Posts com Tag ‘gays’

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Praias lindas e com água cristalina

Um pequena ilha na Espanha é o roteiro de milhares de jovens todos os anos, Ibiza, o paraíso da música eletrônica! Festas incríveis, as melhores baladas, homens lindos e gostosos, os melhores DJs e ainda praias com água azul turquesa e areias brancas… União perfeita para passar as férias. Gays Gostam de agito e Ibiza proporciona isso e é considerada uma das capitais gays da Europa.

O universo gay se concentra na cidade antiga, frequentada pelos ‘Beautiful, Rich and Gay People‘ e que desde os anos 80 é frequentada por artistas como George Michael, Ruppert Everet, Jean Paul Gaultier, Roberto Cavalli entre outros gays famosos.

A melhor época para ir a Ibiza é entre agosto e setembro que tem um público mais seleto, composto por muitos europeus, principalmente DJs famosos da cena eletrônica internacional. A quinzena de encerramento da temporada é realmente um sonho porque acontecessem diversas festas exclusivas, os melhores sets e os principais TOP DJs do mundo!

A cidade foi tombada como patrimônio mundial pela Unesco  por sua incrível cultura e biodiversidade, já que possuí um ecossistema único impulsionado por sua população que contribui diretamente na preservação e interação com os turistas. Ibiza ainda possuí diversos centros arqueológicos fenícios. Dá pra se divertir e ainda mergulhar em um verdadeiro passeio histórico/cultural.

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

O Castelo da Cidade de Ibiza

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Torre de Savinar

Em suas praias de águas cristalinas não dá apenas para se refrescar mas curtir diversos esportes aquáticos como mergulho com snorkel, windsurf e jet ski. Não pense que acabou por aí! Na ilha ainda dá pra fazer esportes de aventura como escalada, mountain bike e muitos outros.

As baladas e festas são um caso a parte e fazem qualquer gay delirar! A balada considerada como a número 1 do mundo fica em Ibiza, Space! Ainda tem a Pachá, Amnesia, El Divino, Eden, Bora Bora, e Privilege onde acontece a SuperMartxé! Só de falar já tenho vontade de preparar minhas malas para me jogar!

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Space Ibiza, a #1 do mundo!

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Será que o nome da balada é Amnesia porque se sai de lá assim?

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Privilege e sua poderosa SUPERMARTXÉ

Você não pode deixar de conhecer o Café del Mar, o mais famoso chillout sunset do mundo! Há mais de 30 anos é das maiores atrações de Ibiza e conta com a maravilhosa vista do Mar Mediterrâneo. Se você for para a ilha e não conferir o famoso pôr do Sol do Café del Mar é como se você não tivesse ido! Dizem que é um dos mais bonitos do mundo.

Ibiza, o paraíso da música eletrônica

Maravilhoso pôr do Sol do Cafe Del Mar

#FIKDIK
– As bebidas nas baladas são realmente caras! Uma garrafa de água sai por $15 euros [porque será?], então o melhor mesmo é organizar um esquenta com os amigos para não gastar muito.
– Ingressos para as baladas são vendidos antecipadamente em diversos pontos pela ilha, então procure na praia, praças, lojas e, claro, no centro de San Antonio, um local ótima para compras também!

Faça as malas e Boa Viagem!

4 anos de DQOGG

Publicado: 24/10/2012 por @peagapenalvez em Diversão
Tags:, ,

4 anos de DQOGG

Pode parecer clichê, mas realmente parece que foi ontem que criei o DQOGG, mas já faz 4 anos que em uma conversa com a Luca tive a ideia de escrever um blogay para dar dicas e tirar as dúvidas de tantos gays que não tem com quem conversar e desabafar seus problemas mais íntimos.

Nunca contabilizei quantas perguntas respondemos ou quantas dúvidas tiramos, só sei que foram muitas as alegrias com cada e-mail recebido com dúvida ou aqueles com agradecimentos. Quantos e quantos pais e mães entraram em contato para entender mais seus filhos e filhas? Centenas! Esse é o papel principal do blog Do Que Os Gays Gostam, um canal de troca de experiências e ajuda mútua.

Sim, ajuda mútua! Vocês podem não imaginar, mas aprendemos ~muito~ com cada e-mail, pergunta e comentário de vocês aqui. Não pensem que essa estrada é de via única porque não é! A vida é uma série de troca de experiências e vocês nos proporcionaram as mais ricas e engrandecedoras que poderíamos ter.

Como não aguentamos permanecer parados, muitas mudanças virão! Inclusive nosso novo layout que está quase finalizado. Então se prepare que teremos ~muitas~ novidades até o final do ano.

Parabéns a todos que colaboraram de alguma forma com o DQOGG!

Estamos com a Promoção DQOGG 4 anos – ‘Eu Quero um Pico Bong‘ que dará a dois leitores do blog um lindo Tano Plug Vibe! Saiba como participar clicando na imagem abaixo! Corre que a promoção termina hoje às 21:59h.

Rainbow Links #22

Publicado: 19/10/2012 por @peagapenalvez em Rainbow Links
Tags:, , , , , , , ,

Curta a Fanpage do DQOGG!

Clique e participe de nossa promoção

Thiago Marzano – Ensaio Sweet Camilinha

Tem Graça ou Não – Como fazer sua fantasia de Bob Esponja

Manual das Encalhadas – Regras Femininas para um bom casamento

Feed By Frames – A internet e seus paraísos artificiais 

Bacon Frito – Estreias da Semana

Sai daqui! – Ensaio sobre ela

MauoÊ: Seu Madruga Congelado!

Como assim, Vanessa? – Homem Solteiro Procura

Grupo Freedom – Gays são mais inteligentes que héteros

Vitrolla – Versão de Smack My Bitch Up do Prodigy

Sexo Rock ‘N Roll – Desventuras na Hora H

Vida de Solteiro – Máscaras

As Biritas – Na academia

Red Hair Blog – Tatuagens de Famosos

Tec Mundo – Conheça a anatomia dos Pokemóns

Cintura Larga – Fattitude: Lily Bella Muerte

GamerFofo

Nunca vi um gay feliz

Esse é o retrato da política brasileira, ouvir de um vereador eleito nessa última eleição que: ‘Ser gay não é bom pra ninguém (…) Nunca vi um gay feliz‘. Quem disse isso foi o vereador Conte Lopes em entrevista para o Estadão onde falava sobre o Kit anti homofobia, vetado pela presidente Dilma Rousseff, que na ápoca disse que se tratava de ‘propaganda de opção sexual‘.

Para piorar mais as asneiras que falou completa com: ‘Todo cidadão quer ter um filho homem jogando bola, uma filha mulher brincando de boneca, casando, gerando filhos… O natural é isso! Eu acho que os psicólogos deveriam analisar isso aí‘.

Não sei até que ponto o vereador leu sobre o kit anti homofobia, mas pelo que sei, ele foi sim elaborado não apenas com as informações de ONGs e militantes LGBTs, mas com a ajuda de psicólogos e pedagogos. Na realidade o que ele quis dizer nas entrelinhas é que quer psicólogos da sua laia, ou até mesmo psicólogos cristãos como vejo muitos por aí que prometem curar a homossexualidade.

A felicidade é subjetiva, não posso dizer o que faz uma pessoa feliz ou não. Se gays não são felizes eu não sei, posso falar apenas por mim, mas pelo que observo [há anos] somos tão felizes quantos os heterossexuais, nem mais nem menos. Não entendo como as pessoas gostam de nos colocar como todos iguais e homogêneos, levando em consideração que somos tão únicos quantos os heterossexuais. Será que fazemos parte de uma outra espécie e não sabemos? Creio que não, né?

Os mesmos problemas que afligem qualquer pessoa no mundo também nos fazem mal. Sofremos por amor, queremos casar e ter filhos, ficamos doentes, temos problemas com nossos pais, chefes, amigos… O que nos faz mais tristes que o restante da população? Só se os heterossexuais vivem a base de fluoxetina e não sabemos, né?

Quem é esse vereador para julgar o que nossos pais querem de nossas vidas? E se eles querem algo, o que isso interfere em nossas decisões, se somos indivíduos únicos que temos gostos pessoais e livre arbítrio para fazer o que bem quisermos?

Porque tanto machismo com homens que brincam de boneca ou mulheres que jogam bola? Quer dizer que um homem que brincar boneca é gay e uma mulher que joga bola é lésbica? Hum… o que dizer de um homem que brinca de boneca e quando adulto, através dessas mesmas brincadeiras, se torna um pai exemplar que sabe como cuidar de uma criança? Ou uma mulher que quando adulta torna-se uma esportista e através do futebol cresce como profissionalmente e emocionalmente? Eles são gays/lésbicas por conta de um detalhe desses?

Complicado quando esses novos vereadores querem fertilizar nossos ouvidos com tanta merda que sai de suas bocas, né?

Assista o vídeo com a entrevista:

Oi pessoal! Descobri o blog de vocês pesquisando na net sobre como deveria fazer para conseguir conquistar um carinha por quem estou apaixonado. Para que vocês entendam melhor, vou contar um pouco da minha história.

Já na infância tive vontade de ter contatos homo afetivos com alguns amigos. Na adolescência tive um amigo muito próximo com quem sempre tive algumas “insinuações” mas nenhum contato físico. Nesse ínterim, nunca deixei de gostar e namorar garotas. Só que hoje, aos 24 anos, encontrei um cara por quem me arrisquei e começamos a ficar.

Esse cara é, de fato, o primeiro homem com quem me relaciono (até o presente momento temos ficado algumas vezes e tiramos apenas sarros, nada de sexo gay). O problema é que estou completamente apaixonado por ele. Infelizmente ele é do tipo que gosta de estar livre para ficar com “quem” quiser e “quando” quiser e preciso admitir que isso tem me machucado muito porque, não vou mentir, estou amando o cara. Como não estou acostumado ao universo gay, tenho lido muito e pesquisado sobre como são os relacionamentos homo afetivos e o que posso fazer para conquistá-lo.

Como só tinha ficado com mulheres, muitas vezes (quase sempre) não sei como devo tocá-lo, de que forma pegá-lo, como provocar prazer nele. E é por essa imperícia que creio não conseguir conquistá-lo.

Ele é um cara de 23 anos, experiente no universo gay e passivo.

Eu, um cara bissexual e que topo fazer qualquer coisa com ele.

A ajuda que eu quero é:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;

2º Do que os gays gostam nos outros homens?;

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo.

Obrigado!

Casa Nova, 24 anos – Recife/Pe

COnquistando o boy Magia gays Gostam

Oi, Casa Nova! Meu primeiro impulso, ao ler sua história, foi escrever: FOGE, MENINO, FOGE! Essa coisa de se apaixonar por quem quer ficar livre para saltitar pela vida é uma roubada. É sempre muito cômodo pro cara saber que alguém o ama e que ele terá sempre alguém que vai topar tudo o que ele quiser.

Mas, vou responder o que perguntou:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;
Resposta: Homens não são ETs. Você é homem, basicamente, o que você curte, ele também curtirá. Mas no sentido romântico de conquista… não sei. Se ele não quer um relacionamento sério, pode te achar meloso demais… se você mandar flores, por exemplo. E se disser “Eu Te Amo” pra esse boy, ele pode sumir… Então, melhor é demonstrar interesse, mas não muito. Não se entregue de bandeja.

2º Do que os gay’s gostam nos outros homens?;
O que me faz gostar de homem é a postura de homem, pegada forte. Então, muita delicadeza me brocha. Não, não gosto de apanhar, apenas me refiro ao toque, pele… é diferente, mulher é mais delicadinha. Então, gays gostam de macho. Agora no sexo… cada um gosta de uma coisa… o melhor é ir percebendo o que faz esse boy gemer mais alto… o que lhe dá mais prazer..

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?
Ai. Que ponto G? Você quer dizer o ponto O de Olho do Koo, né?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;
Como disse, isso difere de ser humano pra ser humano! Eu fico doido se mordiscam milha orelha, tem gente que pira se lambem e mordiscam seus  mamilos dos peitos.. tem quem goste que o parceiro brinque de “dedinhos da Eliana” no ponto O… o jeito é ver o que surte mais efeito nele.

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo“.
Casa Nova, seu lindo! Se prepare para tomar um SHOCK DE REALIDADE: Não é o fato de você mandar bem ou mal que fará o boy querer te namorar. Se ele quer no momento saltitar de cama em cama, tenha em mente que o NÃO prum relacionamento com ele você já tem. Então, curta. Sem neuras. Sem endeusar o boy. Sem se menosprezar e se colocar pressão demais pra segurá-lo contigo.
Tudo na vida passa, meu filho. E tudo serve de aprendizado. Aproveita enquanto dura. Se ele não quiser mesmo ser teu namorado, azar o dele.

Beijas, L^^e!))).

Empresa de viagens lança video emocionante sobre casamento gay

Enquanto no Brasil poucas marcas investem em campanhas publicitárias para o universo gay, nos Estados Unidos a coisa é diferente! A Expedia, empresa voltada para o mercado de viagens lança vídeo emocionante sobre casamento gay entre duas mulheres. Gays Gostam de empresas que nos respeitam!

A história começa com um senhor, o pai de uma delas, falando sobre sua filha. A infância, adolescência… Ele se prepara para o casamento dela e atravessa o país para comparecer o casamento da filha.

É incrível quando vemos empresas que investem no Pink Money, não porque buscam apenas mais um mercado para seus produtos, mas porque respeitam o indivíduo. Quem sabe as empresas brasileiras [e agências] tenham um pouco de coragem de investir no universo gay?

Sempre há esperança das coisas mudarem, até porque algumas pesquisas mostram que gays e lésbicas viajam 5 VEZES MAIS que heteros, e não pense que são viagens para o litoral no fim de semana, são viagens a locais paradisíacos, internacionais e caros!

Nem comentarei sobre esse povo que não tem louça pra lavar e comenta asneiras lá no vídeo. Nem darei IBOPE a esse povinho com visão limitada da vida.

Assista e emocione-se:

[Sugestão da @AnaVanolli do Sexo And Rock 'n Roll]

Bullying homofobicoDavid Hernandez, um adolescente de 16 anos foi encontrado morto em sua casa em Long Island, e muitos se perguntam se o motivo disso não seria bullying homofóbico, já que há rumores rolando na internet sobre uma possível ameaça na escola por ser gay. Tais rumores não foram confirmados e a família se recusa a falar sobre o assunto.

O adolescente havia participado de um reunião da East Hampton High School’s Gay-Straight Alliance, uma espécie de reunião para discutir sobre a homossexualidade entre gays e heteros. O superintendente da Escola Richard Burns disseu que se departamento continuará a ver o que aconteceu, mas recusou falar sobre o possível bullying homofóbico.

David Kilmnick, CEO da Long Island Gay and Lesbian Youth Network, disse que sua organização tem trabalhado muito para criar um centro comunitário e comenta que os membros da comunidade hispânica que são 40% desses ditrito escolar não tem apoio fora da escola.

Kilmnick ainda diz que o distrito de East Hampton está a frente de muitos outros por ser o primeiro da região a ter um grupo de apoio e discussão no ensino médio. ‘Eu sei que alguns são rápidos em culpar o distrito escolar, mas East Hampton é, certamente, uma das regiões mais progressistas ao abordar essas questões e trabalhar na prevenção‘.

Infelizmente já se perdeu a vida de um jovem, agora é tentar criar ações para que isso não se repita e os jovens da região sintam-se a vontade para conversar e expor seus problemas. Não adianta também trabalhar apenas com os jovens se os familiares não entendam nada sobre homossexualidade. O trabalho tem que ser em conjunto com suas famílias para que esses adolescentes sintam-se amadas não apenas nesse grupo, mas dentro de suas casas que é o local mais importante.