Hetero é agredido na Avenida Paulista após ser confundido com gay

Publicado: 30/08/2011 por @peagapenalvez em gay, Homofobia
Tags:, , ,

Por Peagá Peñalvez

7 pontos e dedo quebrado. Foi isso que aconteceu com o arquiteto  Bruno Chiarioni Thomé, 33 anos, na principal avenida de São Paulo, a Paulista. O incidente foi próximo a estação Consolação do metrô.

Bruno e um amigo estavam em uma balada na Rua Augusta, até que ouviram diversas ofensas homofóbicas. “A gente deduz que era homofobia pelos xingamentos. Não havia nenhum outro motivo. Não tinha nenhuma associação com time de futebol, eles não faziam parte de nenhum grupo intolerante, nada que eles assumissem pelo menos”, disse o arquiteto. “A gente não tinha se encontrado antes da balada, não tinha mulher envolvida no meio. Foi do nada, completamente gratuito.”

Uma pedra e um copo foram atirados pelos agressores. A pedra atingiu o arquiteto na cabeça, que olhou para os lados para ver o que acontecia, avistou um grupo de pessoas foi então que perguntou o que acontecia. “Sai daqui, viadinho” foi o que ele ouviu. Um dos homofóbicos pega uma luminária e tenta atingir Bruno que ao tentar defender quebra o dedo.

Um rapaz de 19 anos foi ouvido e disse que enquanto passava pelo local aconteceu a briga e ainda diz ter sido agredido pela vítima. Aham Claudia.

Até quando as pessoas ficarão impunes quanto a homofobia??? Até um filho ou outro familiar de algum político ser agredido gratuitamente ou até mesmo morto??? Agora nem heteros saem ilesos! Quando o assunto são as agressões homófobicas é preciso tomar atitudes drásticas, ou logo estaremos em pé de guerra na cidade.

Cadê policiamento na região??? Depois da primeira agressão [divulgada] na Avenida Paulista ouvimos histórias de que o policiamento seria aumentado para garantir a integridade de gays [agora de heteros tb] e não houve nenhuma procedência??? Pois é, está na hora de acordarmos e mudar esse mundo, porque se dependermos de políticos para haver alguma mudança, não acontecerá NADA.

comentários
  1. Ana Borzan disse:

    A única mudança que os políticos promovem são o aumento de seus salários e verbas adicionais. É o famoso “venha a nós” e foda-se “o vosso reino”…

  2. Rodrigo disse:

    Será q na rua só podemos sair com outra pessoa se ela for do sexo oposto?
    Se eu sair com meu pai, irmão, primo, tio, vô, amigo, eu serei gay?

  3. hjoseph disse:

    to com medo de sair de casa, q faço???

  4. Rodrigo disse:

    Hjoseph, qnts anos vc tem? é de SP?

  5. hjoseph disse:

    Rodrigo..

    18 de SP

  6. Ritinha Lima disse:

    Aqui em Salvador, um pai de santo, foi ao banheiro com um amigo hetero. Quando ele estava no vaso sanitário foi puxado para fora do banheiro sem as calças, e ainda levou uma surra! Detalhe:

    O amigo estava no mictório. Não poderia ser confundido com o tal ‘banhe irão’. Quem bateu? Guardas Municipais, alegação; viu o pai de santo entrar com o amigo.. Logo sexo no banheiro!

    Apresentador de programa sensacionalista daqui, falou o seguinte: “meu amigo o cara estava sozinho fazendo c…, ele tava fazendo sexo com o vaso?”
    Agora gay não pode andar na rua, pai e filho nada de abraços na rua, amigos caminhado em avenidas nem pensar. Não falta mais nada!

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s