MAXturbação Mental #46

Publicado: 04/08/2012 por Max Castro em MAXturbação Mental
Tags:,

Dando continuidade ao conto… [PARTE1] [PARTE2] [PARTE3]

“Saimos de onde estávamos e demos algumas voltas pela cidade.  Meu carro havia ficado no mesmo lugar em que havia deixado para ir ao bar.  Nessa hora eu não pensava em mais nada.  O carro eu voltaria para buscar em outro momento.  O que eu queria era estar com ele.

Por mais que estivesse curtindo aquele lance, a aliança na mão dele não saia da minha cabeça.  Pensei em perguntar, mas se a resposta fosse positiva para uma namorada, eu ficaria decepcionado e de certa forma com a consciência pesada.  Decidi por não perguntar e simplesmente aproveitar o momento.

Aquela situação parecia até um desses contos que se lê na internet.   Você conhece o cara e acaba rolando algo entre os dois.  Veia à mente os vários contos picantes que já havia lido.  Eu estava praticamente vivendo um conto erótico.  Era excitante e ao mesmo tempo assustador.  Sentia-me um pouco “sujo” ao pensar que há horas atrás eu estava almoçando com um estranho e naquele momento estava procurando um lugar para que pudéssemos ficar mais “a vontade”.

Aquele não era eu.  Eu não estava me reconhecendo.   Sempre fui muito comportado.  Acredito no amor, na vida a dois, no companheirismo e acima de tudo no respeito mútuo entre pessoas que se amam.  Mas ali era algo casual.  Uma história que provavelmente teria início, meio e fim naquele dia.  Fiquei me perguntando se era realmente isso que eu queria pra mim.  Deixaria todos os meus princípios de lado por alguns momentos de prazer?  Sexo casual?  Sexo é fácil de se conseguir, mas alguém que esteja realmente afim de um relacionamento já é mais raro.  Certamente eu me sentiria mal se levasse aquilo adiante.

Eu não queria isso.  Eu quero um namorado.  Alguém que me ame.  Sexo é necessário mas não é tudo.

Em um momento de lucidez, pedi a ele que voltasse para onde havia deixado meu carro.   Ele ficou me olhando sem entender nada.

Apesar de estar com muita vontade de transar com ele, resolvi que não o faria naquele dia e nem daquela forma.”

[CONTINUA]

Super mega beijo a todos.

Max Castro

 

 

 

Comentários
  1. Ritinha Lima disse:

    Ai, como eu sofro!
    Mega tá show !

  2. [...] Finalizando o conto, aí vai a última parte.  Para quem ainda não leu o começo, é só clicar: [PARTE 1] [PARTE2] [PARTE3] [PARTE4]. [...]

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s