Posts com Tag ‘blog’

Dica Cultural: Amigas, pero no mucho

Publicado: 26/10/2012 por @peagapenalvez em Dica Cultural
Tags:, , , ,

Teatro Amigas pero no mucho

Essa semana nosso blog foi convidado a assistir a peça Amigas, pero no mucho e quer saber da verdade? É simplesmente demais! De forma descontraída a apresentação mostra a vida de 4 amigas que se amam e odeiam ao mesmo tempo, mostrando que o mundo das amizades também é repleto de conflito e competição em uma relação afetuoso e ao mesmo tempo complicada de amizade.

As meninas são interpretadas perfeitamente por 4 homens, Elias Andreato, Norival Rizzo, Nilton Bicudo, Alex Gruli em um texto cheio de humor caustico, com direito a lavar a roupa suja, brigas, traições e muito mais!

Teatro Amigas pero no muchoNorival Rizzo é Debora, 40 anos – Divorciada, sem filhos. Inteligente, perspicaz, irônica, mas tipo dona da verdade. Sempre tem uma consideração a fazer, tentando que sua opinião prevaleça. Idealiza o amor. Come compulsivamente.

Elias Andreato é Fram, 50 anos – Divorciada, dois filhos que moram com o pai. É a mais velha das quatro amigas. Já passou dos 50 anos, mas quer parecer 30. Ninfomaníaca. Fala muito palavrão quando está sozinha, em público jamais. Faz meditação, mas quando está com raiva, tem tiques nervosos.

Nilton Bicudo é Olívia, 40 anos – Casada com filhos. Foi rica, não é mais. Tem que dirigir sua VAN que leva crianças para a escola. Julga-se sempre perseguida. Está sempre perguntando: O que vocês estão falando de mim? Exalta o marido, Alfredo, para as amigas.

Alex Gruli é Sara, 35 anos – Solteira. Executiva. A mais reservada. Parece ser fria, mas esconde grande esperança. Fuma descontroladamente. Não perdoa as amigas, mas pouco se importa com a opinião dos outros. Desconfiada. Odeia as hipocrisias de Fram.

Aposto que você verá muitas amigas e parentes personificadas nessas adoráveis personagens. Eu mesmo identifiquei muitas, e porque não muitos, amigos e parentes nessas personagens.

Que tal sair um pouco do circuíto baladas e correr para o teatro? Você não irá se arrepender!

| Serviço | Amigas, pero no mucho
| Onde? | Teatro Frei Caneca – São Paulo
| Quando? | Terca-feira – 21 h
| Quanto? | R$ 50 inteira

Manifesto de um soro positivo

Publicado: 11/10/2012 por @peagapenalvez em Go Health
Tags:, , , , ,

Recebemos essa sugestão e, claro, que precisamos publicar aqui no blog alguém falando abertamente sobre ser soro positivo. É importante sair da caixinha onde vivemos e olhar para outras realidades, assim nos tornamos mais abertos, tolerantes e humanos!

Manifesto de alguém semelhante a você

Manifesto de um soro positivoHoje eu tive uma conversa com Deus. Ele me disse: “vá em frente, seja responsável e eles respeitarão você – separar o joio do trigo é a mesma coisa que purificar sua alma de tudo aquilo que nunca foi seu”. (R. A. C. A, 17 de fevereiro, 2012)

Existe uma parte de nossa sociedade que exclui pessoas que um dia também foram alvos de perseguição e preconceito, sentenciados à fogueira por achar e dizer comprovadamente que a terra é redonda; e mesmo assim enfrentaram a população e podemos falar hoje abertamente; sou artista, cientista, sou negro, empregada doméstica, deficiente físico, pobre, pedinte, portadores de TDAH (Transtorno de Défict de Atenção e Hiperatividade), mulato, índio, soropositivo e etc. Sou ser humano e sou igual a todos até mesmo por gostar do “Verde que te quero Rosa”, como dizia o grande cantor e compositor Cartola em uma de suas inúmeras músicas.

Se eu continuar me escondendo, estarei não só renegando todo um grupo que precisa de carinho, de atenção e que estigmatizados devido à falta de informação gerada pela ignorância, intolerância e outras “ânsias e repugnâncias” e, é claro, pelo preconceito por vivenciarem suas próprias vidas sem mentiras e mostrando opiniões.

Criei coragem por muitos daqueles que deram à cara a tapa por nós, para nos darem um pouco mais de paz e tranquilidade, que lutaram pelos nossos direitos de ir e vir.

Não perdi amigos, eles perderam a oportunidade de evoluir, entender, saber o que é – e que não é bem isso que os outros expõem como forma de prevenção. Não podemos ter medo da informação, precisamos nos adaptar em um mundo que a todo o momento se transforma. A prevenção é necessária, mas para que seja efetiva tem que ser baseada na verdade e em como é a vida do soropositivo nos dias atuais, para que não sejamos mais excluídos, nem percamos amigos, familiares ou uma namorada por medo de transmissão. Hoje podemos conviver com o HIV sem expor a riscos a outra pessoa. Podemos ter amigos, amar, ter um trabalho digno e ser felizes plenamente. Nada nos impede, nem o vírus que carregamos em nosso sangue.

Sou feliz em mostrar quem eu realmente sou. Um cara igual a você, seu semelhante.

Perdi pessoas maravilhosas (sim, mesmo me deixando de lado devido a falta de informação, elas continuam a ser maravilhosas) não só porque me excluíram das suas vidas por conta da minha sorologia (o que é um fato comum), mas porque ainda não absorveram o mais importante nas suas vidas: o amor. Amor pela vida, amor em viver em sociedade, em conhecer pessoas que não são diferentes a não ser pelo caráter e pelo ser humano que são – ser humano que, em suas mais diversas formas, continua a ser belo.

As pessoas que me deixaram de lado e pelas quais sofri, hoje as vejo como parte da minha própria evolução e crescimento como ser humano. Decidi que somente aqueles que realmente gostam de mim e estão dispostos a conhecer a minha vida terão o privilégio de entender, acrescentar e fazer parte da vida de alguém comum, normal e verdadeiro que está ao lado.

Eu amo o mundo, eu amo a vida, e mais ainda, minha vida social me completa. Quando você julga alguém, você julga a si mesmo. Somos todos iguais, e não somos imunes ao HIV. Você pode ser o outro que amanhã irá refletir sobre meu ato dentro da sua própria carne. Meu gesto é para todos e para aqueles que, por medo do preconceito, se suicidam, mudam de país, vivem à margem da sociedade e se entregam a um mundo de tristeza e falta de perspectivas. Você poderá matá-lo com seu preconceito, ou condená-lo a felicidade! Somos todos iguais e só fazemos a diferença porque que cada um carrega sua única história.

Quero agradecer pelos amigos que perdi e pelos irmãos que ganhei durante meus momentos de alegria e tristeza. Agradeço a minha família e meus amigos, a aqueles que fazem parte de mim sem distinção nenhuma do meu sangue e a todos meus amigos que estiveram e sempre estarão ao meu lado na minha longa jornada que não é mais é uma sentença de morte ou autopiedade.

Não será algo ínfimo nos dias atuais, sim, pois o conhecimento liberta! Leia e se esclareça, você conseguirá enxergar tudo de maneira mais simples! Não é só por mim que me declaro uma pessoa otimista pela vida, mas realmente por aqueles que morrem a cada dia e morreram por preconceito e por desinformação.

Obrigado.

Manifesto em tributo ao eterno R

Quer ler mais? Visite o Tumblr Olhar Posithivo

Oi pessoal! Descobri o blog de vocês pesquisando na net sobre como deveria fazer para conseguir conquistar um carinha por quem estou apaixonado. Para que vocês entendam melhor, vou contar um pouco da minha história.

Já na infância tive vontade de ter contatos homo afetivos com alguns amigos. Na adolescência tive um amigo muito próximo com quem sempre tive algumas “insinuações” mas nenhum contato físico. Nesse ínterim, nunca deixei de gostar e namorar garotas. Só que hoje, aos 24 anos, encontrei um cara por quem me arrisquei e começamos a ficar.

Esse cara é, de fato, o primeiro homem com quem me relaciono (até o presente momento temos ficado algumas vezes e tiramos apenas sarros, nada de sexo gay). O problema é que estou completamente apaixonado por ele. Infelizmente ele é do tipo que gosta de estar livre para ficar com “quem” quiser e “quando” quiser e preciso admitir que isso tem me machucado muito porque, não vou mentir, estou amando o cara. Como não estou acostumado ao universo gay, tenho lido muito e pesquisado sobre como são os relacionamentos homo afetivos e o que posso fazer para conquistá-lo.

Como só tinha ficado com mulheres, muitas vezes (quase sempre) não sei como devo tocá-lo, de que forma pegá-lo, como provocar prazer nele. E é por essa imperícia que creio não conseguir conquistá-lo.

Ele é um cara de 23 anos, experiente no universo gay e passivo.

Eu, um cara bissexual e que topo fazer qualquer coisa com ele.

A ajuda que eu quero é:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;

2º Do que os gays gostam nos outros homens?;

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo.

Obrigado!

Casa Nova, 24 anos – Recife/Pe

COnquistando o boy Magia gays Gostam

Oi, Casa Nova! Meu primeiro impulso, ao ler sua história, foi escrever: FOGE, MENINO, FOGE! Essa coisa de se apaixonar por quem quer ficar livre para saltitar pela vida é uma roubada. É sempre muito cômodo pro cara saber que alguém o ama e que ele terá sempre alguém que vai topar tudo o que ele quiser.

Mas, vou responder o que perguntou:

1º Como faço para conquistá-lo, levando em consideração que nunca tive contatos com homens?;
Resposta: Homens não são ETs. Você é homem, basicamente, o que você curte, ele também curtirá. Mas no sentido romântico de conquista… não sei. Se ele não quer um relacionamento sério, pode te achar meloso demais… se você mandar flores, por exemplo. E se disser “Eu Te Amo” pra esse boy, ele pode sumir… Então, melhor é demonstrar interesse, mas não muito. Não se entregue de bandeja.

2º Do que os gay’s gostam nos outros homens?;
O que me faz gostar de homem é a postura de homem, pegada forte. Então, muita delicadeza me brocha. Não, não gosto de apanhar, apenas me refiro ao toque, pele… é diferente, mulher é mais delicadinha. Então, gays gostam de macho. Agora no sexo… cada um gosta de uma coisa… o melhor é ir percebendo o que faz esse boy gemer mais alto… o que lhe dá mais prazer..

3º Qual é o “Ponto G” de um gay passivo?
Ai. Que ponto G? Você quer dizer o ponto O de Olho do Koo, né?

4º Como e onde pegá-lo para lhe proporcionar mais prazer?;
Como disse, isso difere de ser humano pra ser humano! Eu fico doido se mordiscam milha orelha, tem gente que pira se lambem e mordiscam seus  mamilos dos peitos.. tem quem goste que o parceiro brinque de “dedinhos da Eliana” no ponto O… o jeito é ver o que surte mais efeito nele.

Resumindo: preciso saber de que forma eu posso melhorar meu desempenho para fazer com que esse cara fique comigo“.
Casa Nova, seu lindo! Se prepare para tomar um SHOCK DE REALIDADE: Não é o fato de você mandar bem ou mal que fará o boy querer te namorar. Se ele quer no momento saltitar de cama em cama, tenha em mente que o NÃO prum relacionamento com ele você já tem. Então, curta. Sem neuras. Sem endeusar o boy. Sem se menosprezar e se colocar pressão demais pra segurá-lo contigo.
Tudo na vida passa, meu filho. E tudo serve de aprendizado. Aproveita enquanto dura. Se ele não quiser mesmo ser teu namorado, azar o dele.

Beijas, L^^e!))).

Oi pessoal do blog Do Que Os Gays GostamPrimeiro quero elogiar a dedicação de vcs para nos ouvir e trazer assuntos interessantes.

Vcs poderiam dar ideias ou sugestões do que fazer quando o relacionamento fica com cara de domingo, monótono ? Tanto no dia a dia e no sexo.

Anônimo

Relacionamento Gay

Olá querido! Ficamos felizes que curte nosso blogay, ele é feito para vocês queridos leitores que enviam perguntas diariamente. Dá trabalho ter um blog? Sim, e muito, mas ~amamos~ o que fazemos e receber elogios e agradecimentos como o seu nos dá mais força para continuar.

Para começar, a rotina de um relacionamento gay [ou qualquer outro] nunca é ‘culpa’ de apenas um lado, mas sim dos dois que por algum motivo deixam de se comunicar de forma correta e acabam guardando muitos desejos com vergonha de revela-los. Primeiro passo para um relacionamento saudável é ter completa liberdade para conversar sobre tudo [TUDO MESMO] com o namorado. Seja sexo, problemas, alegrias, estudos, trabalho, família, etc.

Apimentar a relação nem é tão difícil, viu? O passo inicial é ter algumas ideias bacanas para quebrar um pouco a mesmice diária. Já pensou em conhecer algum sex shop com o namorado? Pois conheça, mas faça questão de irem juntos! Além da diversão vocês terão um encontro diferente e só isso já é sair da rotina, o que dirá usar os produtos, né?

Alternar quem faz passivo e quem faz ativo é uma forma bacana de sair da rotina de um relacionamento. ‘Ah Peagá, eu curto ser ativo [ou passivo]‘. Ué, você não quer sair da mesmice? Poxa, é uma ótima forma de mudar um pouco as coisas, e isso não significa que é pra sempre. Até porque, alternar as coisas de vez em quando é saudável.

Você já ouviu falar em Kama Sutra? Há diversas posições sexuais para sexo anal que são IN-CRÍ-VEIS! Já tentaram fazer algo nesse sentido? Pode-se apimentar ainda mais as coisas com locais inusitados. Eu mesmo já transei numa construção com um namorado de noite enquanto os funcionários não estavam. Outra lugar diferente que transei foi durante uma trilha no Pico do Jaraguá. Sim, ali no meio do mato mesmo!

A dica principal eu deixo por último: Para seu relacionamento não cair numa rotina use a IMAGINAÇÃO! Com ela aposto que seu relacionamento será diferente todo dia.

Beijos e boa sorte!

Lançamento do Galaxy Note 10.1

Publicado: 01/10/2012 por @peagapenalvez em Tecnologia
Tags:, , , , ,

Galaxy Note 10.1

A Samsung lançou semana passada o Galaxy Note 10.1, e a equipe do DQOGG foi convidada para conferir tudo em primeira mão e olha que esse lançamento nos surpreendeu muito, até porque é o primeiro tablet com Android 4.0.

O Galaxy Note 10,1 tem câmera traseira de 5MP e frontal de 1.9MP, processador Quad-Core de 1.4 GHz, 2GB de memória RAM! Uma superpotência em tablet.

Uma das novidades do Galaxy Note 10.1 é que já vem com o Photoshop Touch que dá pra fazer verdadeiros milagres em suas fotos e imagens. Ótimo para quem atualiza Instagram e Facebook através dele.

Aí você se pergunta, mas como usarei esse programa? Simples! Com a caneta que acompanha o tablet. Essa é uma das grandes inovações do modelo 10.1, ele vem com essa caneta o que torna o uso MUITO mais fácil e preciso para diversos programas. Dá pra escrever ou desenhar e o mais gostoso disso tudo é que quando o tablet sente a caneta, os estímulos de pressão da mão são rejeitados então não há conflitos.

Galaxy Note 10.1

Outro recurso que achei interessante é que pode-se ‘dividir‘ a tela em dois e usar outros recursos. Teste com o browser e o bloco de notas, já que vira e mexe pesquiso assuntos interessantes para o blog e gosto de anotar tópicos interessantes e auxilia mesmo o  trabalho. Para estudantes é uma ótima forma de estudar e pesquisar temas para os trabalhos da faculdade.

De quebra ainda tivemos um show com a banda Titãs para finalizar a noite! Logo depois do show foram sorteados 4 Galaxy Note 10.1, mas infelizmente não ganhei! Olha que ficaria muito feliz com um desses, já que seria perfeito para atualizar nosso blogay de forma simples e rápida!

Galaxy Note 10.1

Queridos leitores, façam um vakinha e nos deem de presente um Galaxy Note 10.1, ficaremos MUITO FELIZES!

Olá meninos do blog!!! Sou leitor assíduo do DQOGG a mais ou menos uns dois anos, quando tive minha primeira experiência com um garoto e buscando achar algumas respostas as minhas duvidas encontrei vocês, e desde esse dia não deixei de acompanha-los. Enviei uma vez uma pergunta a vocês e a opinião que me deram me ajudou muito em meu problema.

Mas agora, preciso de mais algumas dicas, pq o assunto é família… gosto muito de sair e recentemente comecei a namorar um cara maravilhoso que está me fazendo muito feliz. Gosto muito de sair pra boates e casa de amigos e com certa frequência durmo fora de casa. Agora, namorando… durmo mais fora ainda, pq fico na companhia do meu amor.

O que acontece é que minha familia não sabe da minha sexualidade (ou pelo menos finge não saber), e sempre que tenho q sair acabo contando alguma história e não falo realmente o que acontece e pra onde vou. Isso está me deixando muito chateado pq nao gosto de mentir pros meus pais e queria muito falar sobre meu namorado e sobre meus amigos, que são amizades muito saudáveis.

Resolvi que semana que vem trago meu namorado aqui em casa pra ver se acalmo meus pais (vou apresentá-lo como amigo), pois eles sempre falam q não conhecem esses meus amigos e acho q por isso eles se preocupam tanto. Alguns dias depois de conhecerem o meu amor e verem q ele é bacana, pretendo bater a real e falar que sou gay e que aquele rapaz que veio a nossa casa outro dia é meu namorado.

Eu sinceramente não acho que minha família irá me bater ou expulsar de casa ou fazer essas outras coisas horrorosas que outras familias malucas fazem, mas tenho medo pq sei que meu pai ficará muito triste. E mesmo que algo de ruim aconteça… ainda assim posso me virar pois tenho emprego, embora não ganhe bem e não possa dizer que sou independente, eu consigo me virar .

O que queria era uma ajuda de como vocês acham que devo conduzir esse assunto, aqui em casa certos assuntos como  homossexualidade por exemplo não são muito comuns.

Aqui não é programa da Xuxa mas eu quero mandar um beijo pra vocês do blog, um pra Xuxa outro pra Sasha e um especial pro meu amor que eu gentilmente apelidei de Deby Neto.

Obrigado!!!

Leandro, 21, Goiânia/GO

Mãe, eu sou gay!

Assumir pra família é geralmente complicado, porque sempre temos medo da  reação deles quanto a nossa sexualidade, mas pelo que você nos conta não será tanto problema e forma como você pensa em sair do armário é uma das mais adequadas: preparar antes de assumir. Talvez você seja uma ferramenta para que o assunto homossexualidade seja mais discutido e aceito por seus familiares. Até porque você mesmo nos diz que eles já devem saber que você é gay.

É ruim quando temos que nos esconder e mentir para as pessoas que amamos com quem namoramos ou para onde vamos. A família deve ser aquela que nos ajuda e apoia em tudo que fazemos, nos dá as broncas quando estamos errados e conselhos quando estamos perdidos e viver mentindo realmente quebra um pouco esse relacionamento. Entendo seu lado.

Faça como falou: apresente seu namorado como seu amigo no começo e depois, com o tempo, eles vão entender que vocês não são apenas amigos, porque as pessoas não são bobas [as mães muito menos] e com certeza notarão a forma como se olham, agem e se tocam… é diferente com um amigo.

Se eles tocarem no assunto respire funde e conte. Aconteceu isso comigo, vou contar:

Quando tinha 16 anos namorava um cara pouco mais velho que eu, e fazíamos tudo juntos. Vira e mexe ele dormia na minha casa e como não tinha uma cama de casal ele dormia comigo na minha cama de solteiro. Foram alguns meses assim, apresentando ele como amigo e quase todos os dias ele passava em casa de carro e dávamos um volta [pra transar, claro]. Quando terminamos fiquei arrasado e minha mãe percebeu que estava triste e o meu ex não aparecia mais em casa. Ela veio me perguntar o que tinha acontecido e disse que havíamos brigado. Minha mãe que não era boba emendou a pergunta bombástica: ‘Ele é só seu amigo?‘ Na mesma hora eu disse que éramos namorados e comecei a chorar. Ela com toda a tranquilidade do mundo disse que me amava de qualquer jeito e que ‘quem sabe um dia não voltaríamos na namorar‘, ‘Que brigas nos relacionamentos acontecem‘ e mais um monte de coisas. Não voltei com meu namorado, mas pelo menos contei que sou gay e não me arrependendo porque alguns meses depois ela morreu de leucemia e ficaria arrasado se ela não soubesse que sou gay’.

Depois de um tempo se recuperando de um acidente no palco do teatro, Thiago Fragoso volta na novela Lado a Lado interpretando o papel de Edgar.

Confere aí algumas fotos do ator Thiago Fragoso, esse gostoso:

Oi, meu nome é Rayan, sou gay mas não sou assumido. Na minha família todos são preconceituosos, principalmente minha mãe. Como posso contar isso pra ela? O que eu faço?

Rayan, via e-mail

Olá Rayan,

Assumir para a família na maioria das vezes é complicado, nem todos estão preparados ou conhecem a homossexualidade e tem uma ideia errônea de como as coisas são na realidade, mas não se preocupe porque você é novo e tem tempo para prepará-los.

Sei que temos a necessidade de dividir essa parte de nossas vidas com nossos familiares. Quando não somos assumidos para eles parece que somos mentirosos, mas isso não significa que devemos sair do armário quando bem achamos, antes é preciso preparar a família para a ~notícia~ ainda mais quando se tem uma família preconceituosa, como você mesmo disse.

Outra coisa que devemos ter em mente é: O que farei se não respeitarem a minha sexualidade? Quais serão os problemas que enfrentarei? Sempre digo que antes de assumir é preciso se armar com garantias de continuar a ter uma vida plena e feliz caso a família seja problemática em assumir. Sou da opinião que antes de assumir precisamos ser independentes financeiramente, ou pelo menos, quase independentes caso tudo dê errado e a situação fique insustentável em casa.

Uma boa forma de prepará-los é conversando de vez em quando sobre homossexualidade de uma forma despreocupada e sem neuras. Sei lá, se estiver passando algo sobre gays na tv, comente algo sobre e veja qual a reação deles. Isso não é garantia mas é um termômetro de como eles veem a homossexualidade e assim você pode se preparar. Faço isso com seus pais, irmãos, irmãs, tios, tias, primos, primas, cachorro, papagaio… e descubra alguém em quem você possa contar.

Tudo é questão de preparar uma boa estratégia para mostrar que ter um filho gay não é um bicho de 7 cabeças e que ser gay não é desvio mental, espiritual ou de caráter… e outra, vai que eles te aceitam numa boa? Nunca se sabe!

Boa sorte e espero que tudo dê certo querido.

Lembra que falamos sobre o casamento gay coletivo que acontecerá? Então, a data está chegando! 28 de setembro está logo ai e a cerimônia contará com a ilustre presença de muitos conhecidos do universo gay. Esse casamento é organizado pelo Centro de Tradições Nordestinas, no Bairro do Limão.

A irreverente Silvetty Montilla, a pastora Lanna Holder, o DJ Mauro Borges, Jéssica Angell, Sandra Bull e o reverendo Cristiano Valério.

Todos podem comparecer, o convite é aberto a toda comunidade paulistana, inclusive heteros que queiram ver que toda forma de amor é natural e normal.

Estarei lá para comemorar mais alguns casamentos gays, e quem sabe não ache um convidados dos noivos e noivas para casar da próxima vez que eles realizarem? Nunca se sabe, né? Se você quer me pedir em casamento essa é uma ótima oportunidade!

|Local| Centro de Tradições Nordestinas
|End| Rua Jacofér, 615 – Bairro do Limão

Ae galera, mais uma sexta-feira chegou e depois da invasão do @Onifodente, estou de volta para mostrar  vocês o que rolou de melhor nos blogs por aí! VEM GENTE!

Thiago Marzano - Ensaio Jogo de Corpo Masculino

Sai Daqui! – Janela do Sexo

Sempre falamos sobre a importância do uso de preservativo em nosso blog. É com ele que nos protegemos de DST/AIDS durante o sexo e sempre que podemos publicamos algo sobre isso. Essa vídeo [voltado para o publico gay] é uma produção israelense e um dos astros principais é o ator pornô gay Jonathan Agassi! Imperdível!

Gostou do vídeo? Que tal compartilhar para seus amigos?

Galera, venho mais uma vez aqui encher o saco de vocês seus lindos, que educadíssimos falarão que não é incômodo e tals. Vocês são anjos de asas cor de arco-íris (que gaaaaay) uaheuaheuaheuaheaa! ['Até eu ri']

To no terceiro ano do Ensino Médio e, se Deus quiser, passo direto pra faculdade. Penso entre algumas cidades: Campinas, São Carlos, Juiz de Fora, Itajuba… Só que eu tô querendo sair do armário sabe, quero dizer, ser gay sem medo de ser feliz. Só que to num dilema: cidade grande x pequena.

Cidade pequena é maneiro porque você faz relacionamentos mais fortes, não é tão caro o custo de vida, as festas são loucas, porém tenho receio de continuar vivendo no ”armário”.

Por outro lado temos as metrópoles com super festas direcionada ao público GLS, cada um cuida da sua vida, diversidade de coisas pra fazer, entretanto tenho receio de não fazer amizades, e eu sem amigo não sou NADA!

Essa é a deixa: Grande ou pequena? Vocês conhecem alguma dessas cidades pra me falar como o sistema rola mano?

Obrigado pelo carinho e a atençao, Max me pega de jeito

*-*. Ateewwnn

Pedro, via e-mail

Cidade Grande x Cidade Pequena - Gays Gostam

Olá Pedro. Olha, quando falamos que não é incômodo nenhum responder e-mails não falamos por educação, mas porque realmente AMAMOS o que fazemos em nosso blogay! É uma satisfação ~enorme~ quando recebemos elogios. Hoje mesmo um amigo que pensei que nem lia o blog me ligou para parabenizar o trabalho que fazemos. Fiquei super feliz! Portanto não se acanhe me enviar suas perguntas!

Ambos os tipos de cidade tem seu lado bom! Nas pequenas a qualidade de vida é bem melhor, menos agitada e estressante e a qualidade de vida é melhor. O problema é que boa parte das pessoas se conhecem e qualquer coisa que você faça cai nos ouvidos da cidade inteira. Nas grandes tudo acontece 24 por dia, tem todo tipo de coisa pra fazer, muita gente pra conhecer e muito fervo pra ir [de segunda a segunda].

Não tenho vontade de mudar de São Paulo. AMO minha cidade, apesar de odiar o trânsito, a frieza das pessoas, a falta de educação, o aluguel caro… mas não saio daqui nem amarrado! Gosto de ter a diversidade cultural a meus pés, para conhecer o mundo inteiro sem sair de São Paulo. Alguns estudiosos dizem que somos uma população flutuante, ou seja, tem tanta pessoa aqui que dificilmente você cruzará com uma pessoa várias vezes na vida. [Exceto se você pega o busão para o trabalho/facul todo dia no mesmo horário. Eu pego o meu com um boy magia que NOSSA SENHORA DA EREÇÃO!

Cidade Grande x Cidade Pequena - Gays Gostam

Apesar das pessoas da cidade grande terem fama de frias e distantes, posso te afirmar que as coisas não são assim na realidade. Nós paulistas não somos frios, mas sim atarefados demais, estressados demais e ATRASADOS DEMAIS por causa do trânsito!

Como em toda cidade há pessoas boas e ruins, não adianta mentir pra você, mas em compensação há uma quantidade tão grande de pessoas vivendo por aqui que a probabilidade de você não fazer amigos é quase NULA! Há diversos pensamentos e estilos de vida e basta você ser receptivo e persistente que você arrumará amigos facilmente!

Dica de AMIGO: Não se deslumbre com a vida na cidade grande. Muitos saem de suas cidades e se perdem na vida atribulada, agitada e livre dos grandes centros. A liberdade é tão grande que para se desviar de nosso trajeto de vida basta piscar.

Espero que você tenha MUITA sorte com a escolha da cidade. Das que você falou conheço Campinas e São Carlos, ambas boas de se viver, apesar de não serem ~tão~ grandes como São Paulo. Sim, eu AMO isso aqui!

Estatuto da Diversidade Sexual - Gays Gostam

O Anteprojeto do Estatuto da Diversidade Sexual foi elaborado por diversas pessoas e contou com a participação de 60 Comissões da Diversidade Sexual das Seccionais e Subseções da OAB, apesar da redação do texto final não finalizado, foram ouvidos diversos movimentos sociais e encaminhadas mais de duzentas propostas e sugestões.

O Projeto foi elaborado no formato de microssistema, como deve ser a legislação voltada aos segmentos vulneráveis. Conta com 109 artigos distribuídos em 18 sessões.

Estatuto da Diversidade Sexual - Gays GostamAlém de consagrar princípios, traz regras de direito de família, sucessório e previdenciário e criminaliza a homofobia. Aponta políticas públicas a serem adotadas nas esferas federal, estadual e municipal, além de propor nova redação dos dispositivos da legislação infraconstitucional que precisam ser alterados.

Art. 1º – O presente Estatuto da Diversidade Sexual visa a promover a inclusão de todos, combater a discriminação e a intolerância por orientação sexual ou identidade de gênero e criminalizar a homofobia, de modo a garantir a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa dos direitos individuais, coletivos e difusos.

Se interessou? Se Joga AQUI que tem o Estatuto da Diversidade Sexual completo!

Já aderiu a Campanha? Acesse a petição pública e assine: http://bit.ly/IYDpuG

Ontem no twitter rolou um twittaço contra o Deputado Jair Bolsonaro que usa de seu mandato para espalhar a intolerância e ódio contra gays, sob a hashtag #ForaBolsonaroPorque moveu centenas e centenas de LGBTs que não estão satisfeitos com um país onde amar diferente é crime com direito a espancamento na Avenida Paulista ou pior, assassinatos!

Protegido por sua imunidade parlamentar [que deveria se chamar impunidade parlamentar] já soltou diversas pérolas contra gays e lésbicas, quebrou decoro parlamentar, já foi processado diversas vezes mas ainda permanece como deputado e compactuando com disseminação da homofobia em nosso país.

Separamos os melhores tweets para você conferir o que rolou!

Quer ficar por dentro de tudo que rola no universo gay? Basta seguir o perfil do blog

As transexuais alemãs têm muito o que comemorar. Em decisão única no tribunal alemão ganham o direito a implante de silicone custeado pelo seguro saúde mas apenas os casos onde o tratamento por hormônio não surta efeito ou alcance o tamanho de uma lingerie. Não para por aí! As transexuais também podem incluir no tratamento procedimentos cirúrgicos em órgãos [mesmo que saudáveis] para evitar algum sofrimento psicológico.

Não sei como é ser uma transexual, mas sinceramente tento me colocar no lugar delas e entender o tipo de sofrimento que é viver em um corpo que não condiz com seu gênero. Imagine olhar todo dia ao espelho e ver algo que desagrada? Não falo de probleminhas bobos como gordura localizada, espinha, estrias, etc… falo de algo ~muito~ mais complexo. Já viu o post da coluna TRANSformando dessa semana? Lá tem um vídeo incrível com a Maitê Schneider e sua luta para readequação de gênero.

Tudo iniciou com uma transex de 62 anos que teve o tratamento hormonal e cirurgia de mudança de sexo paga pelo plano de saúde, porém seus seios não cresceram em proporções femininas e a empresa se negou a pagar um implante de silicone.

A companhia perdeu a causa, abrindo precedentes para outras transexuais realizarem o implante de silicone caso o tratamento hormonal não dê certo.

E viva a diversidade sexual!