as noites de fervo.

comentários
  1. Noooooooossa… Acho que ainda peguei o finalzinho dessa época… Comecei a vida noturna Gay em meados de 2003 e 2004… ‘A Woman’s Get the Power’ ainda bombava na pista e as bees ficavam loucas quando começava a tocar essa música, sem contar as músicas do Global Deejais como San Francisco (http://www.youtube.com/watch?v=d2uE4P3P5sI), What a Feeling (http://www.youtube.com/watch?v=Ui4DgGp46_M) e California Dreamin (http://www.youtube.com/watch?v=IoTon7qpp8U). Tinha também a Fuck It (http://www.youtube.com/watch?v=LOGaATazhG4&feature=player_embedded) e eu achava muito engraçado os casais cantando a musica uns para os outros sem saber a real tradução…kkkkkkkkkkk

    Nossa nostalgia total essa sua postagem. A-MEI….rsrsrs, naquela época eu só podia frequentar matines por que tinha cara de criança, mas mesmo assim caia nas baladas e na noite Gay (A Vieira de Carvalho ainda era boa, ou eu que ainda não “Enxergava” as coisas direito…rsrs)…. Bom acho que já escrevi demais…rsrsrs.. Gostei muito dessa postagem.

    Abcs

  2. Marco S disse:

    O Base era demais mesmo. Uma das melhores que ja fui. Nem fazia pegação nessa época, era diversão de sair e colocar modelão mesmo. Mad Queen era o máximo também. Oh, época boa!

  3. Júnior disse:

    O B.A.S.E / Diesel B.A.S.E era incrível… eu batia cartão lá… sei que vai parecer papo de velho, mas essa época era mais mágica… tipo as pessoas saiam pra se divertir mesmo e como não existia tanta facilidade para compartilhar coisas na internet, celular, tablets e essa infinidade de coisas que todos temos agora é algo que só quem viveu sabe o que foi aquilo tudo.
    Eu vivo lembrando de músicas que passavam lá e não encontro em nenhum lugar, infelizmente. Mas a sensação de ter feito parte daquilo tudo é simplesmente maravilhoso.
    A Mad Queen era outra boate maravilhosa, shows incríveis (nem se compara as palhaçadas que existem hoje), o negócio era tratado com seriedade.
    Enfim, essa transformação que o mundo vem passando de sempre ter tudo como Mega Blaster, fez com que perdesse essa magia e ficou apenas as lembranças.
    Valeu pelo post, achei muito bom.

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s