Namorado a la drama mexicano

Publicado: 05/04/2011 por Leandro Lan em gay
Tags:, ,

“Ajudem!

Meu namorado é muuuuuuito dramático. Vive fazendo birra e exagerando em tudo!

Fora isso, nossa relação é ótima. Mas eu não suporto os dramas dele. O que faço? Já felei mil vezes para ele parar com isso. Mas não tem jeito.

Será que devo procurar alguém menos exagerado?”

Anônimo.

Leandro Madness Responde:

)))Oi anônimo. Seu namorado deve ter crescido assistindo aos dramalhões mexicanos e, no mínimo, acha que a vida amorosa deve ser desse jeito.

Eu também sou contra dramas. Quero as coisas simples e objetivas. Mas sem perder o romantismo!

Sou louco? Aham. Porque mesmo tentando, às vezes, quando estou todo trabalhado no sentimentalismo, acabo fazendo a vítima e perguntando Por que? Por que? Por que só comiiiiiigo? Buaaaaaaaaaa! Mas logo caio em mim, e paro com o drama. Agora, tem gente que não se toca. Se você já avisou e o cara não muda…

Sabe qual é a melhor maneira do seu marido parar com esses chiliques? Nem eu.

)))Talvez, um dia, ele se canse de chorar e brigar por TUDO. Se você agüentar ficar nesse relacionamento, convivendo com as crises de histerismo dele, quem sabe um dia ele melhore.

Se não tiver mais paciência, mude de namorado, sim. Certeza que ao terminar o namoro com ele, o guri vai fazer a maior cena da história dos Dramas mexicanos!

Você grava, põe no Youtube e me manda o link? Quem sabe algum roteirista não se inspira na cena e faz igual em uma novela? Tu pode até ganhar grana em cima.

Ta vendo! Tudo na vida serve pra alguma coisa…

)))Brincadeiras à parte:

Sabe como uma mãe deve tirar a marra de criancinhas birrentas que choram pra conseguir o que querem?

Elas têm que deixar a criancinha esperneando como se não houvesse amanhã. Quando a criancinha pára. A mãe mantém uma postura calma e diz: “Terminou? Pois a resposta ainda é não.” E faz assim até a criancinha aprender quem é que manda e quais são os limites.

Adapte os ensinamentos maternais ao seu namoro.

Sucesso na criação desse rebento.

Bjuxxx,

L^^e!))).

Ou clique AQUI

comentários
  1. Ritinha Lima disse:

    Bem, ele reclama e será que realmente não tem motivos? Tipo quando ele marca algo você vai? Ou diz que já tinha algo para fazer? Deixa-o ele escolher coisas bobas como o filme que vão assistir? Que ficar em casa ou sair? Você sempre assume quando está ERRADO? E quando vão sair é mais com os amigos dele ou os seus? Ele comprou uma roupa você odiou: Ele cismou de sair com ela e você prefere respeitar o gosto estranho ou bate o pé e não sai mais?

    Caso não seja nada disso, seu namorado pode ser muito infantil ainda, dica Super Nanny nele! Cantinha da disciplina já!

    “Quando tento entender quem não me entende, vejo como eu também sou complicado.” Fernando Lapolli

    Ah, Lê namorado está fácil de achar?
    Oxenteeeee!!!!

  2. Felipe D. disse:

    Se você não tem nada do que a Fofíssima da Ritinha disse, você pode fazer o mesmo que ele faz com você, dai quando ele reclamar, você diz,: Ta vendo só? você faz o mesmo.

  3. Ritinha Lima disse:

    Oh! Felipinhooooo obrigadaaaaa!
    Ninguém em sã consciência reclama sem motivos. Sempre há uma razão para reclamar sim.

    Agora “se não tem?” o parceiro dele é doido!

    Situação hipotética para saber quem está Errado:
    (1) O namorado a fim de namorar e o sujeito na frente do computador. Agora não é mais o ORKUT, MSN e sim Facebook, conversando e olhando as fotos insinuantes dos “amiguinhos” e curtindo (curtir) tudo que é bagaceira!
    Seria birra o cara reclamar?

    (2) Marcou com “um” amigo, que o namorado não gosta, justamente para ir ao cinema, no dia que tinha marcado um jantarzinho com ele (o namorado)..ó coitado!
    Seria de bom tom o namorado compreender que, já eram amigos antes do namoro deles começar?

    Então eu tenho uma infinidade de situações que geram brigas, e quem provoca as tais situações não reconhece está errado..Repareeee!

    Beijinhos Felipe D.

  4. Felipe D. disse:

    Quando se estabelece um namoro, tem que se ter em mente que existem regras universais do relacionamento que só podem ser descumpridas mediante o consentimento de ambos, ou criarem as proprias regras, sentarem pra conversar e falar do que gostam e do que não gostam, pois quem ama sempre faz alguns sacrifícios, pelo menos eu penso e faço assim com meu namorado, mas cada caso é um caso.

O que achou desse texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s