Posts com Tag ‘efeminado’

Eu sei, todos somos homens, temos um pinto e duas bolas [caso você seja normal], estou falando de atitude.

Conheci um carinha pela internet, vi algumas fotos dele, nos falamos por webcam, por telefone, o cara não era efeminado, não que eu tenha algo contra! Inclusive [pode falar que é clichê] tenho amigos que são efeminados e gosto deles. Ele me parecia um cara muito bacana, tem a minha idade, estuda e trabalha assim como eu, tem um papo bacana e enfim, com tudo isso em mesa propus nos conhecer pessoalmente.

Nas fotos o seu estilo de se vestir parecia mais alternativo. Ele tem 1,85 de altura como havia me descrito e de fato tinha essa altura, mas me aparece com um sapato ROXO e cadarço LARANJA, uma bermuda que chegava perto do joelho, não depois, antes, não me pergunte o nome, não faço ideia e uma camisa de manga curta com um desenho de robô esquisito lá. Torci o nariz logo daí.

O perfume do cara não era um perfume de homem. Pô, eu gosto de homem! Quero que o cara cheire como um, ora, não é tão difícil. Conversamos bastante, ele me parecia bem nervoso, comemos algo, assistimos um filme, e fiquei enjoado do cheiro dele, nisso deu pra perceber que ele não tinha uma atitude muito máscula, talvez esteja fazendo uma análise precipitada, mas acho que não ia rolar nada mais ali do que amizade.

Infelizmente esse não foi o primeiro. E é ai que entra minha pergunta, por que é tão difícil encontrar alguém no perfil que eu quero? Talvez esteja sendo mesquinho, talvez eu esteja sendo prepotente ou egocêntico mesmo, mas é porque estou cansado.

Leonardo, 21 anos – Recife – PE

Olá Leonardo. A vida é um pouco complicada, e nem tudo que queremos aparecem da forma como sonhamos e idealizamos. Não sei os verdadeiros motivos para as coisas acontecerem da forma que acontecem [adoraria saber], mas imagino que por trás de tudo exista um aprendizado. Há diversidade dentro da própria diversidade. Da mesma forma que existem caras extremamente másculos, também há os mais femininos. No caso desse carinha, nem diria que ele é efeminado, mas talvez um pouco moderno, ou fashionista!!!

François Sagat, ator pornô viveu durante muitos anos no meio fashionista, trabalhando com diversos estilistas e largou tudo para se dedicar ao mundo dos filmes adultos, e em diversos ensaios podemos vê-lo com ícones mais femininos compondo seu look, mas nem por isso ele deixa de ser másculo.

A coisa complica ainda mais quanto criamos um perfil específico. O homem perfeito não existe, ainda mais quando o imaginamos de uma forma extremamente fora do contexto da realidade e procuramos apenas isso. Com o tempo, você vai amadurecer um pouco mais suas ideias, e ver que determinadas características físicas pouco importam quando o assunto é relacionamento.

Quando você está em busca de um relacionamento, eu acho que o mais importante nem sejam tanto os atributos físicos, mas os intelectuais e sentimentais. De que adianta você encontrar um cara másculo, lindíssimo se na hora de transar ele é péssimo??? Ou ainda um promíscuo que te trai até com sua sombra??? Ou é tão arrogante e egoísta, que namorar com ele seja um martírio??? Será que nossos gostos físicos devem ser levados tão a sério assim??? Não seria muita futilidade se ater apenas a isso???

O mundo gay é repleto de homens bonito, másculos, inteligentes e bem sucedidos, mas quantos desses tem um relacionamento duradouro e feliz na medida do possível??? São raros os casos!!! Será que nós gays [também me incluo nesse pensamento] não devemos mudar um pouco a forma de pensamento???

Não digo que as características físicas do boy não devem ser levadas em conta, o tesão no homem que é extremamente visual, reside aí, mas talvez ser um pouco menos ‘fechado’ a isso, e dar valor a outras coisas que também precisam ser pesadas quando conhecemos um cara.

Não precisa namorar esse cara que você conheceu, mas tente dar uma chance e conhece-lo melhor. Você mesmo disse que ele é um cara bacana e muitas coisas entre vocês batem, né??? Quem sabe ele não pode ser O cara da sua vida e você deixou passar por coisas que com o tempo pouco não farão diferença???

Beijos e espero ter ajudado.

E aí DQOGG tudo bem? Minha pergunta é subjetiva mas espero que me faça entender.

Cada cara tem o seu gosto, tem aqueles que preferem magrinhos, outros preferam os mais malhados. Alguns gostam daqueles que tem um jeito feminino, ou seja, cada um tem seu público.

Analisem a situação: Você não curte caras com jeito efeminado, começa um namoro com um cara que não tem essa característica. No entanto, nós sabemos que os gays não são menos machos. Só que seu namorado começa a fazer algumas coisas mais femininas. O que você faria? Tentaria moldar seu namorado para que ele agisse de forma diferente ou não ligaria pra isso?

Eu te pergunto isso por que alguns gays não têm o mesmo comportamento e gostos que os héteros e mesmo assim ficam tentando imitá-los pra tentar agradar o namorado. Eu acho isso muito ridículo

Parabéns pelo blog, é um trabalho muito legal esse que vocês fazem.

Wenderson, 20 anos / Brasília-DF

Peagá Peñalvez responde:

Olá Wederson. Essa situação é mesmo hipotética??? [risos]

Todas as pessoas têm gostos diferentes, essa é a maravilha da diversidade DENTRO da diversidade, realmente há espaço para TODOS os tipos de pessoas de magros a fortes, de másculos a efeminados.

Quanto a análise da situação: Tenho minhas preferências físicas, o que acho belo ou não, mas não me prendo a isso. Na realidade acho que o ‘lado intelectual‘ me chama mais atenção do que apenas um corpo sarado ou o cara ser másculo ou não. Particularmente não curto caras mais femininos, não é questão de ‘escolha‘, mas de tesão mesmo.

Não sou hipócrita em falar que A PRIMEIRA VISTA todos olham o exterior. Claro, quando você conhece uma pessoa você não sabe se ela é interessante ou não, né??? Só depois que a conhece você pode fazer uma análise mais detalhada.

Um namorado meu disse uma vez e marcou muito: O importante não é o primeiro encontro, mas o segundo. Porque é nesse dia que você saberá como a pessoa é realmente. E quer saber??? É verdade isso. Inclusive, nosso segundo encontro foi ÉPICO, namoramos por um bom tempo.

Por outro lado, não ligo muito para isso, ainda mais se estou com o cara, porque se inicio um relacionamento por ter certeza que vi mais do que um corpo bonito na pessoa, e sim algo além disso. Talvez por isso não me incomodaria se a pessoa começasse a ter atitudes mais femininas do que antes do namoro, só ficaria PUTO se ela mudasse o caráter.

Ou mande por Formspring

Queimei meu filme com meus tios. [Será?]

Publicado: 26/04/2011 por @peagapenalvez em gay
Tags:, , , , , , , ,


Conheci um menino de 19 anos pela internet e fomos assistir a encenação da via sacra em uma igreja. Minha prima foi comigo esperar o menino no local marcado. Minha família não sabe que sou gay, e quando minha prima viu o meu “amigo” [que é um pouco afeminado] desconfiou de alguma coisa.

Minha prima nos convidou a entrar na casa dela, mas e não queria. Já estava em uma situação muito constrangedora. Entrei. Meus tios estavam lá, e apresentei meu amigo normalmente, mas logo perceberam que ele é “diferente”. Eles fizeram diversas perguntas para o menino, e eu super constrangido. Disse que ele morava perto de minha casa e fazia teatro comigo. Para fechar, meus primos chegaram e nos viram lá. Tenho certeza que eles perceberam algo, mas eu me mantendo.

O que eu faço para meus tios não pensarem besteiras de mim? Sinto que minha imagem ficou manchada por isso, minha família é super conservadora.

Hugo, via E-mail

Peagá Peñalvez responde:

Olá Hugo, tudo bem???

Posso ser sincero??? Se eu fosse você não me preocuparia com isso sabia??? Em primeiro lugar, família é importante e tudo mais, mas a SUA FELICIDADE É MAIS IMPORTANTE. Se a sua família te discriminar por você ser gay, sejam eles conservadores ou um bando de hippies é porque não respeitam a individualidade de ninguém. O que é bastante errado.

Amo meus tios e minhas tias, mas se eles não me aceitassem do jeito que Deus me fez, simplesmente não ligaria para opinião deles e seguiria a minha vida do mesmo jeito. Tenho sorte de minha família me aceitar. Tanto que nesse feriado fui para o litoral, fiquei hospedado na casa da minha tia [que é mãe do meu primo, também gay], evangélica. Ela mora perto do Quiosque da Cris em São Vicente, conhecida por ser LGBT e quer saber??? Ficou na praia conosco, em frente ao quiosque, vendo todas as bilúzetes circulando de mãos dadas e etc. Até mostrei para ela o meu ex-namorado [que estava lá com o atual, mas depois conto isso para vocês].

Não acho que você deva ter vergonha de seus amigos por eles serem efeminados. Você deveria ter vergonha deles se eles fossem ladrões, drogados e mau carater. E no mais, tenho diversos amigos heteros [MUITOS MESMO] e nenhum tem vergonha de falar que é meu amigo. Ok, não sou efeminado nem nada, mas mesmo se eu fosse, eles NUNCA TERIAM VERGONHA DE MIM.

Só para finalizar: Se eles desconfiaram de alguma coisa foi até melhor. Assim você os prepara para, se algum dia, você decidir contar a todos que é gay.

Espero ter ajudado, beijo grande.

Eu não me aceito

Publicado: 06/12/2010 por @peagapenalvez em gay
Tags:, , , , , , , , , , , , ,

Meu nome é Fernando, 16 anos e moro em São Paulo. Sou o típico gay que não aceita a orientação sexual que possui. Se eu conhecesse o lado bom de ser gay (e eu não to falando do vídeo da Mtv, talvez fosse mais feliz, só que até hoje tudo o que sofri foi preconceito pelo meu jeito feminino de ser (não é tão evidente, mas é de lei: sempre rolam boatos acerca da minha sexualidade), mesmo me esforçando pra ter uma conduta e trejeitos heterossexuais, não tem como fugir, as pessoas percebem.

Desde pequeno sofri com esse preconceito, e me fecho com medo de me relacionar. Além dessa questão tem o meu próprio preconceito: eu não me culpo por nada, mas me pergunto a razão de EU ter nascido assim. Não vou ter uma família, vou sempre ser taxado de “Fernando, o homossexual” e minha vida será sempre vista e tratada com escárnio.

Tenho andado triste e melancólico, e o mais duro é saber que não tenho ninguém pra recorrer, ninguém para me abraçar e dizer que tudo isso vai passar. Acho que estou carente, embora não admita. Tenho amigos que já sabem que eu sou gay, eles me respeitam, mas eu sinto que não posso me abrir com eles, porque não é algo natural, eles não se sentem confortáveis e arranjam um jeito de fugir do assunto. Meus amigos/as namoram, e eu nunca tive ninguém.

Por que o destino me reservou um destino tão diferente? Obrigado pela atenção e desculpem-me pelo cliché.

Fernando, 16 anos – São Paulo/SP

Peagá Peñalvez responde:

Olá Fernando, que bom que nos enviou o seu e-mail, sempre que precisar nos envie um e-mail para desabafar. Desabafar sempre é bom, tira um peso de nossos ombros.

Por que você nasceu assim??? Quando morrer a primeira coisa que vou perguntar para Deus quando cehgar lá em cima será isso também, o problema nem é porque não me aceito, mas curiosidade. Eu, particularmente, acredito que nós gays tenhamos algo único que os heteros NUNCA VÃO ENTENDER, que é a união de duas coisas tão diferentes, o MASCULINO e o FEMININO. Podemos ter atitudes tão masculinas quanto qualquer outro cara hetero, mas também podemos ser sensíveis, delicados, amorosos, intuitivos, etc, quanto qualquer mulher. Eu faço MUITO uso de minha sensibilidade, e só tenho coisas a ganhar com isso. Por que você não tenta usar o que Deus te deu para ser feliz???

Acredito que incomoda as vezes ter um jeito mais delicado, mas esse é seu jeito e você não tem que se martirizar por causa disso, e mesmo que as pessoas suspeitem que você é gay, não dê importância a isso.

Eu também tive 16 anos e sei muito bem o que você está passando, todos passamos por essa fase, e pode apostar que ELA PASSA. O mais difícil disso tudo é que nos sentimos sós, incompreendidos e com medo dos que as outras pessoas vão achar, mas no final o que importa é lutarmos para ser feliz. Se você se retrair ficará cada vez mais triste e melancólico. Sabe o que você tem que fazer com seus amigos??? Mostrar que você não é  tão diferente deles, porque você não é. Sempre digo aqui que a homossexualidade é apenas uma de nossas características e não é a principal delas. Voce não consegue ser amigo deles, mesmo eles sendo heteros??? Porque eles não podem ser seus amigos, só porque você é gay??? Eu tenho amigos heteros e eles me tratam muito bem, a minha sexualidade não afeta nossa amizade.

Sua vida só será tratada com escárnio se você permitir isso. A minha vida não é tratada assim, aprendi a dar valor a mim, e mostrar as pessoas que mesmo sendo gay sou como qualquer outra pessoa com qualidades e defeitos e ser gay não é um desses defeitos porque A DIVERSIDADE NÃO É UM DEFEITO.

Não sei se isso te ajudaria tanto, mas você já pensou em fazer amizade com outros gays??? Talvez dentro de um grupo de amigos gays você se sinta mais a vontade e possa “aprender” que existem outras pessoas como você, e que você não é nenhum E.T.

Querido, força que tudo isso passa, é complicado se descobrir gay, ainda mais na adolescência onde todos querem fazer parte de um grupo, de um amigo, de ser aceitos, mas com o tempo você descobrirá que SER GAY é ser como qualquer outra pessoa, um ser humano a procura da felicidade.

Ah, ia me esquecendo, e assiste o clipe da Katy Perry – Firework, e presta atenção no menino sentado na balada [TEMPO 1 min e 37 seg, e depois em 2 min e 14 seg . Toda vez que assisto me arrepia todo.


Ou clique AQUI