Respeito. É pedir muito???

Publicado: 12/12/2011 por @peagapenalvez em Homofobia
Tags:, , , ,

Por Peagá Peñalvez

De vítima a algoz. O que o fanatismo religioso mostra

Em pleno século 21, gays e lésbicas ainda convivem com o desrespeito e descaso de boa parte da população brasileira, que além de fazer vistas grossas aos direitos que temos, nos agridem não apenas fisicamente, mas com palavras e ações, principalmente alguns líderes religiosos.

Vamos pensar um pouco??? Interessante esse preconceito vir de um grupo de pessoas que até pouco tempo atrás eram alvo de preconceito. Se você tem mais de 20 anos, deve lembrar vagamente como os evangélicos eram tratados.

Nos anos 80, ‘início’ das congregações evangélicas no Brasil todos eram vistos como um olhar bem severo pela ‘maioria católica’ [de fachada] de nosso querido país hipócrita. Diziam que sofriam lavagem cerebral, eram ‘roubados’ através do dízimo e que vendiam uma casinha no céu.

Não interessa se isso é verdade, só quero mostrar uma faceta da alma humana, a de que o oprimido assume o papel de algoz assim que tem parte do poder em suas mãos.

É isso que acontece com a atual bancada evangélica de nosso país. Aos poucos conseguiram cargos na política brasileira e mudaram a forma como eram vistos. Eles estão errados em almejar algo melhor para sua comunidade??? Acredito que não, mas também não podem impor seus dogmas religiosos para o restante da população.

Aqui no DQOGG já falei muito sobre religiosidade e fanatismo religioso, mas sempre deixando bem claro que não generalizo quando falo sobre evangélicos. Conheço MUITOS evangélicos, todos conhecem sobre minha sexualidade e me respeitam mesmo assim, inclusive em minha família há diversos evangélicos, até minha madrinha que é pastora de uma congregação na Inglaterra. Todos me tratam com amor, independente se amo homens ou mulheres. Eles aprenderam a verdadeira mensagem.

Acho apenas que nós gays também precisamos de representantes no governo. Não nos unimos para isso. A maioria está mais preocupada nos músculos a criar na academia, na balada do fim de semana ou naquele boy que conheceu em algum site de caça.

Enquanto parte dominante da população gay se preocupa com futilidades, os grupos religiosos tomam conta daquilo que um dia foi um Estado Laico. Vamos deixar isso acontecer??? Não sei. Só posso falar por mim nesse caso, mas gostaria que todos pensassem o que fazem a esse respeito.

Será preciso que cada gay e lésbica desse país sofra algum tipo de agressão para levantar a bunda da cadeira e começar a fazer algo a respeito??? Até quando seremos levados pela política do Pão e Circo???

comentários
  1. Wenderson disse:

    é isso aí Peagá!! Nós precisamos de um mínimo de conscientização política, até porque nós também trabalhamos para a construção desse País. Então não podemos aceitar que um grupo religioso nos imponha seus preceitos como se eles fossem verdades absolutas.
    Abraço.

  2. Du disse:

    Os nossos atores politicos e todos os demais precisam entender que o Brasil é Laico… Nada de religião interferir em nossas leis. XÔ!!!

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s