Posts com Tag ‘saúde do homem’

Proteina do HIV é a nova arma de combate ao câncer

Imagem de uma célula cancerígena

Não, você não leu errado! Um laboratório israelense descobriu que um peptídio [proteína de peso molecular pequeno] que é codificada pelo vírus HIV pode proporcionar um novo tratamento para o câncer. Tal peptídio é derivado da proteína ‘VIF‘ do HIV, e aumenta a vulnerabilidade das células cancerosas à radioterapia e quimioterapia.

A equipe do professor Moshe Kotler, responsável pela pesquisa, investigou as proteínas celulares que são eficazes no combate ao vírus HIV-1. Uma dessas proteínas é a APOBEC3G [A3G], que é neutralizada pela ‘VIF‘. Anos atrás, os pesquisadores voltaram sua atenção para as funções fisiológicas da A3G e descobriram que ela está envolvida na reparação de danos ao DNA provocados por radiação.

A importância disso é enorme! Enquanto as células cancerosas como as do linfoma não podem ser destruídas, a menos que as suas cadeias de DNA sejam quebradas, a ação reparadora da A3G torna esta tarefa difícil.

Depois de danos no DNA, as células podem sobreviver. Na terapia, tenta-se matar as células cancerosas, e o peptídeo derivado da VIF neutraliza essa proteína [A3G], de modo que a radiação ou quimioterapia pode ser muito eficaz, disse Kotler.

Quem sabe o HIV não seja a saída para o câncer? Vamos esperar e ver no que essa pesquisa vai dar.

Saúde do homem é mais vulnerável que dá mulher

Há quem diga que a mulher é o sexo frágil, mas pesquisas do Harvard Men’s Health Watch dizem o contrário. A saúde do homem é mais vulnerável que dá mulher devido a vida atarefada que a maioria vive e é pior para aqueles que tem filhos.

Fora avaliados quesitos como alimentação ruim, estresse, tabagismo e álcool, maus hábitos mais comuns entre homens do que em mulheres. Unido isso ao problema que a maioria dos homens tem em não ir ao médico, está formado o quadro crítico da saúde masculina.

Os altos níveis de estresse e raiva aumento os riscos de ataques cardíacos. Sendo o estressa um gatilho poderoso para infartos do miocárdio, portanto manter a calma diante os problemas é difícil, mas essencial para quem quer manter a saúde em alta e os níveis de estresse baixos.

Outro problema que afeta diretamente na saúde do homem é a carga horário no trabalho. Para aqueles que trabalham mais de 10 horas por dia o risco de problemas cardíacos é de 60%. Não basta sair do escritório no horário, mas perder o [péssimo] costume de levar trabalho para casa. O importante é desligar-se do ambiente de trabalho e aproveitar as horas livres para relaxar.

Para os mais gordinhos é preciso cuidado dobrado. Segundo os pesquisadores o local da gordura masculina apresenta mais riscos a saúde. Biologicamente a maioria dos homens desenvolve a famosa ‘barriguinha de chopp‘ o que aumenta os riscos de problemas cardiovasculares, derrames, hipertensão e diabetes. Medida abdominal igual ou superior a 100 cm entra na zona de perigo dizem os médicos.

Portanto, nada melhor do que começar a cuidar do corpo não é mesmo? Para isso leia algumas dicas de como malhar com qualidade.

Saúde do Homem Câncer de Próstata - Do Que Os Gays Gostam

A última edição da Associação Européia de Urologia publicou um importante estudo que alerta a evolução do câncer de próstata no Mundo, inclusive no Brasil, que apesar da estabilidade da incidência se manter estável, houve um aumento significativo na mortalidade. Isso se repete em 32 dos 40 países analisados, abrangendo todos os continentes.

Das regiões avaliadas, as que apresentaram os mais altos índices da doença são América do Norte, Europa e Oceania. No entanto, os maiores aumentos nas taxas de incidência e de mortalidade pelo tumor estão ocorrendo nos países em desenvolvimento da América do Sul, Caribe e África. Este mesmo estudo apontou que ocorrem quase 1 milhão de novos casos da doença por ano no mundo e foram registradas 250 mil mortes pelo tumor no ano de 2008.

Além do câncer de próstata já ser o tumor maligno mais frequente na população masculina atualmente, há uma contínua tendência de aumento da incidência na maioria dos países. Apesar da população dos países desenvolvidos representarem menos de 20% da população mundial, quase 75% dos casos e 50% das mortes pelo tumor de próstata ocorreram nesta população. A qualidade dos dados fornecidos pelos países e o tratamento do câncer de próstata são muito variáveis entre os países, o que pode justificar a discrepância dos dados obtidos, além de possíveis influências dietéticas e ambientais, comprovadamente menos importantes.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a previsão esperada para 2012 é de mais de 60 mil novos casos no Brasil.

Quer ler o estudo? Só baixar o arquivo em inglês aqui.

Dr. Daher Cezar Chade (CRM-SP 105.209), médico urologista, com foco de atuação em Uro-oncologia,  tem Doutorado em Urologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Pós-doutorado em Uro-oncologia pelo Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, Nova York.

Um dos grandes males masculinos é o preconceito e a vergonha, e quando o assunto é a saúde do homem a coisa piora drasticamente. De acordo com o Centro de Referência da Saúde do Homem por mês, mais de 1,5 mil homens, ou 60% do total de pacientes, chegam ao hospital com quadros considerados avançados e que necessitam de intervenção cirúrgica para combatê-los.

Muitos desses pacientes que chegam no centro desconheciam seus quadro clínico e ignoravam os sintomas iniciais da doença, adiando a busca por ajuda especializada. Esse tipo de atitude só piora o problema, transformando um caso talvez simples e tratável em algo sério que apresenta riscos de vida para o paciente.

Quando o diagnóstico é feio precocemente permite tratamentos menos agressivos e com maiores chances de cura, ajudando e muito na recuperação do paciente, sem falar que os gastos são bem menores.

Vai que um médico LINDO te atende?

De acordo com o médico chefe do serviço de urologia do hospital, Joaquim Claro, os homens estão conscientes e procuram com mais frequência o médico da família para realizar os exames preventivos e o check-up anual, se compararmos com a realidade de alguns anos atrás. Entretanto, por questões exclusivamente culturais, há ainda os que só passam pelo consultório quando sentem fortes dores, dificuldades para urinar ou perda total da libido.

Infelizmente estes pacientes acreditam que o provedor da casa não pode ficar doente e nem deve sair da rotina de trabalho para visitar o especialista. É um grande equívoco, pois é na consulta de rotina que o médico detecta doenças comuns e que demoram a apresentar sintomas, como é o caso do aumento benigno da próstata, recorrente a partir dos 50 anos‘, ressalta o médico coordenador Cláudio Murta.

Cuidados básicos:

- Autoexame dos testículos deve ser mensal
Prática pode evitar o aparecimento de câncer de testículo e deve ser realizada entre os 15 e 35 anos, após o banho, com o objetivo de detectar nódulos, ou a presença de varizes testiculares.

- O exame  de toque passa a ser obrigatório após os 40 anos
O câncer de próstata é o mais comum entre os homens e está entre as doenças que mais os matam. A patologia pode ser evitada [e o tratamento será menos invasivo] se o paciente realizar o check-up anual que inclui, também, coleta de sangue.

- Tabagismo é um grande vilão
A fumaça do cigarro contêm muitas substâncias químicas que são absorvidas e eliminadas pelo organismo pela urina, o que aumenta o risco de desenvolvimento de tumores na bexiga.  Além disso, o cigarro ‘entope‘ os vasos sanguíneos e como consequência a circulação de sangue no pênis é bem menor, facilitando a ocorrência de disfunção erétil.

- Prevenção ajuda a viver mais e melhor
Não deixe de usar camisinha
nas relações sexuais e de fazer os exames preventivos. Além disso, tenha um bom diálogo com seu parceiro. A confiança é importante para que o sexo satisfaça plenamente o casal.

Cuidar da saúde é o mínimo que precisamos fazer, não é mesmo?