Posts com Tag ‘HIV’

Onde fazer exames de DST?

Onde podemos fazer os exames de DST de graça?

Anônimo, via Formspring

Olá Anônimo, pelo teor da sua pergunta ‘alguém’ andou transando sem camisinha, né? Que coisa menino! O uso de preservativo é essencial em TODAS as nossas transas, já que nos protegem de qualquer tipo de DST, inclusive a AIDS, Sífilis e alguns tipos de hepatite.

Muitas pessoas acham chato parar tudo para colocar o preservativo, mas esquecem que em tudo podemos usar a imaginação e fazer desse momento algo bacana e interessante! Colocar a camisinha no parceiro, ou deixar que a coloquem em você pode ser divertido! A pessoa pode colocar com a boca e aproveitar e já fazer um sexo oral gostoso!

O governo federal disponibiliza em todos os estados e regiões do país os Centros de Testagem e Aconselhamento [CTA] e ainda em diversas unidades das redes públicas de saúde locais para os testes que pode ser feitos de forma anônima e gratuita.

Quer saber onde tem um CTA perto de você? Você pode ligar o o Disque Saúde através do número 136 ou consultar o site do governo que mostra um mapa o mais próximo, divididos por região. Se joga aqui, bee!

Porque usar camisinha?
A camisinha é o método mais eficaz para se prevenir contra muitas doenças sexualmente transmissíveis DSTs, como a AIDS, alguns tipos de hepatites e a sífilis, por exemplo.
O preservativo não deve ser uma opção somente para quem não se infectou com o HIV. Além de evitar a transmissão de outras doenças, que podem prejudicar ainda mais o sistema imunológico, previne contra a reinfecção pelo vírus causador da aids, o que pode agravar ainda mais a saúde da pessoa.
Sem falar que os preservativos são distribuídos em toda rede pública gratuitamente!

Querido Anônimo, use camisinha SEMPRE! Diga NÃO ao Bareback!

Festival Boys & Girls - Gays Gostam

Gays gostam também de festivais de cultura voltados para o universo gay, e para isso A Associação Cultural Dynamite criou o Festival Boys & Girls que é um evento de artes integradas voltado ao público LGBT que durante três dias, entre 02 a 04 de novembro de 2012, vai oferecer à população apresentações gratuitas de DJs, bandas, artistas plásticos e performáticos, feira cultural, oficinas e, ainda, um espaço de conscientização.

A entrada é um quilo de alimento não perecível. Vale tudo, menos sal! {deixa de ser mão de vaca] e todo alimento arrecadado será doado para a Casa de Apoio Brenda Lee que presta suporte a portadores do vírus HIV. [Já falamos de outra campanha que também apoia a casa, leia aqui]

Se você não quer apenas comparecer ao festival também pode participar preenchendo a ficha de inscrição no site do Boys & Girls e apresentar seu trabalho como DJ, músico, artes plásticas, performer, etc.

A curadoria do Festival Boys & Girls será realizada pelo produtor cultural Hanilton Scofield que, entre outros trabalhos, realizou a curadoria dos seguintes projetos e eventos: Festival Mix Music, X Feira Cultural LGBT, Tenda LGBT no Vale da Participação e Parceria e Mostra do Prêmio Dynamite de Música Independente entre outros.

O Festival Boys & Girls é um projeto realizado com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – ProAC Programa de Ação Cultural 2012.

| SERVIÇO INSCRIÇÕES | Festival Boys & Girls
| ATÉ QUANDO? | 23:59hs do dia 20 de outubro de 2012
| ONDEwww.boysandgirls.com.br

| SERVIÇOS FESTIVAL | BOYS & GIRLS
| QUANDO? | 2 a 4 de novembro
| ONDE? | Associação Cultural Dynamite, na Rua 13 de Maio, n° 363
| QUANTO? | 1KG alimento não perecível

| MAIS INFORMAÇÕES |
Hanilton Scofieldhanilton@gmail.com
Telefone 11 7721-1115 / Nextel ID 55*54*12690

Manifesto de um soro positivo

Publicado: 11/10/2012 por @peagapenalvez em Go Health
Tags:, , , , ,

Recebemos essa sugestão e, claro, que precisamos publicar aqui no blog alguém falando abertamente sobre ser soro positivo. É importante sair da caixinha onde vivemos e olhar para outras realidades, assim nos tornamos mais abertos, tolerantes e humanos!

Manifesto de alguém semelhante a você

Manifesto de um soro positivoHoje eu tive uma conversa com Deus. Ele me disse: “vá em frente, seja responsável e eles respeitarão você – separar o joio do trigo é a mesma coisa que purificar sua alma de tudo aquilo que nunca foi seu”. (R. A. C. A, 17 de fevereiro, 2012)

Existe uma parte de nossa sociedade que exclui pessoas que um dia também foram alvos de perseguição e preconceito, sentenciados à fogueira por achar e dizer comprovadamente que a terra é redonda; e mesmo assim enfrentaram a população e podemos falar hoje abertamente; sou artista, cientista, sou negro, empregada doméstica, deficiente físico, pobre, pedinte, portadores de TDAH (Transtorno de Défict de Atenção e Hiperatividade), mulato, índio, soropositivo e etc. Sou ser humano e sou igual a todos até mesmo por gostar do “Verde que te quero Rosa”, como dizia o grande cantor e compositor Cartola em uma de suas inúmeras músicas.

Se eu continuar me escondendo, estarei não só renegando todo um grupo que precisa de carinho, de atenção e que estigmatizados devido à falta de informação gerada pela ignorância, intolerância e outras “ânsias e repugnâncias” e, é claro, pelo preconceito por vivenciarem suas próprias vidas sem mentiras e mostrando opiniões.

Criei coragem por muitos daqueles que deram à cara a tapa por nós, para nos darem um pouco mais de paz e tranquilidade, que lutaram pelos nossos direitos de ir e vir.

Não perdi amigos, eles perderam a oportunidade de evoluir, entender, saber o que é – e que não é bem isso que os outros expõem como forma de prevenção. Não podemos ter medo da informação, precisamos nos adaptar em um mundo que a todo o momento se transforma. A prevenção é necessária, mas para que seja efetiva tem que ser baseada na verdade e em como é a vida do soropositivo nos dias atuais, para que não sejamos mais excluídos, nem percamos amigos, familiares ou uma namorada por medo de transmissão. Hoje podemos conviver com o HIV sem expor a riscos a outra pessoa. Podemos ter amigos, amar, ter um trabalho digno e ser felizes plenamente. Nada nos impede, nem o vírus que carregamos em nosso sangue.

Sou feliz em mostrar quem eu realmente sou. Um cara igual a você, seu semelhante.

Perdi pessoas maravilhosas (sim, mesmo me deixando de lado devido a falta de informação, elas continuam a ser maravilhosas) não só porque me excluíram das suas vidas por conta da minha sorologia (o que é um fato comum), mas porque ainda não absorveram o mais importante nas suas vidas: o amor. Amor pela vida, amor em viver em sociedade, em conhecer pessoas que não são diferentes a não ser pelo caráter e pelo ser humano que são – ser humano que, em suas mais diversas formas, continua a ser belo.

As pessoas que me deixaram de lado e pelas quais sofri, hoje as vejo como parte da minha própria evolução e crescimento como ser humano. Decidi que somente aqueles que realmente gostam de mim e estão dispostos a conhecer a minha vida terão o privilégio de entender, acrescentar e fazer parte da vida de alguém comum, normal e verdadeiro que está ao lado.

Eu amo o mundo, eu amo a vida, e mais ainda, minha vida social me completa. Quando você julga alguém, você julga a si mesmo. Somos todos iguais, e não somos imunes ao HIV. Você pode ser o outro que amanhã irá refletir sobre meu ato dentro da sua própria carne. Meu gesto é para todos e para aqueles que, por medo do preconceito, se suicidam, mudam de país, vivem à margem da sociedade e se entregam a um mundo de tristeza e falta de perspectivas. Você poderá matá-lo com seu preconceito, ou condená-lo a felicidade! Somos todos iguais e só fazemos a diferença porque que cada um carrega sua única história.

Quero agradecer pelos amigos que perdi e pelos irmãos que ganhei durante meus momentos de alegria e tristeza. Agradeço a minha família e meus amigos, a aqueles que fazem parte de mim sem distinção nenhuma do meu sangue e a todos meus amigos que estiveram e sempre estarão ao meu lado na minha longa jornada que não é mais é uma sentença de morte ou autopiedade.

Não será algo ínfimo nos dias atuais, sim, pois o conhecimento liberta! Leia e se esclareça, você conseguirá enxergar tudo de maneira mais simples! Não é só por mim que me declaro uma pessoa otimista pela vida, mas realmente por aqueles que morrem a cada dia e morreram por preconceito e por desinformação.

Obrigado.

Manifesto em tributo ao eterno R

Quer ler mais? Visite o Tumblr Olhar Posithivo

Todas as Cores Todos os Amores Moda contra a Homofobia

Todas as cores, Todos os Amores é o nome da campanha que a Conexão Solidária lançou para ajudar com modaluta contra a homofobia. 10 estilistas unidos para, através de sua imaginação, criar camisetas lindas e fashion para meninos e meninas não importando a sexualidade.

Ronaldo Fraga, Walter Rodrigues, Walério Araújo, Fernanda Yamamoto, Wilson Ranieri, Mark Greiner, Estúdio Xingú, Andrea Ribeiro, Weider Silvério e Michelly X fazem parte dessa ação! O mais interessante é que cada estilista ficou com uma cor e doou sua criação para a ação.

Todas as Cores Todos os Amores Moda contra a Homofobia

As camisetas foram confeccionadas na Cooperativa de Costura de Osasco, onde trabalham 12 costureiras, todas com uma história particular de superação e parte das vendas irão para a Casa de Apoio Brenda Lee, que há 26 anos dá assistência a portadores do vírus HIV.

Curtiu a ideia é quer conhecer as camisetas? Só entrar no site da campanha e escolher a que mais agradar! É baratinho, R$ 49,00! Gays Gostam de se vestir bem!

Aids é uma doença predominantemente gay diz pastor Marco FelicianoO Pastor e dePUTAdo Marco Feliciano [aquele que faz a sobrancelha, alisa, tinge e use laquê] disse em uma de suas pregações que há um espécie de conspiração que envolve militantes gays e o governo para impor a homossexualidade à população e que isso fere a moral cristã e termina falando [merda] que a AIDS é uma doença predominantemente gay.

Jean Wyllys <3, Deputado Federal, respondeu ao pastor em seu site que Marco Feliciano é o deputado do ódio e da mentira e que seu discurso é fundamentalista e fascista! Jean está certo! Só que o pastor não se conteve e respondeu:

- ‘O senhor Jean Wyllys demonstra ser um parlapatão, pois fica deblaterando sobre um assunto que ele desconhece, acusando a multidão que me ouviu de incultos e incautos, e a mim de um mentiroso homofóbico desprovido de intelectualidade, simplesmente por ter lembrado a eles e aborrecido a este sobre o assunto da perversão sexual, da imoralidade e da doutrinação imposta pela comunidade GLBT à nossa geração. Ao deputado Jean Wyllys explico, o púlpito de uma igreja não é lugar para demonstração de intelectualidade nem desfile de títulos honoríficos‘ disse o dePUTAdo.

E de acordo com o pastor: ‘A chamada AIDS pode atingir qualquer pessoa independente de preferência sexual, mas a própria ciência revela o predomínio de infecção por esta doença em pessoas manifestamente homossexuais‘.

Claro que o dePUTAdo e pastor está errado e ainda colocou a ciência no meio da jogada. A AIDS, em seu princípio, foi considerada epidemia gay porque os primeiros casos foram diagnosticados em homossexuais, o que levou a falsa ideia de que apenas gays a contraiam, mas estudos posteriores mostraram que o HIV infecta qualquer pessoa, seja ela gay, lésbica, hetero, bi, pansexual… Não é uma doença de algum grupo de risco, mas sim de um comportamento de risco que é o não uso do preservativo.

Para finalizar o pastor termina com: ‘Todos os dias da minha vida pregarei o que diz a Palavra, que a prática do ato íntimo entre dois homens ou duas mulheres é e continuará sendo pecado e ponto. Não discuto o que é pregado no púlpito fora do momento da pregação‘.

Um beijo pra quem lê apenas o que interessa na Bíblia!

Paris Hilton diz: Gays são nojentos e maioria deve ter AIDS

Pare o mundo que eu quero descer! Paris Hilton, a mimada filha do poderoso dono da rede de hotéis Hilton teve uma declaração sua gravada por um taxista em New York onde diz a seguinte frase: ‘Homens gays são as pessoas mais excitadas do mundo… Eles são nojentos. Cara, a maioria deles provavelmente tem Aids‘.

De acordo com o site TMZ, ela conversa com um amigo [gay inclusive] e falavam sobre um famoso app para celular de encontro gays que usa geolocalização para achar os gays mais próximos de onde está e que também tenho o tal app.

A assessoria de imprensa da pobre menina rycah diz que: ‘Os comentários dela pretendiam expressar que é perigoso para qualquer pessoa fazer sexo sem proteção, que pode levar a doenças que ameaçam a vida’, dizem os representantes. Eles acrescentam que o taxista gravou apenas uma parte da conversa e que‘não foi a intenção dela fazer comentários que denigrem os homossexuais‘.

Concordo que transar sem camisinha realmente leva a várias doenças, entre elas a AIDS, mas fazer esse tipo de comentário é ofensivo demais! Por mais que um gay use tal app não quer dizer que ele tenha o vírus HIV ou qualquer outra DST, mostrando que dinheiro não compra inteligência, né?

Beijos Paris, a próxima notícia que veremos sua será sobre sua próxima prisão.

)))Oie!

Como foi sua semana? A minha foi de resoluções. Resolvi cortar os doces pela metade porque começaram aparecer umas dobrinhas no meu corpo adulto que me preocuparam. Resolvi cuidar melhor de mim. Tanto que, agora, tô no quarto com uma máscara de pepino no rosto enquanto ouço “This Kiss’ da Carly Rae Jepsen sem parar… Te aconselho a se cuidar também. Nem que seja aos sábados. Enfim,vamos ao que interessa!

Desce a barrinha da felicidadjean aewwwwwww!!!

1))) Pílula anti-HIV diminui em até 99% risco de infecção se tomada todos os dias, aponta estudo

* Cientistas descobriram que o uso do Truvada em duas doses por semana seria capaz de reduzir os riscos de infecção em 76%. Quatro doses semanais garantiriam 96% de proteção. E sete doses semanais diminuiriam o risco em 99%. Mas ainda aconselham a não usar somente o medicamento como prevenção contra HIV.

2))) The Voice EUA” bate “X-Factor EUA” na disputa pela audiência

*Xtina x Britoca. Fight! Xtina wins. Não que seja esse o caso, mas as gays fãs sempre acham que é isso que faz a audiência. Na real, acho que a Xtina ainda ta gorda, mas canta muito. Britoca ta menos balofa, mas se veste mal e canta menos do que encanta.

3))) Blake Lively e Ryan Reynolds se casaram secretamente

*Rica de quem foi convidada pro casório secreto. Aliás, rico de quem tromba com eles pessoalmente. São lindos de doer. Será que me congelo quando a Blake ficar prenha pra ver se rola um filho lindo e gay do casal? Sinto que são eles que vão gerar meu príncipe encantado… Só que não.

1))) Quem lançou o Fábio de Melo fui eu, diz padre Marcelo Rossi

* Então, em nome de Deus, DESLANCE. E nem vem com essa de ergueei as mãos etc. Você ta balofo, já temos a Adele ocupando o posto de cantora balofinha. Se contente com isso. Emagreça e continue rezando missas. Amém.

2))) Loja virtual manda cliente “procurar um macho”

* Fiquei Kátia, a cega com essa história toda. Pior foi saber que a dona da loja tem um histórico de cagar e andar pra clientes e que fez aloka no jornal dizendo que não sabia de nada, mas antes da entrevista tinha postado no Facebook dela um agradecimento pela publicidade que a loja recebeu com o escândalo. Que bom que existe uma seleção natural até para comerciantes e lojas. Os mais fracos caem.

3))) Revista francesa publica fotos de Kate Middleton fazendo topless

* Muchibas. Podiam ter nos poupado dessa medonha visão. Kate é linda, mas não entendo porque fazer topless sabendo que surgiriam fotógrafos até do inferno para registrar o momento.

))))))))))))))))))))))

))))))))))Por hoje é só, pessoal!

Mentira, você sabe que sempre tem um pouco mais:

Pior do que ver a Kate cos micropeitos de fora é saber que o Big Ben agora chama Torre Elisabeth! Pior do que isso é ver a atriz Amanda Bynes, que está com a carteira de motorista suspensa, ser fotografada usando um cachimbo de maconha dentro da arma ambulante que ela chama de carro. Lindsay Lohan inspirando gerações! #Sad.

Por falar em inspirar gerações. Você viu o primeiro episódio da 5ª temporada de Glee?  Teve cenas tão lindas! Kate Hudson ta arrasando muito. O pai do Kurt é muito foda e o Blaine me faz querer engolir a tela do PC. Já posso pedir o Ryan Murphy em casamento? o.O

Beijas,

Enjoy the wknd!

L^^e!))).

Fonte: POP Line, Estadão, Revista Estilo, Terra, Época

Dia do Sexo - Gays Gostam

Não que seja preciso um dia para comemorar o Dia do Sexo, mas sinceramente é bom ter um dia no ano onde possamos não apenas transar mas pensar um pouco em como levamos nossa vida sexual. A data foi escolhida por conta de umas das mais famosas posições sexuais, o  69 que remete ao dia de hoje 6/9.

Não estou aqui para julgar ninguém, até porque não sou santo e meu passado me condena mas não é gostoso repensar em nossas atitudes nos último tempos com relação  ao sexo? Você já parou para pensar sobre o assunto, ou apenas deixa o instinto te levar?

Dia do Sexo - Gays Gostam

Alguns pontos que todos devemos [re]pensar:

- Uso da camisinha em TODAS as relações sexuais, inclusive sexo oral.
O HIV e outras DSTs estão aí, contagiando e matando milhares de pessoas pelo mundo e cada vez mais o uso da camisinha é essencial em todas as transas! Você trocaria poucos minutos de prazer pela incerteza dessas doenças?

- Ativo? Passivo?
Não seria mais justo se deixássemos nossos próprios preconceitos e nos libertássemos desse rótulo? Falo isso porque acredito que  durante muitos anos deixei de fazer sexo como passivo por conta do meu preconceito internalizado. Sou ativo, porque curto sentir prazer dessa forma, mas não elimino possibilidades na minha vida. Vai que aparece um boy magia na minha vida que me faz mudar de opinião? Nunca se sabe!

- Tipos Físicos são importantes mesmo?
Há pessoas que só transam com bombados, outros apenas com gordinhos/bear, barbudos, etc… Cada um tem um gosto único e peculiar, mas será que os tipos físicos são realmente importantes na hora da transar? Na hora H não é melhor um cara bacana que te faça gozar gostoso do que um cara que faz o seu tipo físico mas não te faz sentir tesão nenhum?

- Tamanho é documento?
O que vale mais? Um grandão bobão ou um pequeno esperto? A maioria das bees ficam LOUCAS e MOLHADAS quando veem um pau grande, mas algumas vezes o cara não sabe trabalhar com o material que tem e a transa se torna uma grande decepção. Acorda Alice!

- Sexo Casual. UI!
Sexo Casual é uma delícia. ter a liberdade de transar com quem quiser a qualquer hora é muito bom, conquistamos essa liberdade, mas as vezes acho que a maioria confunde essa liberdade com libertinagem e perde um pouco a mão. falo por experiência própria: Transar com quem se ama é a melhor experiência sexual que pode-se ter na vida!

Esses são apenas alguns pontos que penso e repenso na minha vida. Topa pensar um pouco neles?

Dia do Sexo - Transe com Responsabilidade - Gays Gostam

“Em um papo com amigos, eles disseram já ter usado camisinha feminina em seus parceiros passivos e que o uso dela é totalmente prazeroso, pois não se sente a presença dela durante a penetração como na camisinha masculina. Será que essa pratica é válida? 

 Abraços. Felipe”.

))) Oi, riqueza, esse abraço é por trás ou pela frente? Com ou sem camisinha feminina?  ;)

Então, nunca tinha ouvido falar sobre isso, daí usei meu grande amigo Google e descobri que as camisinhas femininas estão sendo usadas pelos gays da cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. Por causa disso, o departamento de saúde de lá já analisa a possibilidade de estimular o uso entre gays por meio de uma campanha.

É um saco de lixo? É um pé de meia transparente? É uma obra de arte reciclável feita pela Mãe Lucinda? Nãoooo, é uma camisinha feminina!

CALMA LÁ, PASSIVAS DESTE PLANETA! Se minha opinião vale de alguma coisa: acho que a camisinha feminina é largona e estranha demais, um gay teria que enfiá-la Edy adentro e a borda que fica pra fora periga entrar e ir parar na garganta da gay passiva, empurrada pela neca, mesmo que não seja uma odara!

Não recomendaria essa prática simplesmente porque  o uso da camisinha feminina não é considerado o método contraceptivo mais seguro nem para elas. Okey, os gays não engravidam, mas, se analisarmos o quadro com calma, veremos que não é um método 100% seguro para as mulheres justamente porque a camisinha pode escapar e o esperma ir passear por onde não deveria. E, se um esperma contaminado entra dentro de ti, o que pode acontecer com sua pessoa? Resposta: HIV, DST, Malária, Bronquite, Conjuntivite, Aneurisma Cerebral etc.

Pode até ser prazeiroso pro casal na hora do entra e sai, mas não acho que seja mais seguro. E, gente, fico imaginando o trabalho que deve ser para um gay enfiar aquele trambolho dentro do rabo. Ainda se a gay tiver com o verso mais arreganhado, beleza. Mas se for um Edy com pouca quilometragem rodada, danou-se. Tem gente que já acha uó ter que parar para colocar camisinha no pênis, imagina o quão broxante é virar do avesso pra enfiar uma camisinha no ânus?

Enfim, alguém aí que se relaciona com um boy e ambos sabem, por meio de exames médicos, que não possuem nenhuma DST etc, experimentem e contem pra gente! Porque eu é que não vou dar uma de “pra frentex” e inventar de fazer isso com um desconhecido.

Beijas,

L^^e!))).

Proteina do HIV é a nova arma de combate ao câncer

Imagem de uma célula cancerígena

Não, você não leu errado! Um laboratório israelense descobriu que um peptídio [proteína de peso molecular pequeno] que é codificada pelo vírus HIV pode proporcionar um novo tratamento para o câncer. Tal peptídio é derivado da proteína ‘VIF‘ do HIV, e aumenta a vulnerabilidade das células cancerosas à radioterapia e quimioterapia.

A equipe do professor Moshe Kotler, responsável pela pesquisa, investigou as proteínas celulares que são eficazes no combate ao vírus HIV-1. Uma dessas proteínas é a APOBEC3G [A3G], que é neutralizada pela ‘VIF‘. Anos atrás, os pesquisadores voltaram sua atenção para as funções fisiológicas da A3G e descobriram que ela está envolvida na reparação de danos ao DNA provocados por radiação.

A importância disso é enorme! Enquanto as células cancerosas como as do linfoma não podem ser destruídas, a menos que as suas cadeias de DNA sejam quebradas, a ação reparadora da A3G torna esta tarefa difícil.

Depois de danos no DNA, as células podem sobreviver. Na terapia, tenta-se matar as células cancerosas, e o peptídeo derivado da VIF neutraliza essa proteína [A3G], de modo que a radiação ou quimioterapia pode ser muito eficaz, disse Kotler.

Quem sabe o HIV não seja a saída para o câncer? Vamos esperar e ver no que essa pesquisa vai dar.

Eu tenho uma enorme dúvida sobre sexo anal: é bom ou não deixar o ativo ejacular dentro do ânus. Como é a sensação, se há algum risco, se sente mais prazer, etc.

Luiz, 23 anos – São Paulo

Olá Luiz! Sempre há muitas dúvidas sobre sexo anal, não apenas de gays, mas de muitas mulheres também! Tanto que muitas delas leem nosso blogay e aprendem muito conosco. Sem falar que manjamos muito de posições sexuais para essa ‘modalidade‘.

Sexo anal para nós homens é muito prazeroso já que nossa próstata é um ponto bem sensível. É considerado o ‘ponto g’ dos homens. Apesar de muitos não curtirem [eu inclusive], não posso negar se bem feito é bem gostoso!

Quanto a gozar dentro ou fora: Transar sem camisinha é perigoso, porque há muita DST, portanto acho essencial o uso de camisinha até para casais de namorados. Eu particularmente só transei com UM cara sem camisinha, e foi meu ex-marido. Não me arrependo, mas ambos havíamos feito teste para HIV e outras doenças, mas não indico o sexo sem camisinha, ou bareback.

Para o ativo, gozar dentro é realmente gostoso [com ou sem camisinha], até porque o estímulo de terminar na mão ou na boca [que também deve ser com camisinha] é diferente, mas vamos combinar que usando camisinha você pode gozar em qualquer lugar?

Preocupo-me um pouco com essa ideia de pessoas transando sem camisinha! O HIV e outras DSTs são perigosos e a maioria pensa que nunca acontecerá, mas acontece! Portanto: CAMISINHA SEMPRE!

O outro ponto de vista sobre a AIDS

Publicado: 10/07/2012 por @peagapenalvez em Go Health
Tags:, , , , ,

De acordo com entrevista no site TAPS [Temas Atuais na Promoção da Saúde] com o Dr. Roberto Giraldo, Presidente do Grupo para a Reavaliação Científica da AIDS, a AIDS não é uma doença infecciosa; não é causada por vírus e não se transmite por via sexual.

Há um crescente aumento no grupo de cientistas que veêm a AIDS de outra maneira. O caso é que até o momento, não foi possível isolar o vírus do HIV e que a ‘doença AIDS‘ é uma junção de fatores que agridem o sistema imunológico humano como: problemas sanitários e que uma política justa, ética e solidária pode acabar com esse grande mal.

O Dr. Roberto inclusive ataca a indústria farmacêutica e governo por esconder [e ganhar dinheiro] com a doença que pode acabar com a humanidade.

Aí nos perguntamos: Se eles estão corretos, qual a verdadeira origem do HIV/AIDS?
Cientistas apontam que a AIDS é uma degeneração generalizada do sistema imunológico e que diversos fatores contribuem para que a doença se manifeste, entre elas: drogas, contaminação ambiental, antibióticos, radiação, campos magnéticos de aparelhos, vacinas, stress, problemas nutricionais e muitos outros. Resumo: A vida como levamos tem papel fundamental no desenvolvimento da doença.

Só gostaria de salientar que ninguém tem certeza absoluta sobre o vírus da AIDS, já que há detalhes que até hoje não são comprovados, mas nem por isso devemos deixar de lado o uso de camisinha e sexo seguro. A AIDS é uma doença relativamente nova, e muito trabalho será necessário ainda para que cientistas cheguem a uma conclusão mas enquanto isso é MELHOR PREVENIR QUE REMEDIAR.

[Espero que todos que leêm esse post não saiam por aí ensandecidamente transando sem camisinha. Gostaria de deixar claro que a criação desse post é apenas a de mostrar que existe outro ponto de vista sobre a AIDS, mas que ainda não foi comprovado ou tido como verdade. O intuito do blog é informar nossos leitores sobre o que acontece e mostrar que há outros pontos de vista quanto a doença. Por isso, não me crucifiquem. Já li algumas matérias sobre isso, e prometo em breve um texto mais detalhado sobre o assunto]

Confira a entrevista completa no site do TAPS, clicando AQUI.

Há 5 anos a H&M lança a campanha Fashion Against AIDS, que une moda com conscientização sobre sexo seguro e tolerância. Entre as imagens desse ano o destaque vai para o beijo gay, o que causou grande repercussão.

É disso que os gays gostam!!!

Fashion Against AIDS - Do Que Os Gays Gostam

Fashion Against AIDS - Do Que Os Gays Gostam

Fashion Against AIDS - Do Que Os Gays Gostam

Fashion Against AIDS - Do Que Os Gays Gostam

Assista o vídeo da campanha:

Imagem do Vírus HIV

Cientistas brasileiros conseguem resultados promissores no combate ao câncer e HIV. Liderados pelos pesquisadores Luiz Francisco Pianowski, do Kyolab, e Amílcar Tanuri, da UFRJ, avançaram nos testes com moléculas isoladas da planta medicinal Avelós (Euphorbia tirucalli L). Essa é possivelmente a primeira vez que o Brasil submete um medicamento dessa natureza, obtido em solo nacional, aos rigorosos testes médicos para aprovação de uma nova droga.

Foram realizados testes com o princípio ativo AM12, voltado para o combate ao HIV, em peixes [zebrafish] para verificar os índices de toxicidade. Como já esperavam, a dosagem eficaz é bem inferior à dosagem tóxica.

Consideramos que a persistência de células infectadas de forma latente é a principal barreira à cura da infecção pelo HIV – hoje, consegue-se combater os vírus quando eles saem da célula infectada por multipicação, mas não os que continuam dentro das latentes [como parte integrante do cromossomo], ou seja, sempre permanece no organismo uma espécie de ‘reservatório’ do vírus nas células latentes, o que garante que a doença continue existindo naquele organismo. A expectativa é que o AM12, como chamamos nosso ativo, consiga agir exatamente nessas células latentes’, diz Pianowski.

A ideia é ativar o vírus latente apenas o suficiente para que seja possível destruí-lo. Nas duas primeiras fases da pesquisa, a equipe obteve sucesso em reativar os vírus latentes de HIV-1 em diferentes concentrações, com moderada toxicidade celular.

A proposta, segundo ele, é ativar o vírus latente apenas o suficiente para que seja possível destruí-lo (shock and kill). Nas duas primeiras fases da pesquisa, a equipe obteve sucesso em reativar os vírus latentes de HIV-1 em diferentes concentrações, com moderada toxicidade celular.

Nosso objetivo final é chegar a uma molécula que ative os reservatórios latentes do HIV, que em conjunto com a terapia antiviral posa levar à extinção de todo reservatório capaz de replicar e re-infectar o indivíduo. Esse feito pode levar o paciente HIV positivo a parar a medicação e ficar com sistema imune em boas condições ou, no melhor dos cenários, não necessitar mais de terapia antiviral’, complementa Pianowski

AM10, o princípio ativo voltado para o combate a diversos tipos de câncer e seus testes já passaram para testes com humanos. O próximo passo será diversificar as características dos pacientes que receberão o teste, para aumentar o escopo da pesquisa. O produto em questão induz a uma espécie de ‘suicídio celular’.

A Kyolab é uma empresa de pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos e cosméticos, com expertise em fito-medicamentos. Produz e padroniza extratos vegetais, isola e identifica substâncias ativas.

“Tenho uma dúvida besta. Existe uma média mensal/anual de transas que um gay deve ter?”

Anônimo por Formspring

Leandro Lan Responde:

)))Óh, Lord. Criador do céu e da terra… dai-me forças! De onde você tirou essa ideia, menino anônimo?

))) A quantidade de sexo que você deve fazer é calculada assim: quantidade de tesão + parceiro + quantidade de tesão do parceiro + quantidade de dinheiro existente para comprar camisinhas e lubrificante. Tudo isso dividido pelo valor do Motel, caso não haja local próprio onde possam ocorrer essas transas… 

Quem liga pra quantidade? O importante é que seja feito com qualidade e proteção.... (Foto: Getty Images)

Não há uma tabela nacional/internacional do sexo que você deva ticar depois de transar mais uma vez. Mas nada te impede de criar uma planilha no Excel para organizar suas transas mensais/anuais.

Acho interessante como as pessoas pensam que gays transam como coelhos: trocentas vezes seguidas. Não é bagunçado assim, não! Pelo menos comigo! Lembro que, ano passado, fui fazer o exame DST/HIV de rotina e a agente de saúde perguntou minha orientação sexual. Respondi: Homossexual. Depois veio a pergunta: “Quanto tempo faz desde sua última relação sexual?”. Respondi: “Mais de três meses”, ao que a mulher replicou, com os olhos esbugalhados de espanto: “MAIS DE TRÊS MESES????”. Fiquei me sentindo um E.T. e ao mesmo tempo percebi que ela me olhava com desconfiança… Creio que, na cabeça dela, nós gays vivemos para transar… Incrível, né?

Sei que transar é bom, sei também que tem gente que não pararia para comer, tomar banho, ver TV…. se pudessem só viveriam transando. Mas a vida real não é assim. Até os Garotos de Programa se dão horas de descanso….

))) Não se imponha nenhum tipo de desempenho sexual ou desafio pessoal em relação a quantidade de sexo que você faz. Até porque, todo mundo diz, e é verdade, quantidade é diferente de qualidade. Transar como coelho não significa que todas as suas transas serão satisfatórias.

Bjuxxx,

Relexa e goza!

L^^e!))).

Ou clique AQUI