‘What Would you do?’, (O que você faria?”), é um programa da rede de TV norte-americana ABC, que simula situações adversas para saber como as pessoas reagiriam ao se deparar com atitudes revoltantes, que, infelizmente, acontecem TODOS OS DIAS. Bullying em adolescentes, pais que usam as filhas para roubar lojas, clientes grosseiros e até garçons que atendem mal a casais gays. O programa já teve de TUDO.

))) O vídeo abaixo é  parte de um dos programas do ano passado, mas foi o que mais me emocionou da série até agora. Vale dizer que a garçonete, o casal de lésbicas e as crianças são atores contratados pela ABC, mas os clientes do restaurante não.

))) Se você não entende nada de inglês, te explico:  uma garçonete destrata um casal de mulheres lésbicas num restaurante, dizendo que as crianças precisam de pais, que se tornarão gays por serem criadas por um casal homossexual, e barbaridades deste tipo. Enfim, tudo de mais imbecil que ouvimos sair da boca dos homofóbicos. Um cliente do restaurante, ao ouvir as atrocidades que a garçonete disse para as lésbicas, a chama e pergunta se ela acredita em Jesus e a aconselha a não julgar os outros.

As grosserias ditas pela garçonete para as lésbicas não cessam, então o rapaz se levanta, sai do restaurante e, para a surpresa de todos, retorna deixando um papel sobre a mesa delas. Uma das moças abre e lê o bilhete que diz: “Olá, amigos,  sei que isso não significa muito, mas amo todos vocês. Vocês têm uma família linda e eu rezo para que uma pessoa intolerante e que julga os outros não entristeça suas mentes e corações. Nas palavras de M.L.K., Jr.: “No final, não recordaremos das palavras dos nossos inimigos, mas, sim, do silêncio dos nossos amigos.”

Nem a atriz contratada segurou o choro ao ler isso, imagina eu ao ver o vídeo! Chorei como um bebê. O cara não fez barraco, mas demonstrou apoio silenciosamente, bem como diz a citação de Martin Luther King Jr. Ainda bem que existem pessoas assim.

OBS: Vou tentar subir o episódio mais recente desse programa, que fala sobre o bullying sofrido pelas crianças criadas por um casal gay. Se conseguir, o posto aqui.

Responde aí:

Comentários
  1. mvpetersen disse:

    A gente sempre vai correr esse risco…

  2. Achei suuuper lindo e tb chorei… Só não abri o berreiro porque estou no estágio. rs’

  3. Ivan disse:

    réshitégui choranulitros

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s