Sou homem, quero ser mulher e arrumar um namorado, e agora?

Publicado: 20/08/2012 por Leandro Lan em Pergunte ao DQOGG
Tags:, , , , ,

“Gostaria de uma ajuda. Tenho 36 anos, moro com mamy. Apanhei durante adolescência por ser pego vestindo roupas de minha irmã escondido em casa e por dizer estar a fim de um carinha do colégio. Hj morro de medo de qualquer reação sobre o assunto, mas sempre quis ser mulher e ter um namorado. Que devo fazer? Finjo ser homem. Obrigada pela resposta.”

Paulo

Foto: Getty Images

Oi, Paulo, ou melhor, Paula. (aqui a gente não tem nenhum problema em aceitar sua versão mulher!), sua situação é delicada, morar com sua mãe aos 36 anos realmente te deixa preso, sem poder praticar sua sexualidade no aconchego do que seria o seu lar. Porque é o lar dela, então, deve respeitar as regras impostas etc.

Infelizmente nascemos num mundo onde um homem vestir roupas de mulher é considerado, no mínimo, estranho. Eu sei que é muito difícil sair de casa, financeiramente falando, principalmente! Eu continuo morando com minha mãe e acredito que, em partes, isso contribui pra minha situação conjugal do tipo “encalhado por tempo indeterminado”. Não estou te aconselhando a fugir para ser você mesmo, apenas acho que seria positivo ter seu próprio teto… Não é errado querer ser mulher, você não deveria ser julgado e castigado por isso. Mas, com certeza será, sobretudo nas ruas, então, poder chegar em casa  e não receber críticas por se vestir de mulher será importante.

Se sente isso desde pequeno, já está na hora de procurar um Psiquiatra. Não, não to te chamando de louco. É que ele/ela te ajudará a se entender melhor. Fazendo tratamento saberá porque se sente assim e também, se será possível se tornar mulher, fazer a cirurgia de mudança de sexo… etc.

))) Dois conselhos: saia da casa da sua mãe e procure um psquiatra.

No seu novo lar, se não for possível morar só, coloque para dentro apenas pessoas que sejam tolerantes, quem sabe alguém que se sinta como você, para dividir as contas contigo. Depois que se sentir mais confiante, depois do tratamento com o médico. Quando souber quem você é realmente e não tiver vergonha, nem medo, de aceitar e defender seu direito de ser assim, converse com sua família, se achar necessário. Se eles não gostarem, te recriminarem… pelo menos já não morará com eles e será realmente dono do seu próprio nariz.

Quanto a arrumar um namorado, acho melhor resolver todo o resto primeiro, quando estamos bem o mundo nos vê bem e atraimos coisas boas, pessoas boas, daí pode ser que pinte um boy magya muito bom pra ti. Se ele tiver um irmão gêmeo, apresente pra mim, ok?

Espero ter te ajudado! Boa sorte. Beijas,

L^^e!))).

Comentários
  1. Leandro disse:

    Olá, Paul@, achei interessante a sua pergunta. E falo, primeiramente, como gay e, depois, psicólogo.
    Sim, morar com a mãe tem lá suas dificuldades como o “L^^e!” disse na resposta dele (e sei que você conhece as suas dificuldades), mas a gente tem que entender que você deve ter os seus motivos para estar nessa situação. Sentir vontade de ser uma mulher é normal, mas você precisa entender por que motivo sente esse desejo … precisa conhecer um pouco mais a si mesm@, até para poder saber como agir, já que disse que “finge” ser homem.
    Discordo em que você tenha que procurar um psiquiatra. Não vou dizer nem para que procure um psicólogo, mas acredito que um PSICANALISTA seja o profissional adequado para te ajudar nesse momento, afinal você com certeza tem MUITO o que falar, MUITO o que desabafar, e precisa de alguém capacitado para essa escuta.
    Desculpa aí “L^^e!”, mas psiquiatra fica para uma fase posterior! Infelizmente os médicos estão preocupados em atender muito em pouco tempo, querem resolver tudo com remédios e dedicam pouco tempo a dar atenção, a escutar … e atenção, cuidado, escuta é o início de tudo que @ Paul@ está precisando.
    Amigl@, quando você já puder falar melhor sobre o que se passa dentro de você, aí quem sabe valha a pena procurar um psiquiatra para uma situação mais concreta que já terá descoberto, como, por exemplo, mudar de sexo (se esse for o seu desejo).
    Bom, essa é minha dica! Nesse primeiro momento você precisa passar por um processo de muita atenção e escuta, o que só um psicanalista poderá fazer.

    Beijos e boa sorte!!!!

  2. Leandro Lan disse:

    Ah, obrigado, Leandro! Eu achei que o Psiquiatra faria esse trabalho de ouvir e aconselhar… Enfim.. muito bacana seu comentário!
    beijos!

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s