Fingir para os pais. Até quando???

Publicado: 14/12/2011 por @peagapenalvez em Pergunte ao DQOGG
Tags:, , , ,

Boa noite, meninos do Blog!

Há um bom tempo eu não entro no Blog, e nem envio perguntas, mas como todo bom filho à casa retorna, cá estou eu de novo!

A história é a seguinte, sou bi, não assumido, e agora moro em uma cidade longe dos meus pais. Estou fazendo faculdade, e esta época é uma das mais badaladas da vida! Minha questão é a seguinte, jogo tudo pro alto e saio com bem entender, ou então continuo com minha dupla personalidade como fazia quando morava com meus pais? Agradeço a atenção!

Abraço

Duh, 20 anos, MG.

Peagá Penalvez responde:

Oi Duh, ainda bem que retornou,viu??? \o/

Realmente é nessa fase de nossas vidas que temos diversas experiências. A faculdade, pode-se dizer, é o início de nossa vida adulta, é a época de cometer acertos e erros, aprender com eles…

Seus pais já passaram pelas experiências deles quando tinham a sua idade, e aposto que não deixaram de tentar ser feliz porque estavam preocupados com o que seus avós pensariam. APOSTO. E querido, seus pais estão em outra cidade, qual a probabilidade deles descobrirem algo sobre sua sexualidade morando longe??? Aposto que bem pequena.

Acho que você tem que deixar de se preocupar com o que as pessoas pensam de você, e aproveitar a melhor fase de nossas vidas, ou do contrário quando estiver mais velho e olhar para trás, verá que perdeu tempo se preocupando com os outros.

De que adianta sair de casa para estudar em outra cidade, curtir a nova fase da sua vida, se é preciso viver esconder quem você é??? Nada disso menino, essa coisa de ‘dupla personalidade‘ só faz para uma pessoa, VOCÊ. Acho que você não deve se esconder de seus pais se não está pronto para assumir sua bissexualidade, mas também não deve ficar mostrando algo que você não é.

Ah, e sobre pegar quem você quiser: desde que USE CAMISINHA, está Ok.

Ou clique AQUI

comentários
  1. vírgula disse:

    tava lendo o site como um todo e resolvi comentar esse aqui. me encontro em situação bem parecida, mas minha recomendação é avaliar seus pais. você ja deve ter observado a reação deles quando falaram de gays/bi/etc. digo isso porque sei que, mesmo saindo de casa, seria péssimo sair de nárnia. sou bi, assim como você, mas meus pais são de cidade de interior e, pra eles, é a mesmíssima coisa que gay no muro. sei que, por exemplo, meu pai é homofobic, e que, sendo tão novo e tendo uma relação não muito boa, só me foderia contando tudo pra ele. acho que minha mãe aceitaria na boa, mas não é ela que paga as contas….. de qualquer maneira, não é ser dramático, mas já vi casos de muita gente que chegou a ficar sem lugar pra ficar depois de falar com os pais, especialmente na minha cidade. acho que, conhecendo seus pais, dá pra ir providenciando uma ‘saída do armário’, ou esperar pra ser dependente, financeira e psicologicamente, deles para contar qualquer coisa.

  2. Isso msm Vírgula, ótimos conselhos tb.

    Beijo e obrigado por comentar.

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s