Convidado especial no @dqogg ~> @ClaudioNanti: Como se aceitar?

Publicado: 21/11/2011 por @peagapenalvez em Pergunte ao DQOGG
Tags:, , , , ,

Ola meninos,tudo bom?

Como vocês sabem me assumi faz dois meses, minhas duas irmãs me aceitaram de boa, meu pai depois de alguns dias ficou meio depressivo e até chorou falando para minha irmã mais velha que tudo era sua culpa e minha mãe está meio relutante, fica ressaltando toda hora que me ama pelo homem que sou.

Pensei que depois que me assumisse os “fantasmas” do auto preconceito que rondaram minha mente durante esses anos desapareceriam, só que ocorreu o oposto, ficaram mais fortes, depois de duas semnas que me assumi entrei numa crise depressiva. Não tinha um dia que não chorasse, ocorreu o mesmo quando me assumi para uma amiga de infância

O fato é que fico me questionando se serei feliz sendo gay,eu sei que não existe um guia que diz:”siga-o e aprenda como se auto aceitar”,mas que dica vocês me dão para me ajudar?Outra duvida,vocês acham possível mudar a posição exercida em uma relação homossexual,pois mesmo sendo virgem creio que sou passivo e com a doença que eu tenho [um problema intestinal] fica fora de cogitação exercer tal função. O que fazer? Beijos

Carloz, Via E-mail

Claudio Nanti responde:

Antes de responder a sua pergunta eu gostaria que você refletisse sobre outras questões: Como você pode ter se assumido para sua família sem ter se aceitado

Afinal, chegar diante de seus pais e afirmar “Sou gay” é necessário que se tenha certeza daquilo que está se dizendo. Não é como dizer que prefere torta de morango ao invés de pudim de leite. É uma questão que antes de chegar a ter a coragem que você teve, foi preciso uma longa análise pessoal para chegar a esta conclusão. Correto?

Pois bem, acredito que você já tenha chegado a esta conclusão. Agora eu lhe pergunto: O que o levou a assumir-se para a família antes mesmo de sentir-se a vontade com o fato de “descobrir-se” gay?

Será que foi uma tentativa desesperada de encontrar um ponto onde apoiar-se para chegar a auto-aceitação? Será que você realmente se sente a vontade com o fato de ser gay? Parece que não! 

Estas perguntas são apenas diretrizes para que possamos chegar na raiz do problema. Perante a isto eu lhe faço outra pergunta: Por que não se aceitar?

Analise bem o mundo ao seu redor e você perceberá que não tem motivo para isso. Muitas pessoas enfrentam crises intensas de auto-aceitação e muitas delas não estão relacionadas a sexualidade. Infelizmente vivemos numa sociedade que a cada dia cria fórmulas para nos torturar cada vez mais. Mulheres que não se aceitam por se sentirem gordas ou muito magras, homens que não se aceitam

por serem muito baixos ou muito altos, pessoas que não aceitam por julgar-se pobres ou indignos de qualquer sorte nessa vida. Nos prendemos a valores que nos são impostos pelo mundo exterior, ao invés de buscarmos nosso crescimento de dentro pra fora. Dignidade e amor-próprio são itens fundamentais na formação humana, à partir daí é que criamos e formamos nosso caráter. São nestes pontos que você tem que buscar apoio para seguir em frente. 

Acreditar que os héteros são mais felizes que os gays, apenas pelo fato de fazerem parte do grupo considerado “normal” é um erro que cometemos. Conhece aquele ditado que diz que “a grama do vizinho é sempre mais verde”? Pois é bem por aí, mas nós não sabemos o trabalho que deu para mantê-la tão “aparentemente” mais verde. Além do mais, o que é normal para uns pode não ser para os outros.

Ser diferente dos outros não é motivo de vergonha, creio que seu maior obstáculo em auto aceitar-se seja o medo do que vem pela frente, esteja ciente que as dificuldades que a vida e o mundo nos reserva independem do que fazemos na cama, com homem e/ou mulher, seja como ativo ou passivo.

O primeiro passo para superar isso, e não se desesperar, viver um dia de cada de cada vez, sem desespero. Respire fundo, olhe-se no espelho e você vai perceber o ser humano incrível tem dentro de si, que está louco de vontade de conhecer o mundo que o espera lá fora de braços abertos.

Esteja pronto para este abraço, vá sem medo e jamais se envergonhe do que você é e do que você carrega dentro de si.

Acesse o blog do Claudio Nanti

Claudio Nanti é uma dos principais promoters e produtor de festas da cidade de São Paulo, é dele juntamente com o Luiz Netto as festas Selection Party e Vexame, que sempre vamos. Aliás, vocês lembram da entrevista que fiz com ele aqui??? relembre clicando AQUI.

comentários
  1. Ritinha Lima disse:

    Essa questão, de se assumir fica complicada quando o próprio gay renega sua sexualidade. Ouvi uma pergunta de um menino, ele queria saber se tinha algum remédio para deixar de ser gay. É lógico, que quis saber por que ele queria esse remédio? O fato era que ele mesmo não consegue se aceitar. Antes de falar à família, amigos e o mundo, fale com você mesmo. Foi essa resposta que eu dei a ele. Se ainda não sabe quem você é? Como contar e por quê?

    Carlos não existe essa felicidade plena, mas momentos felizes. Não existe heteros completamente felizes somente por serem heteros. Problemas todo mundo tem, agora o diferencial é como cada um resolve seus problemas. A vida não tem manual, cada vive da forma que lhe for convenente. Mas, faça você sua regra, lembre-se ser gay não é sinônimo de: baixaria, de falta de caráter, promiscuidade e libertinagem. Uma dica: Fique em frente ao espelho e se observe bem, depois faça perguntas e vá questionado as resposta dadas por você mesmo. Carlos, você vai ver que antes de ser gay, você é um ser humano pautado a erros e acertos, e que precisa descobri como atuar na vida de forma plena.

    “A sua vida e o seu mundo mudam quando você muda.” Roberto Shinyashiki

    Ah, uma pergunta para o Claudio Nanti: Ele acha que o Crô representa os gays?

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s