Arquivo da categoria ‘Religião’

Milhares de franceses se reuniram para orar em prol do ‘casamento tradicional‘ alegando que as crianças tem o direito de ter um pai e uma mãe, já que o governo socialista pretende legalizar o casamento igualitário e a adoção de crianças por casais gays.

Católicos ocuparam as principais igrejas francesas inclusive a catedral de Notre Dame além da tradicional festa do Dia da Assunção, em Lourdes, que reuniu 20 mil fervorosos católicos que pediu que os fiéis fizessem essa polêmica oração contra o casamento igualitário.

Pesquisas mostram que 65% dos franceses são a favor do casamento gay e 53% são a favor da adoção por casais gays, tanto que o presidente François Hollande firmou compromissos com a comunidade gay durante sua campanha para presidente.

O que buscamos não é aceitação por parte dos religiosos mas sim o respeito, tanto que não pretendemos casar em suas igrejas. O casamento não é nada além da união entre duas pessoas que se amam, sejam elas dois homens, duas mulheres ou homem e mulher, tanto faz!

Quem são eles para julgar o amor que sentimos? Só relembrando uma passagem da Bíblia e um beijo para os religiosos que sabem ler. #muah

Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós. E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão‘. Mateus 7:1-5

Igreja Inclusiva Gays GostamNão existem apenas fanáticos no mundo religioso, sempre gosto de dizer isso nos posts onde aborda religião aqui no blog. Tanto que um ex-seminarista e uma pastora [hetero] criaram uma igreja inclusive chamada Monte da Adoração.

Aloísio Junior sentiu a necessidade de criar uma igreja inclusiva após procurar uma igreja católica para uma ‘cura gay’. Tornou-se seminarista, mas cansado de se esconder resolveu viver sua religiosidade de outro maneira após namorar um homem e não ser mais aceito perante a entidade religiosa.

O, agora, reverendo Júnior inaugurou sua congregação na semana passada em um culto com 50 fiéis e conforme falou, 30% deles são gays ou lésbicas.

O Conselho de Pastores Evangélicos de Bauru caiu matando em cima do Reverendo Junior dizendo que ele prega uma mentira, corrupção e pedofilia. Como se esses defeitos de caráter fossem exclusivos de gays e lésbicas, né? Adoro quando um pastor fala sobre corrupção, já que boa parte das igrejas ludibriam suas receitas. Vide casos de grandes pastores como Bispa Sonia e Pastor Waldomiro que tiveram problemas com a justiça. #chatiaDÍZIMO.

O Bispo de Bauru completou dizendo que não vê necessidade em uma igreja inclusiva para gays e lésbicas, já que não estamos excluídas das igrejas? Oi? Não estamos? Desculpe, não frequento um lugar que diz que a minha forma de amar é errada, que sou um corrupto e pedófilo. Isso ~É~ uma forma de excluir as pessoas.

Apesar de ser cristão, não sou católico ou evangélico. Sou espírita e estou  muito feliz por escolher esse caminho pra mim e sei da importância que uma religião faz para as pessoas. Católico, Evangélico, Espírita, Umbandista, Budista… isso não importa, o que importa é sentir-se bem com a sua espiritualidade.

Ontem falamos sobre a ação movida pelo de~PUTA~do João Campos que pretende regulamentar a ‘cura gay por profissionais de psicologia. O debate foi hoje e terminou em muita discussão e gritaria.

A profissional chamada pela bancada evangélica para defender essa asneira foi Marisa Lobo, que se auto-denomina ‘psicóloga cristã‘. Não sei o que psicologia tem com relação a religião, mas sinceramente acho que não tem nada mesmo, é apenas mais uma das tantas merdas que esse bando de fanáticos criam. Enfim… enquanto Marisa falava, ativistas a chamavam de barraqueira.

Em afirmações que circularam pelas mídia sociais, há uma imagem da psicologa dizendo: ‘A minha classe á a cristã, o resto é resto, não me importo‘. Finalizando, ela faz referência ao homofóbico Silas Malafaia. Isso que podemos chamar de postura profissional, não é mesmo???

Confira a imagem:

Cura Gay

O Conselho Federal de Psicologia nem se deu ao trabalho de enviar uma representante, e ainda chamou a composição da mesa de ‘pouco equilibrada‘, e se fez representar por um manifesto que foi lido ~em partes~ pelo relator do projeto, deputado Roberto de Lucena.

Ativistas dos direitos gays que estavam presentes, tentaram ler o manifesto completo, mas foram retirados do local pelos seguranças.

Os deputados Jean Wyllys e Érika Kokay criticaram o projeto e tão logo terminaram se retiraram do local. Acredito que seja uma forma de mostrar sua indignação quanto ao projeto.

‘What Would you do?’, (O que você faria?”), é um programa da rede de TV norte-americana ABC, que simula situações adversas para saber como as pessoas reagiriam ao se deparar com atitudes revoltantes, que, infelizmente, acontecem TODOS OS DIAS. Bullying em adolescentes, pais que usam as filhas para roubar lojas, clientes grosseiros e até garçons que atendem mal a casais gays. O programa já teve de TUDO.

))) O vídeo abaixo é  parte de um dos programas do ano passado, mas foi o que mais me emocionou da série até agora. Vale dizer que a garçonete, o casal de lésbicas e as crianças são atores contratados pela ABC, mas os clientes do restaurante não.

))) Se você não entende nada de inglês, te explico:  uma garçonete destrata um casal de mulheres lésbicas num restaurante, dizendo que as crianças precisam de pais, que se tornarão gays por serem criadas por um casal homossexual, e barbaridades deste tipo. Enfim, tudo de mais imbecil que ouvimos sair da boca dos homofóbicos. Um cliente do restaurante, ao ouvir as atrocidades que a garçonete disse para as lésbicas, a chama e pergunta se ela acredita em Jesus e a aconselha a não julgar os outros.

As grosserias ditas pela garçonete para as lésbicas não cessam, então o rapaz se levanta, sai do restaurante e, para a surpresa de todos, retorna deixando um papel sobre a mesa delas. Uma das moças abre e lê o bilhete que diz: “Olá, amigos,  sei que isso não significa muito, mas amo todos vocês. Vocês têm uma família linda e eu rezo para que uma pessoa intolerante e que julga os outros não entristeça suas mentes e corações. Nas palavras de M.L.K., Jr.: “No final, não recordaremos das palavras dos nossos inimigos, mas, sim, do silêncio dos nossos amigos.”

Nem a atriz contratada segurou o choro ao ler isso, imagina eu ao ver o vídeo! Chorei como um bebê. O cara não fez barraco, mas demonstrou apoio silenciosamente, bem como diz a citação de Martin Luther King Jr. Ainda bem que existem pessoas assim.

OBS: Vou tentar subir o episódio mais recente desse programa, que fala sobre o bullying sofrido pelas crianças criadas por um casal gay. Se conseguir, o posto aqui.

Responde aí:

Martin McVeigh - Do Que Os Gays Gostam

Aconteceu na Irlanda. O padre Martin McVeigh apresentava uma palestra para pais e alunos em uma escola primária, quando de repente fotos de sexo gay surgem na apresentação!!! SURREAL a situação.

Agora você pensa que o padre tomou alguma atitude??? Claro que não. Simplesmente saiu da sala, e voltou minutos depois como se nada tivesse acontecido. Claro que os presentes na apresentação ficaram chocados, ainda mais quando algo assim vem de um padre!!!

A desculpa para as imagens no pen-drive foi que ele é usado por diversas pessoas e não sabem explicar como tais imagens surgiram no dispositivo. Sean Brady, cardeal e chefe da Igreja Católica na Irlanda, defendeu o padre dizendo que logo que se tocou das imagens as removeu. Deletar as provas me parece mais um ato de quem tem culpa, do que alguém que queira esclarecer alguma coisa.

#HipocrisiaCatólica

Os países da Organização de Cooperação Islâmica [OCI] deixaram na quarta-feira a reunião do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas para protestar contra a realização de uma sessão especial sobre os direitos de homossexuais e transexuais. Seus representantes simplesmente se levantaram enquanto o presidente do conselho, o embaixadora uruguaia, Laura Dupuy, dava início o debate.

O painel falou sobre as práticas discriminatórias baseadas na orientação sexual e identidade de gênero mas com a ausência da maioria dos países da fé muçulmana, que rejeitaram a discussão por ‘não reconhecerem‘ tais direitos. Eles acreditam que a orientação sexual não devem ser aceita como direitos humanos. Oi??? E o que deve ser aceito??? Homens bombas e o Terrorismo Islâmico que mata milhares de pessoas por ano??? As religiões ainda matam mais que qualquer doença, e muitas das Guerras que aconteceram no passado foram baseadas em ‘atos de fé’. DAORA AS RELIGIÕES, né??? +NOT!!!

O Paquistão resolveu intervir em nome dos membros islâmicos, a Mauritânia no Grupo Árabe, e Senegal, o Grupo Africano. Disseram que ‘a orientação sexual e identidade de gênero são novos conceitos que não têm base legal em qualquer instrumento internacional de direitos humanos‘, por isso não deve ser aceito como direitos humanos universalmente reconhecidos.

Eles acreditam que essa liberdade é contra várias religiões, só que a questão não é religião, mas sim DIREITOS HUMANOS!!! O Brasil não é o único país onde seus dirigentes colocam seus dogmas religiosos acima de qualquer coisa, esses países simplesmente negam direitos a sua população.

Conversei com um amigo que é muçulmano, ele me falou o seguinte:

‘Como o Alcorão é um livro que nunca foi modificado desde a sua criação (610 d.c.) e pelo fato de ser escrito num modelo erudito do idioma por meio de metáforas, isso dá brecha para que os homens que estão no poder deturpem a religião, transformando-a numa máquina de matar. Essa prática escrota faz com que as pessoas que seguem realmente uma religião que prega a paz e o amor ao próximo (o Islã), sejam rotuladas de assassinas, terroristas e extremistas, nos tornando alvo de preconceito’. Muçulmano Anônimo

Não houve apenas ato contra. O secretário-geral Ban Ki-Moon, que apoiou em um vídeo exibido nessa reunião. ‘Para todos aqueles que são gays, lésbicas, bissexuais ou transgêneros, deixe-me dizer que você não está sozinho. Sua luta contra a violência e a discriminação é uma luta comum, qualquer ataque em você é um ataque aos valores universais. Precisamos enfrentar a violência e descriminalizar as relações consensuais entre pessoas do mesmo sexo, proibir a discriminação e educar o público’, disse o secretário chefe da ONU.

A alto comissária dos Direitos Humanos, Navi Pillay. também falou descrevendo as atrocidades submetidas. ‘Temos relatos de gays atacados  mortos nas ruas. Lésbicas submetidas a estupros em massa, às vezes descritos como ‘estupro corretivo. Transexuais estupradas e apedrejadas até a morte, seus corpos estavam tão desfigurados que era quase impossível reconhecê-los.

Como pessoas podem pensar em não defender essas pessoas apostando nesse tipo de ‘religião‘??? Minha concepção de religiosidade ou é muito deturpada e estou errado em acreditar que Deus/Alá/Maomé/Jeová/Oxalá/Buda gostariam que seus ideais fossem deturpados.

Islamicos Homofóbicos podem ir para a cadeia

Publicado: 23/01/2012 por @peagapenalvez em Religião
Tags:, , ,

Por Peagá Peñalvez

A Inglaterra, um país extremamente aberto aos direitos dos cidadãos, não importando sua sexualidade pode condenar 5 islâmicos a cadeia por homofobia.

Um grupo islâmico formado por Kabir Ahmed e mais 4 comparsas foram acusados de distribuir panfletos pregando a MORTE de homossexuais. O pior de tudo é que os acusados assumem a culpa e ainda dizem que estão fazendo a coisa certa em incitar a morte de gays e lésbicas.

Oi??? Que mundo esse MONSTRO vive??? Não entendo como uma religião pode incitar esse tipo de coisa, já que em suma os desígnios de Deus, Ala, Maomé, Buda ou qualquer outro nome que se dê a força Superiora que nos rege é de AMOR e COMPREENSÃO.

Desculpe, mas se um religião prega isso, ou as pessoas que a seguem acreditam nisso, simplesmente essa religião não serve, porque ao invés de melhorar as pessoas para a convivência pacífica  e trazer o melhor dos humanos a tona, ela simplesmente trás o pior de tudo que é o ÓDIO.