Posts com Tag ‘saúde masculina’

Segundo alguns dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, os homens brasileiros não se cuidam tanto assim. Os dados ainda falam que 46% das consultas do SUS são por eles, que geralmente já vem com doenças em estágios avançados.  Tudo seria facilmente resolvido se os homens deixassem de lado seus preconceitos e realizasse exames periódicos. Falei sobre saúde masculina na semana passada e se ainda não leu, SE JOGA!

Sei que a maioria dos gays se cuidam e gostam de manter a saúde em dia, mas é importante que aqueles que não se cuidam saibam dos problemas que esse desleixo ocasionam.

O homem prima muito por sua virilidade, mas esquece que o temido gostoso exame de toque para a próstata é de extrema importância para manter a saúde sexual em dia. Quando o homem tem problemas de próstata por vezes há a disfunção erétil, ou impotência.

O problema de disfunção erétil não é apenas com a próstata, mas o uso de cigarro e bebida que muitas vezes acabam com o sistema cardiovascular, por isso realizar um check up anualmente é importante para ter uma saúde em todas as idades.

Confira os principais exames e as faixa etárias para começar a se cuidar:

Cuidar da Saúde em todas as idades - Gays Gostam

Saúde do homem é mais vulnerável que dá mulher

Há quem diga que a mulher é o sexo frágil, mas pesquisas do Harvard Men’s Health Watch dizem o contrário. A saúde do homem é mais vulnerável que dá mulher devido a vida atarefada que a maioria vive e é pior para aqueles que tem filhos.

Fora avaliados quesitos como alimentação ruim, estresse, tabagismo e álcool, maus hábitos mais comuns entre homens do que em mulheres. Unido isso ao problema que a maioria dos homens tem em não ir ao médico, está formado o quadro crítico da saúde masculina.

Os altos níveis de estresse e raiva aumento os riscos de ataques cardíacos. Sendo o estressa um gatilho poderoso para infartos do miocárdio, portanto manter a calma diante os problemas é difícil, mas essencial para quem quer manter a saúde em alta e os níveis de estresse baixos.

Outro problema que afeta diretamente na saúde do homem é a carga horário no trabalho. Para aqueles que trabalham mais de 10 horas por dia o risco de problemas cardíacos é de 60%. Não basta sair do escritório no horário, mas perder o [péssimo] costume de levar trabalho para casa. O importante é desligar-se do ambiente de trabalho e aproveitar as horas livres para relaxar.

Para os mais gordinhos é preciso cuidado dobrado. Segundo os pesquisadores o local da gordura masculina apresenta mais riscos a saúde. Biologicamente a maioria dos homens desenvolve a famosa ‘barriguinha de chopp‘ o que aumenta os riscos de problemas cardiovasculares, derrames, hipertensão e diabetes. Medida abdominal igual ou superior a 100 cm entra na zona de perigo dizem os médicos.

Portanto, nada melhor do que começar a cuidar do corpo não é mesmo? Para isso leia algumas dicas de como malhar com qualidade.