Dica de Filme: Velvet Goldmine

Publicado: 28/10/2011 por @peagapenalvez em Cinemão
Tags:, , , , , , , , , , ,

Por Jader Plano B

Velvet Goldmine (1998), digido por Todd Haynes e estrelado por Ewan McGregor, Jonathan Rhys-Meyers, Christian Bale, e Toni Collette, se passa na época de ascensão do Glam Rock e conta a história de Brian Slade (Rhys-Meyers), cantor que alcançou o sucesso ao criar o personagem Maxwell Demon (inspirado em Ziggy Stardust, de David Bowie), e num golpe publicitário, forjou sua própria morte no palco em um show, e sumiu sem deixar vestígios.

Anos depois Arthur (Christian Bale), um jornalista de renome, é escalado para descobrir o paradeiro do cantor Brian Slade, e acaba mexendo com lembranças de uma época vivenciada por ele quando mais jovem; um passado distante o qual o jornalista não gosta de se lembrar.

Artur encontra Mandy (Toni Collette), ex-mulher de Brian Slade, que também não sabe do paradeiro do cantor, porém conta a verdadeira história que Arthur desconhecia.

Slade alavancou sua carreira como Maxwell Demon, e em consequência aderiu a vida de rock star. Ao conhecer Curt Wild (Ewan McGregor, em clara referência a Iggy Pop com uma pitada de Lou Reed), instantaneamente se apaixonam e em parceria compôem músicas, viram ídolos do Glam Rock e vivem uma vida intensa e desregrada, regada a muita droga, e festas que mais parecem orgias.

É claro que decorrente disto, a parceria começa a não dar certo por parte da produtora de Slade (que era o astro em que investiam) e cancelam o contrato com Wild, o que abala o relacionamento dos dois, e a partir disto entram em decadência e auto-destruição.

Com estética – tanto visual quanto sonora – impecável, “Velvet Goldmine” foi vencedor do Oscar de melhor figurino feito por Sandy Powell em 1999 (em destaque a cena em que Ewan McGregor aparece totalmente nú no palco, sem utilizar figurino, mas que contribui para o embelezamento da trama).

O filme utiliza de diversas referências desde literárias até o rock´n´roll – colocando Oscar Wilde como principal inspiração e primeiro pop star, e uma participação da banda Placebo fazendo um incrível cover de “20th Century Boy” – “Velvet Goldmine” é uma visão da época do Glam Rock, movimento que se opõe ao movimento hippie, ressaltando a liberdade sexual, as drogas, o amor, a música e a fama nessa interessantíssima época do rock.

Acesse o blog do Jader Plano B

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s